Um espaço italianinho e maluco

Terça-feira, 25 de Novembro de 2008
Mexericos e óptimismo, alias "ótimismo" pamelliano.

Ontem escrevi aqui no blog que eu não posso com a televisão italiana, cheia de tantos programas-lixo. Quero voltar hoje a tratar isso e até venho a sujar o meu blog com mexericos!!! Eu detesto mexericos!!! Mas hoje vou fazer...porque são mexericos que me enchem de alegria e daquele "ótimismo à Pamelli".

Essa tipa da foto chama-se Antonella Clerici, tem 46 anos e é uma condutora dum programa-lixo sobre jogos com receitas de cozinha que aparece na televisão italiana do estado, o gajo chama-se Eddy Martens, tem 30 anos (olhem só a Antonella que espertinha!) e era um simples animador duma aldeia turística em Marrocos, ele vem do Congo mas tem algo também de origem da Bélgica, é um mulato africano. Conheceram-se quando a Antonella estava de ferias e apaixonaram-se, isto é, ela apaixonou-se provavelmente sobretudo do corpo dele, e ele provavelmente sobretudo do dinheirinho e do puder dela. E assim a Antonella Clerici, depois de dois divórcios tem agora este novo parceiro. Logo arranjou uma cunha para ele e agora arranjou-lhe um emprego na televisão do estado onde ela também trabalha e o gajo, que era um simples animador turístico, agora é um autor de programas RAI e ganha um ordenado de sonho (as voltas que a vida dá!). Além da cunha descarada a Antonella pensou também de ficar grávida dele, e assim agora, com 46 aninhos, a loira está a espera duma menina.

E contudo não quero fazer o moralista, alias quero abençoar esse par, que Deus os abençoe, não me importo com cunhas, com a diferença de idade, é tudo com eles, nem me interessa se foi mesmo amor ou se houve muitos cálculos, tudo isso é com eles.

Eu desejo-lhes que sejam felizes, e que a menina seja lindinha como o pai.

Quis sujar o meu blog com mexericos por uma razão: há uns dias num comentário a um post da amiga e colega blogger Pamelli acerca do meu carro tipo família escrevi que, sim, quem me dera eu ser pai, eu bem gostava, mas para isso se calhar devia arranjar uma parceira mais jovem de uns 15 aninhos, pois a minha portuguesa preferida está na mesma faixa étaria minha e da Pamelli. A Pamelli, que tem aquele "ótimismo" maravilhoso respondeu-me que nos EUA não são raros os casos de mulheres que chegam a serem mães na casa dos quarenta anos. Ahh...que "ótimismo", pensei...

Depois hoje, a ouvir falar da historia da Anonella Clerici e do Eddy Martens, então pensei:

Capaz que a amiga Pamelli tenha mesmo razão...

NEVER SAY NEVER AGAIN !

 

Pamelli, olhe, quero adoptar esse seu ótimismo e sonhar com um futuro lindo para mim e para a pessoa que amo, sei que você não se importa por eu adoptar a sua visão otimista da vida.

 

P.S.  Eu geralmente escrevo óptimismo e óptimista, mas neste post quis escrever ótimismo e ótimista como uma pequena homenagem à Pamelli, que é Brasileira. (É TAMBÉM GRINGA !)

 


:

publicado por Il Conte às 12:48
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito

arquivos

Outubro 2010

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

recentes

Mexericos e óptimismo, al...

Assuntos

a.o.i.

aborrecimento

acordo ortográfico

aktion t4

amizade

amor

anjo mudo

appena prima di partire

arquitectura fascista

asmara

beppino englaro

berlusconi

blackberry

blog

brasil

brasileiros

cacao meravigliao

camões

caprichos

carro

carros

cersaie

cesare battisti

chatice

codigo ladrões romenos

criminalidade

criminosos romenos

crise

democracia

desejo

dinheiro

direito à vida

duce

eluana

eluana englaro

emprego

emprego portuguesinho

eritreia

europa

europa de lepanto

eutanasia

ezra pound

fascismo

federico moccia

felicidade

ferias

flaminio maphia

forças armadas

fragmentos discurso amoroso

futebol

gratidão

hammarberg acorda!

hitler

ho voglia di te

homem estupido

humor

ilusões

imigração sem travões

italia

italia aos italianos

l'aquila

lula

luta à anarquia

luta à criminalidade estrangeira

maluquice

mara carfagna

mulher

mulheres

musica

musica italiana

nautica

officina del tempo

papagaios

perigo imigração

perigo imigrados

perigo romenos

ple

portugal

português língua estrangeira

problema criminalidade

problema romenos

problemas imigrados

racismo

relógios

relogios

rolex

romenos

saudade

saudades

segurança

sonhos

stronza

terrinha

tiziano ferro

trabalho

vida

violencia

violencia contra as mulheres

zero assoluto

todas as tags

links
feeds
pesquisar