Um espaço italianinho e maluco

Sexta-feira, 3 de Outubro de 2008
Violências italianas contra os imigrados estrangeiros.
  • Roma, Bairro Tor Bella Monaca, ontem horas 14,40
    Tong Hongsheng,36 anos, Chinês com licença oficial de estadia no território nacional mas que mal fala italiano está a espera do Autocarro. Chega uma rapaziada de jovens italianos que começam a bater nele violentamente, partindo-lhe o nariz e insultando-o com ofesas racistas (Chinês de merda, etc.). O Chinês perde muito sangue e acaba no hospital. Nesse mesmo bairro há quatro dias tinha sido batido um jovem de origem africana.
  • Milão, ontem de manha, Mercado de Rua Archimede, Porta Vittoria
    Ravan Ngone, 39 anos, do Senegal, imigrado ilegalmente na Itália e clandestino, começa a vender a sua mercadoria no mercado, bolsas falsas, imitações de bolsas. Os Italianos dizem-lhe que ele está a roubar o trabalho e avisam que tem 10 minutos de tempo para se ir embora dai, mas ele prefere estar-se nas tintas com o aviso e continua tentando vender os seus produtos ilegais, também vai parar no Hospital, tendo sido violentamente batido. Mas sempre teve sorte, pois há duas semanas, em Milão, um jovem de origem africana que tinha roubado umas bolachas foi batido tão forte que morreu.
  • Parma, Terça Feira passada
    Emmanuel Bonsu Foster, do Ghana, queixa-se por ter sido batido por sete policias.
  • Nápoles, Bairro Pianora, 29 de Setembro
    Batem em jovem da Costa do Marfim

Os Italianos estão fartos. Outrora os imigrados faziam o que queriam e ninguém dizia nada, agora os Italianos cansaram-se e já que as autoridades não conseguem fazer respeitar o direito e os imigrados são cada dia mais criminosos, então agora apanham.

Continuo ouvindo acusas de racismo: mas que grande estupidez!

Os Italianos não são racista, p...a! Não tem nada a ver com a cor da pele e sim com os crimes, os Italianos estão fartos de criminosos pelas estradas.

FARTOS !

AGORA CHEGA, PRONTO.

Eu acho que era preciso encontrar uma solução politica para bloquearmos o fluxo de desesperados a imigrarem na Itália e na Europa, pois fingirmos que não há problemas pode ser muito perigoso.

Esta gente chega aqui sem vintém e claro que depois há de encontrar uma maneira qualquer de arranjar dinheiro, nem que seja cometendo crimes, para não morrer de fome.

Mas os Italianos estão fartos de tanta violência e agora, ao menos na Itália, começaram  a retribuir a violência com outra violência, e frequentemente  inocentes que não fizeram nada de mal apanham somente por serem imigrados.

CONSELHO : ESTÁS A PENSAR EM IMIGRARES  NA ITÁLIA?

Então, antes de imigrares:

  1. arranja um emprego oficial
  2. arranja uma casa para alugar
  3. arranja uma licença de estadia

    Queres estar-te nas tintas com isso tudo e imigrares sem trabalho, sem casa, sem documentos e sem dinheiro?

OLHA, MUDA DE IDEIAS, ESCOLHE OUTRO DESTINO, NÃO SÃO TEMPOS PARA TENTARES DE IMIGRAR ILEGALMENTE NA ITÁLIA.

Antes imigra mas é na China, na Rússia, no Canada ou na Austrália, deixa estar a Itália.

 

Quem me avisa meu amigo é (provérbio português).

Uomo avvisato mezzo salvato (provérbio italiano)

 


:

publicado por Il Conte às 22:13
link do post | comentar | favorito

arquivos

Outubro 2010

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

recentes

Violências italianas cont...

Assuntos

a.o.i.

aborrecimento

acordo ortográfico

aktion t4

amizade

amor

anjo mudo

appena prima di partire

arquitectura fascista

asmara

beppino englaro

berlusconi

blackberry

blog

brasil

brasileiros

cacao meravigliao

camões

caprichos

carro

carros

cersaie

cesare battisti

chatice

codigo ladrões romenos

criminalidade

criminosos romenos

crise

democracia

desejo

dinheiro

direito à vida

duce

eluana

eluana englaro

emprego

emprego portuguesinho

eritreia

europa

europa de lepanto

eutanasia

ezra pound

fascismo

federico moccia

felicidade

ferias

flaminio maphia

forças armadas

fragmentos discurso amoroso

futebol

gratidão

hammarberg acorda!

hitler

ho voglia di te

homem estupido

humor

ilusões

imigração sem travões

italia

italia aos italianos

l'aquila

lula

luta à anarquia

luta à criminalidade estrangeira

maluquice

mara carfagna

mulher

mulheres

musica

musica italiana

nautica

officina del tempo

papagaios

perigo imigração

perigo imigrados

perigo romenos

ple

portugal

português língua estrangeira

problema criminalidade

problema romenos

problemas imigrados

racismo

relógios

relogios

rolex

romenos

saudade

saudades

segurança

sonhos

stronza

terrinha

tiziano ferro

trabalho

vida

violencia

violencia contra as mulheres

zero assoluto

todas as tags

links
feeds
pesquisar