Um espaço italianinho e maluco

Quinta-feira, 19 de Fevereiro de 2009
Apanhados os dois animais romenos

A Policia Italiana já apanhou os dois animais romenos que no sabado passado violaram uma rapariga italiana com 14 aninhos obrigando-a também ao sexo oral. Alexandru Loyos Istzoika, romeno, 20 anos, foi apanhado poucas horas depois em Roma, enquando o outro animal romeno, Karol Racz, 36 anos, foi apanhado ontem na favela romena de Livorno enquanto tentava fugir para a Espanha. Nesta operação, a policia Italiana obteve a colaboração da propria policia romena, uns agentes da policia romena se deslocaram para a Itália para ajudar os agentes italianos nas investigações, afinal o proprio governo romeno começa justamente a ser preocupado com o que andam fazendo os nacionais romenos nos paises europeus e tenta mostrar boa vontade na luta contra estes criminosos barbaros que pouco têm de humano. As mulheres italianas começaram a frequentar cada dia mais cursos de artes marciais e muitas raparigas começaram a levar sprays de defesa e facas na bolsa. Mas é triste pensar em raparigas obrigadas a circularem com uma faca na bolsa.

Quando interrogados estes dois animais desculparam-se dizendo que eles só queriam era fazer um assalto mas depois mudaram de ideia porque a rapariga tinha a minisaia.

Terá tido a minisaia mas tinha 14 aninhos porra, e depois não se pode violar uma mulher só por ela andar de minisaia na rua. Os seres humanos não são cães e não devem portar-se como cães.

Estou outra vez muito orgulhoso com a nossa policia italiana que conseguiu apanhar em poucas horas estes animais, mas também estou farto, queria uma Itália sem romenos.



publicado por Il Conte às 20:39
link do post | comentar | favorito
|

Domingo, 1 de Fevereiro de 2009
Uma Itália estilo "Far West".

Há uns dias, quando a policia Itáliana apanhou os seis romenos que tinham violado a rapariga italiana, um grupo de Italianos furiosos chegou a assaltar a esquadra da policia onde os romenos se encontravam presos para tentarem fazer justiça sozinhos, tentando bater nos romenos, a policia, somente com grande dificuldade conseguiu proteger os proprios romenos contra a represalia e a policia chegou a prender até uns Italianos, para que se acalmassem, ficaram presos. Tudo isto já era aos meus olhos muito grave, pois eu acredito no Direito, na Lei, posso perceber muito bem a raiva dessas pessoas mas não podemos aceitar uma justiça "self-service" na qual cada um faz  justiça por si, não, temos que acreditar nas instituiçoes. Mas hoje aconteceu algo bem mais grave: esta manha por volta das 4 da madrugada um grupo de pessoas assaltaram um imigrado ilegal indiano com 35 anos que estava dormindo na sala de espera da estação de Nettuno, perto de Roma, primeiro bateram-no, depois salpicaram-no com um liquido inflamavel e queimaram-no vivo. O desgraçado foi salvo pelos Carabinieri que levaram-no ao hospital inde se encontra em gravissimas condições. Tudo isto é realmente gravissimo, fico muito triste ao ver o meu pais a tornar-se uma especie de Far West, com as pessoas que tornam-se "justiceiros" e tentam fazer justiça sozinhos. Eu quero que seja bem claro que tenho esperança que esses  que cometeram esse crime absurdo sejam apanhados cedo pelas forças policiais e acabem na cadeia. Por outro lado, acho que era altura de nos os Europeus começarmos a pensar se os nossos politicos, com as suas politicas de acolhimento aos imigrados, estejam no caminho certo. Eu acho que não. Cada dia mais Europeus começam a ficar fartos de tantos imigrados e isto principalmente porque , nestes tempos dificeis sem muitos empregos disponiveis, muitos imigrados tornam-se depois criminosos, e a criminalidade na Europa está a descolar sem travões , com uma violencia cada dia maior. É CLARO que depois, se os nossos politicos continuarem nas tintas, sem adoptarem medidas REALMENTE duras para contrastar a imigração, eventualmente chegando a utilizar as forças armadas para proteger as fronteiras europeias contra as invasões, se os politicos não começarem a perceber que as pessoas estão fartas de criminalidade estrangeira, então o que pode acontecer, é que simples cidadãos, que deviam pensar somente no trabalho ou no futebol, depois começam a tornarem-se "Justiceiros" para tentarem defender a sua terra contra a ameaça da invasão barbarica. Os  que queimaram o Indiano desceram ao mesmo nivel de barbaridade dos ilegais que eles quiseram perseguir, e por isso andam muito enganados e só merecem acabar justamente na cadeia, mas é altura de os politicos começaram a enfrentar seriamente o problema da invasão dos ilegais na Europa, para encontarem medidas duras, também militares, que possam acabar com esse problema. A imigração deve ser permitida somente a pessoas qualificadas e somente limitadamente ao numero de imigrados que um pais precisa. Se um pais precisar de 100.000 trabalhadores é inutil deixar imigrar 1.000.000, os outros 900.000 o que faziam depois? Estou cansado de tanta violencia. Aqui na Itália, se às proximas eleições aparecer um gajo com um programa politico tipo o "Proceso de Reorganizacion Nacional" do General Videla da Argentina de 1976, um tipo com um programa assim acho que ia ganhar as eleiçoes com 80% dos votos. Os Italianos estão fartos, e se calhar nem só os Italianos, cedo outros, quando o nivel da criminalidade estrangeira nos seus proprios paises subir a niveis italianos vão começar também a ser muito mais irritados com os ilegais estrangeiros. Conselho : estas pensando imigrares ilegalmente na Itália? Olha, imigra antes na Russia, na China, na India, mas nem penses em imigrares ilegalmente na Itália. Não são tempos para aventuras na Itália.


: cansado da violencia

publicado por Il Conte às 15:35
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|

Domingo, 25 de Janeiro de 2009
Revolta dos imigrados ilegais na ilha de Lampedusa.

1.800 Imigrados ilegais que se encontravam no centro de estadia temporária de Lampedusa fugiram partindo as redes do centro e chegaram frente à Câmara Municipal para fazer uma revolta contra o Governo italiano. Felizmente Lampedusa é uma ilha pequenina portanto ainda que fugidos do centro não podem ir para lado nenhum, a revolta é absolutamente inútil e sem sentido. Eles ficaram furiosos com a decisão do governo italiano de mudar a politica contra a imigração selvagem com medidas muito mais duras do passado. 1.200 desses 1.800 desgraçados são tunisinos que vão ser repatriados com uma ponte aérea, depois dum acordo com o governo da Líbia, e claro, eles não querem de maneira nenhuma serem repatriados.

A revolta não faz sentido nenhum.

Estes desgraçados ninguém os procurou aqui, ninguém os convidou, e são pessoas que aqui ninguém quer. Solidariedade? A solidariedade é para pequeninos ou para velhotes, não para jovens na casa dos 20 ou 30 anos que chegam aqui sem vintém. Que fiquem nos seus países a trabalharem ou que escolhem destinos onde há espaço e emprego. Aqui somos já 60.000.000 de pessoas num pais pequenino e não precisamos de importarmos criminosos e desempregados.

Chegam aqui e depois até fazem revoltas porque, na opinião deles, não teriam recebido o nível de assistência e solidariedade que esperavam...

Mas que grande lata!

Chega! Estamos fartos!

FARTOS

FARTOS

FARTOS

RUA DE NOS, APANHEM OS CAMELOS E VOLTEM PARA CASA.


: zangado com os barbaros

publicado por Il Conte às 18:44
link do post | comentar | favorito
|

Quarta-feira, 6 de Agosto de 2008
Juntos , contra a violência dos criminosos extracomunitarios

 

A 4 de Agosto de 2008 começou o Plano Segurança do Governo Italiano. As Forças Armadas italianas descem nas ruas armadas em missões de patrulhamento para identificar as pessoas suspeitas de serem criminosos estrangeiros e garantir a segurança de estações, metros e embaixadas. No vídeo um serviço da televisão alemã que fala dos militares italianos nas ruas.

Tu também pede ao teu governo mais segurança, e eventualmente a utilização das forças armadas para combater ao lado das normais forças policias contra a violência dos imigrados extracomunitários e neocomunitarios. O momento de começarmos a lutar de maneira mais dura contra eles é agora, alias já temos perdido demasiado tempo, já é tarde!

Pede mais segurança já, aos teus políticos!

Não fiques a espera que Portugal chegue a ter os mesmos problemas de criminalidade da Itália: Pensas que o teu pais seria poupado? Pensas que Portugal ficaria uma ilha feliz sem a criminalidade estrangeira que há na Itália? Ilusão! É somente uma questão de tempo , pouco tempo. Eles vão chegar! Eles estão chegando!!!

Mas não estamos obrigados a mandarmos os nossos países à merda, podemos reagir, que imigrem antes na Australia ou no Canada, são paises ricos com muito espaço para novos imigrados. Aqui na Europa já estamos como sardinhas e não me parece que haja espaço para deixar que todos os desgraçados do planeta se mudem para cà. A Europa já acolheu bastante , agora é a vez de outros paises, Australia, Canada, mas também Russia, China, de acolherem imigrados africanos,latinoamericanos e asiaticos. Nos os Europeus não podemos salvar o mundo, não temos esse papel.

 


:

publicado por Il Conte às 19:27
link do post | comentar | favorito
|

Domingo, 3 de Agosto de 2008
O Esercito Italiano contra a criminalidade (estrangeira).

 

 

 

Amanha 4 de Agosto começa uma nova missão para as Forças Armadas Italianas. Os militares vão descer à rua armados para ajudarem as forças de policia a combaterem contra a criminalidade dos imigrados estrangeiros. Devido a uma imigração sem travões na Itália há um problema serio de criminalidade. Apesar de os estrangeiros serem 5 % das pessoas que vivem no pais, nas prisões eles são mais de 50%, o que faz logo entender como muitos deles são criminosos. No ano de 2007, mais de 75% dos crimes em Roma foram de autoria de criminosos estrangeiros, geralmente imigrados ilegalmente.

Agora na Itália existe uma lei nova, que passou há pouca semanas, essa lei prevê penas mais dura de 33% no caso do autor ser imigrado ilegal. Alem disso quem alugar uma casa a um imigrado ilegal perde a propriedade da casa e apanha prisão. Já varios Italianos apanhados a terem alugado a casa a imigrados ilegais perderam a propriedade da sua casa. Tudo isso vai tornar mais dificil para um ilegal estabelecer-se na Itália. Será que então o imigrado vai pensar mudar para Portugal?

Quem sabe!

Eu por mim, se fosse imigrado ilegal ia para Portugal !

Mas tu, se és Português, começa desde já a preocupar-te com a imigração e pede ao teu governo medidas cada dia mais duras contra os imigrantes extracomunitarios. Agora se alguém imigrar em Portugal por ter casado com um Português ou uma Portuguesa então tudo bem, os cidadãos portugueses devem ter direito de escolherem maridos ou mulheres estrangeiras, se quiserem, mas desgraçados que chegam a Portugal com bilhete de só ida, sem recursos economicos , sem preparação profissional...de que servem? Isso só serve para acrescentar a criminalidade e mais nada.

Não deixes que Portugal se torne numa Albania ou numa Romenia.

 

É O TEU PAIS! É LINDO!

DEFENDE A TUA PATRIA. LUTA CONTRA A IMIGRAÇÃO ILEGAL. NUNCA FAÇAS ABSOLUTAMENTE NADA QUE POSSA AJUDAR UM IMIGRADO ILEGAL: NÃO LHE ALUGUES UMA CASA, NÃO LHE OFEREÇAS UM EMPREGO, NÃO SEJAS AMIGO DELE, NÃO LHE VENDAS NADA EM SEGUNDA MÃO, NÃO LHE EMPRESTES DINHEIRO, NÃO LHE OFEREÇAS PRENDAS NEM NADA.

 

Pede ao teu governo para que no teu pais também os militares possam descer à rua armados para patrulharem e lutarem contra os criminosos estrangeiros.


: querendo uma Europa europeia

publicado por Il Conte às 19:12
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

Quarta-feira, 30 de Julho de 2008
Hammarberg acordaaaaaaaaaa....acordaaaaaaa....P...A !

 

 

 

Thomas Hammarberg, Delegado europeu Direitos Humanos

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 



Roberto Maroni, Ministro do Interior da Republica Italiana

 O Hammarberg com uma visita de dois dias na Itália percebeu tudo da imigração e dos erros do governo italiano e da policia italiana. Nos seriamos todos uns racistas fascistas....

Hammerberg, falas e não sabes, atacas a policia italiana...que vergonha, realmente...que nojo estes burocratas europeus...

No entanto 21 imigrados foram salvos pelas autoridades italianas, mas 7 morreram, mais uma tragedia no canal de Sicilia. Não era melhor parar com este comercio internacional de desgraçados? Quantas pessoas têm que morrerem nestas viagens do desespero?

A policia italiana mete a alma em tudo o que faz, são uns anjos e tratam todos por senhores, atacar a policia italiana é algo que realmente não se pode aceitar, francamente, sempre por ai a trabalharem tão duro, com riscos enormes e por ordenados de fome, e agora ataques por parte da Europa? Não, não, obrigado. Um grande abraço solidario ao meu governo, às forças policiais e também às forças armadas que a partir de 4 de Agosto vão descer na rua ajudar a policia.

Eu fico ao lado do meu governo e sinto somente um grande nojo por esse Hammerberg e pelos seus companheiros de merendas da União Europeia.

Grazie a Dio sono Italiano.


: orgulhoso do governo italiano

publicado por Il Conte às 19:31
link do post | comentar | favorito
|

Terça-feira, 29 de Julho de 2008
Mas que grande seca a União Europeia !

 

 

Mamma mia mas que grande seca esta Europa, quem diria que um dia chegasse a ser tão chata ! Mal acabaram a Unicef e o governo espanhol a chatear e  agora começou o Delegado do Conselho da Europa a chatear acusando a Itália de ser demasiado dura com os imigrados. A Europa só devia agradecer a Itália de ser dura, muitos imigrados que chegam na Itália pelo mar não param aqui e sim mudam para outros países Europeus, portanto quanto mais dura for a Itália contra os imigrados ilegais, menos criminalidade há nos outros países europeus. A Itália devia ser um exemplo para os outros países imitarem, em vez de nos deixarem sozinhos a salvar a Europa desta invasão. Hoje o Ministro italiano do interior apareceu na Assembleia da Republica Italiana e estava furioso contra o Delegado europeu, mal conseguiu disfarçar a raiva do governo italiano contra estes burocratas sem tomates que custam aos contribuintes europeus e não servem para nada, se ainda queimássemos todas as repartições da União Europeia mudava tudo para o melhor, o Delegado do Conselho Europeu chegou a atacar violentamente a Policia Italiana, que seria demasiado dura contra os ciganos romenos. Demasiado dura? Não é nada! Quem me dera fosse, mas não é!

No entanto o decreto lei para a segurança foi aprovado pelo parlamento italiano e è Lei do estado. A partir do dia 4 de Agosto as Forças Armadas vão descer à rua para ajudar a Policia na luta contra a imigração ilegal. Os militares vão circular armados pelas ruas, tipo Argentina nos tempos do Videla e vão parar as pessoas suspeitas de serem imigrados ilegais ou criminosos para pedir identificação. Desde já os militares envolvidos na luta à criminalidade devida à imigração vão ser somente 3.000, nas áreas mais perigosas do pais, mas eu  tenho esperança que o numero seja cedo acrescido. Ouvi muitas entrevistas pela radio aos meus nacionais e todos estão de acordo com a utilização dos militares contra os imigrados, afinal estamos metidos numa verdadeira guerra e não podemos permitir a esta gente de mandar na nossa casa. Outra medida vai ser nas reformas: antes um estrangeiro qualquer, com 65 anos de idade, chegava a Itália e tinha direito à reforma de velhice, 395 euros por mês, velhos imigrados que vinham aqui estar com os filhos somente para apanhar esses  395 euros mensais pagos pelos contribuintes italianos. Chega! Agora vai ser preciso ter ao menos 10 anos de taxas pagas na Itália para receber a reforma dos idosos, quem imigra velho sem nunca ter trabalhado na Itália e sem nunca ter pago taxas na Itália agora não vai receber nada. O novo governo está a destruir o sistema comunista do Governo anterior mas ainda fica muito para fazer, contudo o Governo Italiano está a trabalhar mesmo bem, enfrentando os problemas do pais com coragem e sem medo dos estrangeiros (Unicef, União Europeia,  Amnisty International, etc.)

O Mussolini dizia:

Noi tireremo diritto

Nos (os Italianos) vamos seguir para a frente.

 


: orgulhoso por ser italiano

publicado por Il Conte às 21:38
link do post | comentar | favorito
|

Sexta-feira, 25 de Julho de 2008
Acabou bem, a Fatima voltou nos braços da mãe italiana.

És Portuguesa? És Brasileira? Queres casar com um homem árabe? Pensa bem no que fazes.

 

Roma, 25 de Julho (hoje), conferencia de empresa da mãe da Fátima para agradecer o trabalho da policia italiana de Trento que conseguiu encontrar a filha, raptada há quatro anos pelo marido marroquino.

A Fátima voltou finalmente a abraçar a mãe italiana. A pequena tem nove anos e nasceu em Palermo ,Itália, filha de uma mãe italiana e de um pai marroquino. Tendo mãe italiana tem nacionalidade italiana. Há quatro anos o marroquino, que hoje tem 41 anos, raptou a pequena e desapareceu. A mãe italiana foi logo para a policia queixar-se que a filha tinha sido raptada pelo marido. O desgraçado enviou a pequenina para Marrocos para estudar Árabe, raios o partam, desgraçado, a pequenina ficou um ano e meio com a avó  estudar árabe, que chatice, que grande seca, sem a mãe, coitadinha. Finalmente a policia italiana de Trento conseguiu encontrar o homem, que tinha escapado para Bélgica, e o idiota foi apanhado, com a colaboração da policia belga. Agora, depois de quatro anos, A Fátima, que tem hoje nove anos, pode voltar a estar com a sua mãe enquanto o animal do marroquino foi levado para a prisão.

Se quiseres casar com um árabe, e tu és cristã, pensa bem no que fazes, porque não vai ser nada fácil.

Já tinha dito ontem, mas quero voltar a dizer hoje também:

Apanhem os camelos e voltem para casa, Árabes, a Europa não precisa de vocês...

 

 

 

 

Parma, a cidade onde vivo está cheia de imigrados, é uma cidade muito rica, portanto atrae muita imigração. Deixando estar os imigrados dos paises de leste, que são perigosos e sempre metidos nos piores crimes, vejamos uma grande diferença entre os imigrados de Senegal, Ghana, e outros paises da africa central, comparados com os imigrados árabes de norte de Africa: enquanto os imigrados de Senegal ou de Ghana FALAM SEMPRE EM ITALIANO AOS SEUS FILHOS NASCIDOS NA ITALIA , os arabes frequentemente falam com os filhos em arabe. O resultado é que os filhos dos imigrados de Senegal ou Ghana, apesar de não receberem a nacionalidade italiana, ao menos vão integrar-se na sociedade italiana, da qual vão partilhar os valores ocidentais e cristãos, os árabes vivem afastados no seu mundo sem conseguirem integrar-se na sociedade italiana.

Bem, acho que podiam muito bem voltar para as suas terrinhas desertas, que aqui não iriam fazer nenhum tipo de falta, garantido.


:

publicado por Il Conte às 18:58
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

Domingo, 29 de Junho de 2008
Estados Unidos da Europa? Não obrigado.

 

Que ninguém confunda a seda com o algodão! Estados Unidos da Europa? Não, não obrigado, já estou a sentir-me mal pelo nojo...

 

 

Em rapaz  namorei com uma rapariga Irlandesa, com uma Austríaca, com uma Dinamarquesa, acreditava imenso na Europa, nos meus 20 anos! Agora já não tenho idade para ir por ai a namorar com toda a saia estrangeira que houver (infelizmente os aninhos vão passando), queria simplesmente uma esposa Portuguesinha e pronto, já não estou interessado em outras europeias.

Eu, quando olho para o meu passaportinho italiano e leio: Unione Europea e mais abaixo Repubblica Italiana, fico com saudades dos tempos em que essa escrita "união europeia" nem aparecia nos passaportes comunitários e também lembro de quando aparecia, mas colocada baixo o nome do país. Agora aparece em primeiro lugar...União Europeia...

Bah!

Temos assim tão poucos em comum!

No continente americano falam-se quatro línguas, em ordem de importância: inglês,espanhol,português e francês. No continente Europeu quantas Línguas se falam?

Somente na espanha falam-se quatro! Castelhano, Catalão,Basco e Galego.

O que teriam a ver um dinamarquês, um português e um grego?

Politicamente nem estou contra uma aliança, uma união comercial é útil para termos mais importância no mundo, como europeus, standards comuns também ajudam, com níveis mínimos de qualidade para os produtos serem vendidos, tudo o que tem a ver com a qualidade, a segurança e os interesses comerciais tem importância, agora, fazer uma sopa geral da Europa e fazer que a Europa chegue a ser algo de indistinto como os Estados Unidos da América, isso é outra questão!

Eu não quero os Estados Unidos da Europa!

Eu não quero que um romeno ou um búlgaro cheguem a ser meus "nacionais" votando e escolhendo sobre matérias importantes para mim.

Eu acho que a Europa devia dar passos para trás.

Temos demais "Europa" !

Chega!

Eu não sou "europeu", sou Italiano eu!

Os burocratas, em Bruxelas, vendem o nosso futuro, já querem a Turquia na união europeia, há parvos que falam em Israel...bah...já estou com dores de fígado, eu não tenho nada nem contra Turquia nem contra Israel mas agora, na Europa...mah...

Os Irlandeses tiveram a possibilidade de dizer o que pensavam.

Disseram que querem menos Europa.

Claro ! Mas era de esperar!

Não é que os outros queiram mais! Simplesmente não tiveram referendo!

Na Itália, com os problemas que temos devidos à imigração, com certeza ao menos 85% dos Italianos,  escolhiam igualzinho como os Irlandeses fizeram.

Sim à Europa de Levanto livre ocidental e cristã, não à Europa de Bruxelas e de Shengen.

 

 


:

publicado por Il Conte às 10:00
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

Sábado, 28 de Junho de 2008
Infelizmente vão mudar de ideia...

Hoje estava eu de passeio no centro da cidade onde vivo, Parma , uma cidade linda e abastada no norte da Itália, mulheres muito elegantes, dinheiro, boa comida (em Parma há a fabrica da BARILLA, o maior produtor de massa italiana , faz-se o Presunto de Parma, melhor presunto italiano e o queijo "Parmigiano" - parmezan ), mas enquanto andava por ai passeando ouvia em podcast pelo I-pod umas transmissões duma radio portuguesa da semana passada, costumo ouvir as transmissões radiofónicas portuguesas quer porque isso ajuda a aprender melhor a Língua, quer porque gosto de saber o que acontece em Portugal e nos outros países lusófonos. Na transmissão que ouvi hoje falaram do problema imigração e estavam todos muito escandalizados com as politicas de outros países europeus que estão a lutarem duramente contra os imigrados. Também falaram do meu país, que foi pintado como uma espécie de Terceiro Reich com o Berlusconi que seria algo parecido com Hitler e os Italianos um povo de assassinos sem civilização que queria queimar os ciganos. Eu fiquei magoado em ouvir que o meu pais tem essa imagem no estrangeiro, mas fico 100% ao lado do meu governo na guerra contra os imigrados ilegais. Mas ao ouvir esses discursos pelos Portugueses não fiquei zangado com eles, pelos ataques ao meu pais e pelas acusações de racismo e de xenofobia, de fascismo etc. e sim fiquei muito preocupado por Portugal e pelos Portugueses. O que acontece e que os Portugueses falam agora, em 2008, como falávamos nos os Italianos em 2004 ou 2005, é que em Portugal há uns 10.000 romenos, a situação é bastante tranquila, ninguém preocupa-se demasiado com os imigrados, e então, os outros, seriam racistas e fascistas porque querem introduzir mais controlos, repatriamentos, medidas muito duras para enfrentar a invasão. Agora quero desejar uma coisa, aos Portugueses e a Portugal, e desejo-a de coração, queria desejar aos Portugueses que possam continuarem a atacarem e a criticarem o Governo Italiano durante muitos anos, chamando-nos de fascistas e xenófobas, eu não me importo, que continuem achando que somos todos uns assassinos cruéis que querem queimar mulheres e crianças, eu não me importo, desejo que fique tudo assim, em Portugal, durante muitos anos, e se os Portugueses acharem que o Berlusconi é uma espécie de Hitler, paciência.

Isto é o que eu desejo a Portugal e aos Portugueses, desejo isto porque quero bem aos Portugueses e à sua terra. Mas infelizmente receio que não vai ser assim...infelizmente receio que vão mudar de ideia...cedo , expulsos por países como Itália ou Inglaterra, muitos imigrados vão escolher Portugal como destino. Hoje na Itália temos 650.000 romenos, dos quais 300.000 chegaram no ano de 2007, ainda que agora a imigração desde romenia está a baixar imenso porque os romenos são odiados aqui, em Portugal devem ser uns 10.000....ok....mas infelizmente vão chegar, como uma vaga vão chegar.

E então aos poucos raparigas assaltadas na rua...crianças raptadas, assaltos a vivendas, etc. etc. etc. e  todos esses jornalistas, que agora acham que eles seriam democráticos e civilizados enquanto os Italianos uns fascistas violentos, é capaz que vão mudar de ideia.

E se continuarmos assim, em menos de 5 anos, os Portugueses vão pedir ao Governo Português o que os Italianos já pedem ao Governo Italiano agora. O governo precedente, comunista, não quis ouvir o que pediam as famílias italianas, isto é. segurança para pessoas idosas, para raparigas, mulheres e crianças, e continuaram tranquilos a ocuparem-se de filosofia pensando em maneiras sempre mais democráticas e civilizadas de organizarem o acolhimento dos imigrados. Mas o crime descolou, o terror começou a percorrer o pais e os Italianos nas últimas eleições deram um sinal claro do que pensavam, os comunistas e as suas politicas de acolhimento tiveram a maior derrota dos últimos 60 anos. Para casa! Todos!

Temos 60.000.000 de pessoas na Itália e temos entre eles 9.000.000 de pobres nacionais.

Não precisamos de importar mais pobreza de todos os continentes.

Nos não podemos e não queremos salvar o mundo.

Queríamos cuidar mais da nossa gente, dos nossos velhos.

Antes de pensarem em dar acolhimento a alguém que queria imigrar de outro continente, vejam-lá se por acaso o  vizinho de casa não esta a precisar de ajuda.

Europa aos Europeus.

Menos Europa de Shengen, mais Europa de Levanto.

É pena que seja assim...

Pela radio portuguesa ouvi dizer que a "esmagadora maioria dos imigrados portam-se bem", mas deve haver gato aqui, porque as estadísticas dos crimes e dos presos nas cadeias dão dados diferentes. Eu sei que francamente não se pode falar de "esmagadora" maioria de pessoas que se portariam bem, entre os imigrados. "Esmagadora" essa tal maioria não me parece ser nada, e já nem sei se podemos falar de "maioria" . Com certeza podemos quando falamos de imigrados argentinos, brasileiros, indianos, paquistaneses ou da África sob saariana, agora, no que respeita romenos, búlgaros e islâmicos francamente isso que a maioria deles respeitariam as leis sem cometerem crimes e integrando-se nos países de acolhimento a mim parece-me uma enorme ilusão.

Não vamos ser nos os Italianos a conseguir tirar as ilusões aos políticos de espanha e de Portugal, cada pais tem que seguir no seu caminho sem interferências alheias, mas como eu por mim tenho um carinho para Portugal não me sinto nada tranquilo a ouvir esses discursos pelas rádios portuguesas. Hoje é o momento para pensar em quantos imigrados podem ser acolhidos num pais pequenino como Portugal, daqui a 5 anos, com 1.000.000 de estrangeiros a verterem-se nesse pequeno pais ...depois podia ser tarde.

Lembram-se dos "retornados" ?

Que chegaram em quantidade em poucos meses?

Eram Portugueses....eram cidadãos...tinham todo o direito de voltar na sua pátria, e mesmo assim os problemas para integra-los foram muitos e difíceis de resolver, e todos falavam português e tinham um mentalidade bem portuguesinha. Agora pensem em 1.000.000 de pessoas que não têm praticamente nada a ver convosco...

Continuem criticando a dureza de outros governos europeus, é a politica e está no vosso direito, como Portugueses, de terem ideias diferentes...mas não pensem que vão ficar tranquilos ainda por muitos anos...

A grande vaga dos invasores já corre rápida como um maremoto rumo a Portugal...


:

publicado por Il Conte às 18:35
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|

arquivos

Outubro 2010

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

recentes

Apanhados os dois animais...

Uma Itália estilo "Far We...

Revolta dos imigrados ile...

Juntos , contra a violênc...

O Esercito Italiano contr...

Hammarberg acordaaaaaaaaa...

Mas que grande seca a Uni...

Acabou bem, a Fatima vol...

Estados Unidos da Europa?...

Infelizmente vão mudar de...

Assuntos

a.o.i.

aborrecimento

acordo ortográfico

aktion t4

amizade

amor

anjo mudo

appena prima di partire

arquitectura fascista

asmara

beppino englaro

berlusconi

blackberry

blog

brasil

brasileiros

cacao meravigliao

camões

caprichos

carro

carros

cersaie

cesare battisti

chatice

codigo ladrões romenos

criminalidade

criminosos romenos

crise

democracia

desejo

dinheiro

direito à vida

duce

eluana

eluana englaro

emprego

emprego portuguesinho

eritreia

europa

europa de lepanto

eutanasia

ezra pound

fascismo

federico moccia

felicidade

ferias

flaminio maphia

forças armadas

fragmentos discurso amoroso

futebol

gratidão

hammarberg acorda!

hitler

ho voglia di te

homem estupido

humor

ilusões

imigração sem travões

italia

italia aos italianos

l'aquila

lula

luta à anarquia

luta à criminalidade estrangeira

maluquice

mara carfagna

mulher

mulheres

musica

musica italiana

nautica

officina del tempo

papagaios

perigo imigração

perigo imigrados

perigo romenos

ple

portugal

português língua estrangeira

problema criminalidade

problema romenos

problemas imigrados

racismo

relógios

relogios

rolex

romenos

saudade

saudades

segurança

sonhos

stronza

terrinha

tiziano ferro

trabalho

vida

violencia

violencia contra as mulheres

zero assoluto

todas as tags

links
feeds
pesquisar