Um espaço italianinho e maluco
Quarta-feira, 2 de Julho de 2008
A caminho da riqueza e da liberdade financeira.

Apesar de achar ridículo e inútil continuo tentando seguir os conselhos do John Demartini para por ordem na minha vida financeira, para que o caos económico não tome posse da minha vida e para alcançar os meus sonhos e fazer na vida principalmente o que quero e o que amo, em vez de fazer principalmente o que devo. As regras são sempre essas desse tal pensamento positivo estilo EUA, as afirmações, visualizar, acreditar, repetir o que se deseja para que fique gravado no inconsciente, em fim, nada de novo...todos antes ou depois acabamos por lermos um desses livrinhos que prometem mudar a nossa vida para sempre e fazer de nos uns "winners".

Costumo levar tudo isso pouco a serio achando americanadas sem sentido, mas como tenho a declaração dos rendimentos às portas então estou bastante motivado a por mais ordem nas minhas finanças. O meu é um pais que dá aos cidadãos um nível de assistência exagerado, é um bocado um estado-mãe , aqui nínguem morre de fome ou de frio, como acontece em outros países mas quem trabalha tem que gastar fortunas em taxas para ajudar preguiçosos que podiam muito bem resolverem seus problemas sozinhos arranjando um emprego em vez de deixarem-se ajudar pela sociedade.

Eu por mim queria um estado mais leve, o estado devia ocupar-se de segurança, de garantir o respeito do direito, queria um estado soldado-policia-professor e medico, somente isso, queria que o estado fizesse muito pouca coisa, bem, deixando aos cidadãos a responsabilidade de organizarem as suas vidas. O estado italiano quer fazer demais! Tem as mãos na economia, em tudo, o resultado são estas taxas absurdas que pagamos, mais ou menos 50% do que ganhamos fica nas maõs do Estado : uma roubaria!

Bem, enquanto espero que uma Thatcher ou um Reagan em versão esparguetes apareça a salvar a minha patria do comunismo hei de inventar umas estratégias para ficar com dinheiro apesar das taxas.

Resolvi seguir o conselho do John Demartini: primeiro que tudo, cada mês, paga a ti próprio, primeiro, depois paga aos outros, e se não conseguires pagar todos deixa ai os creditores à espera, vais pagar mais tarde, eventualmente com juros, mas tu paga sempre primeiro que tudo a ti próprio, e começa a poupar já, começa logo a poupar ,sem esperares de teres todas as dividas pagas para começares, cada mês primeiro que tudo poupa algo para ti, para mudar a tua vida, para alcançar teus sonhos, depois começas a pagares aos outros.

É que que comecei a fazer a partir deste mês. O sistema é simples: para começar é preciso começar com pouco, eu por exemplo comecei com 200,00 euros, e assim ontem peguei em 200 euros e guardei, depois, cada três meses é preciso poupar mais 10%, então eu vou poupar Julho 200, Agosto 200, Setembro 200,Outubro 220, Novembro 220, Dezembro 220, Janeiro 242..April 266,20...Julho do ano proximo 292,82...e assim continuando a poupar cada mês e crescendo 10% cada três meses....É PRECISO TER DISCIPLINA!

E depois acreditar nos sonhos e lutar para eles.

Fazer um plano com todos os sonhos da vida por escrito, melhor ainda com imagenes, olhar sempre para isso.

Afirmações...afirmar o que se deseja...

" O DINHEIRO CHEGA NA MINHA VIDA POR FONTES INESPERADAS", "O DINHEIRO CHEGA NA MINHA VIDA POR FONTES INESPERADAS"...eu proprio sinto-me tão estúpido ao afirmar isso, sinto-me um palhaço, mas tento continuar igualmente a ver se estas americanadas dão certo.

Parei num barzito em Gossalengo. Mas tive medo...quer dizer...mais um bilhete de 5 euros? Nem todos os dias é possível ganhar! Como ganhei ontem tinha medo que era dificil voltar a ganhar hoje também, então em vez de comprar o bilhete de 5 euros, comprei o de 2 euros (os premios são menores). Ganhei hoje também : 5 euros. Tirados os 2 do bilhete, ganhei 3. Ok, 3 euros não são nada...mas parece uma mensagem, para eu continuar, quer dizer, não continuar jogando na lotaria, não só isso, e sim continuar com optimismo acreditando na vida e no futuro. A vida é bela!

Também descobri o "ENTANGLEMENT" e fiquei fascinado com isso, de facto hei de aprender a ter mais fê no Universo e nos meus sonhos, em mim proprio.

O DEMARTINI diz que alem da quota escolhida para a poupança, que deve ser obrigatória cada mês sem desculpas e que deve ser acrescida de 10% cada três mês, no caso de dinheiro chegado por caminhos inesperados, tipo lotarias, encontrado na rua, presentes, etc. isso também tem que acabar na conta para a liberdade finaceira, portanto eu este mês por enquanto coloquei 200+20+5 = 225 euros. Tudo o dinheiro que vou conseguir inesperadamente vai nessa conta e a 1 de Agosto mais uma quota de 200 euros, etc.

Continuando com disciplina, com o tempo seria preciso alcançar a liberdade economica e financeira, diz o Demartini, sem se importar demasiado com creditores eventualmente furiosos porque estão a espera de ser pagos por nos e nos, apesar de ter dividas, a continuarmos poupando para o nosso futuro.

Ok amigo, amiga, acompanhas-me nesta maluquice?

Sim?

Ok, então amanha...não, não quando chegar o ordenado, não quando acabares de pagar isto ou aquilo, amanha mesmo, tu abres uma conta bancaria nova, ou uma caderneta de poupança, que custa menos,e depositas ali o que quiseres, pode ser também 50 euros, daqui a três meses seriam 55...etc. Começa também a poupar para o teu futuro.

Eu quero pagar as taxas , claro, mas também quero alcançar os meus sonhos e ser feliz, se alguém terá que trabalhar paciencia, o Ministerio das Finanças Italianas terá que ter um bocado de paciencia: primeiro pago a mim, ainda que muito pouco, pois 200 euros não são nada mesmo, e depois pago os outros, começando pelos mais importantes.

Todos deviamos aprender a pagarmos primeiro que tudo a nos, porque se pagarmos primeiro os outros e depois chegarmos ao fim do mês sem nada para nos ficavamos muito tristes, se temos uns sujeitos que nos queriam matar por andarmos nos atrasados com os pagamentos mas ao mesmo tempo podiamos ver a nossa conta crescer cada mês ficavamos mais motivados, pois sabiamos que estavamos a caminho da nossa felicidade.

A vida e curta, e pode acabar em qualque instante. Não temos garantia nenhuma de chegarmos aos 100 anos de idade, podemos chegar a 110 ou morrer amanha. É MELHOR COMEÇARMOS IMEDIATAMENTE A PERSEGUIRMOS OS NOSSOS SONHOS.


:

publicado por Il Conte às 21:20
link do post | favorito

Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

arquivos

Outubro 2010

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

recentes

Terrinha

Countdown

Dia insonso

Às veses eles voltam....

Onore e Gloria

Dois novos amigos

Português levanta o cú do...

Salvar Portugal

Boa vida

Uma vida muito real.

Assuntos

a.o.i.

aborrecimento

acordo ortográfico

aktion t4

amizade

amor

anjo mudo

appena prima di partire

arquitectura fascista

asmara

beppino englaro

berlusconi

blackberry

blog

brasil

brasileiros

cacao meravigliao

camões

caprichos

carro

carros

cersaie

cesare battisti

chatice

codigo ladrões romenos

criminalidade

criminosos romenos

crise

democracia

desejo

dinheiro

direito à vida

duce

eluana

eluana englaro

emprego

emprego portuguesinho

eritreia

europa

europa de lepanto

eutanasia

ezra pound

fascismo

federico moccia

felicidade

ferias

flaminio maphia

forças armadas

fragmentos discurso amoroso

futebol

gratidão

hammarberg acorda!

hitler

ho voglia di te

homem estupido

humor

ilusões

imigração sem travões

italia

italia aos italianos

l'aquila

lula

luta à anarquia

luta à criminalidade estrangeira

maluquice

mara carfagna

mulher

mulheres

musica

musica italiana

nautica

officina del tempo

papagaios

perigo imigração

perigo imigrados

perigo romenos

ple

portugal

português língua estrangeira

problema criminalidade

problema romenos

problemas imigrados

racismo

relógios

relogios

rolex

romenos

saudade

saudades

segurança

sonhos

stronza

terrinha

tiziano ferro

trabalho

vida

violencia

violencia contra as mulheres

zero assoluto

todas as tags

links
feeds
pesquisar