Um espaço italianinho e maluco

Quinta-feira, 7 de Outubro de 2010
Countdown

Se Deus quiser daqui a duas semanas ou menos vou para a minha terrinha. Vou estar no norte, durante 4-5 dias, por motivos de trabalho, com um colega meu, vamos visitar uns clientes italianos da nossa sociedade e vamos também a procura de novos clientes no mercado italiano. Depois, vou três dias para L'Aquila, sozinho, o meu colega volta sozinho para Portugal, de Milão, e eu fico mais três dias de ferias na minha terrinha, depois volto sozinho desde Roma. Este seria o plano. Tenho esperança que corra tudo bem. A saudade da minha terrinha é imensa, eu até gosto de Portugal, mas  para a minha terra tenho um amor diferente, maior, e também é normal que assim seja. Amo-a ainda mais agora que vivo longe dela. terei que aproveitar ao máximo esses três dias que tenho. Também hei de me encontrar com a minha ex-esposa. na Itália existe uma lei absurda que obriga os pares a ficarem três anos separados judicialmente vivendo em casas diferentes antes de terem o direito de pedir o divorcio. A minha esposa e eu separamo-nos a 13 de Outubro de 2007, portanto a partir de 13 de Outubro de 2010 temos o direito de pedir o divorcio. Já marquei encontre com ela, que não queremos perder mais tempo e vamos começar logo o processo para o divorcio. Assim hoje peguei no meu velho telemóvel italiano e liguei para ela, quase uso o meu telemóvel italiano cá, pois é mais barato utilizar um telemóvel português, claro, e eu tenho dois, um pessoal e outro da empresa, profissional, mas hoje peguei no italiano e liguei para a minha ex esposa italiana, para marcar um compromisso com ela, numa cidade a beira mar na Itália central, onde ela vive. Apesar de tudo gosto da minha vida. Já volto a sentir aquela gratidão para a vida. Só gostava de ter mais dinheiro no bolso, isso sim, custa-me acostumar-me a estes ordenados portuguesinhos, contudo vive-se bem em Portugal, ganha-se muito pouco aqui, mas Portugal é um pais lindo onde se vive bem.


:
música: vou-me embora vou partir

publicado por Il Conte às 19:17
link do post | comentar | favorito
|

Sábado, 2 de Outubro de 2010
Às veses eles voltam....

Hoje quis fazer esta loucura de voltar a escrever num blog acabado, terminado...como um zombie quis voltar por estes lados, semear um bocadinho de terror por ai...

Mas então o blog não estava acabado, morto? Qual a razão agora para voltar a escrever aqui?

Não há uma razão especifica, por um lado queria voltar a escrever algo e não me quis dar ao trabalho de criar outro blog novo, por outro lado também a vida é maravilhosa mas curta e uma excessiva coerência é um luxo, temos a obrigação de estar sempre preparados ao caos, ás mudanças, às coisas sem sentido. E assim cà estou eu outra vez. Nem sei se só por hoje ou se voltarei a escrever duma forma regular. O meu papagaio não para de gritar, por acaso está a dizer: "Non si fa!!!" (não se faz). Será que hei de ouvir o conselho dele? Ele raramente fala e agora está ai aos gritos a dizer NON SI FA ! (O meu papagaio è italiano como eu).

Continuo vivendo em Portugal, mas com muitas saudades das minhas montanhas italianas. Se Deus quiser daqui a poucas semanas, ainda neste mês, vou para Itália, em trabalho. Ah...mudei de trabalho, já não trabalho numa fabrica, à noite, agora trabalho de dia, no sector turistico, e trabalho principalmente com Italianos. Trabalho com turistas italianos, aqui em Portugal. Adoro este meu emprego porque da-me a possibilidade de falar na minha língua todos os dias, pelo telefone e nos emails, e de ir para Itália em trabalho de vez em quando. Como todos os empregos portugueses só tem um defeito: o ordenado, comparado com os ordenados italianos, continua tão ridiculo quanto o meu velho ordenado na fabrica. realmente cà em Portugal ganha-se tão pouco!!! eu por acaso gosto imenso de Portugal e dos Portugueses, adoro viver aqui, mas que saudades dos meus ordenados italianos....

Começo a ficar um bocadinho cansado dos tratamentos economicos à portuguesa. Estou a pensar arranjar um emprego em Portugal por uma sociedade italiana (com ordenado italiano) ou então voltar para a minha terrinha e pronto, e eventualmente ir para Portugal só em ferias.

Mas é tão bom viver aqui...este pais é tão bonito...que pena estes ordenados ridiculos que se costumam pagar em Portugal...

Gostava de ouvir a opinião de outros: não se cansam de ganhar tão pouco? Não tem vontade de largar este "Jardim à beira mar plantado" para ir trabalhar num pais estrangeiro, eventualmente menos bonito de Portugal mas onde se viva duma forma mais prospera?



publicado por Il Conte às 23:36
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

Quinta-feira, 10 de Setembro de 2009
Português levanta o cú do sofá...

Se és Português levanta o cú do sofá, não tens vergonha em deixar que sejam sempre os outros a lutarem para ti?


Assuntos:

publicado por Il Conte às 17:52
link do post | comentar | favorito
|

Terça-feira, 23 de Junho de 2009
Comunistas estragam economia portuguesa prejudicando o turismo

 Conteudo original deste post apagado por respeito à privacidade.


: anticomunista

publicado por Il Conte às 14:36
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

Quarta-feira, 3 de Junho de 2009
IEFP

Hoje pela manha até fui cadastrar-me no centro de emprego do IEFP , vou seguir até este canal um bocadinho antiquado , as esperanças de encontrar algo através deste canal "oficial" são mesmo muito poucas, mas quero seguir também o caminho da procura através dum serviço publico, por enquanto passaram-me o contacto duma sociedade do norte que procura comerciais e então enviei-lhes um CV. Pela tarde ligou-me uma sociedade , timham posto um anuncio no jornal ao qual tinha respondido e convocaram-me amanha para uma entrevista. Pela manha também tive o choque de reparar como os ordenados portugueses sejam muito bais baixinhos dos italianos, bem, eu já sabia isso, mas fiquei um bocadinho irritado reparando que, por exemplo, uma simples enfermeira, na Itália, ganha mais de duas vezes o que em Portugal oferecem para um farmaceutico ou um médico, isso não é justo, na minha opinião, se eu fosse um enfermeiro português, mas se calhar também se fosse um médico, punha-me a estudar italiano, depois mudava para Itália e ganhava mais.

Mas a Itália é um pais perigoso, enquanto Portugal anda continua muito seguro, e depois Portugal está cheio de Portuguesas, agora as Italianas podem também ser lindas, não digo que não, mas não há no mundo mulher melhor da mulher portuguesa, então se calhar vale a pena ficar aqui, apesar dos tratamentos economicos não demasiado aliciantes.

Viva Portugal, apesar da crise, apesar do desemprego e apesar dos tratamentos economicos.


Assuntos:

publicado por Il Conte às 16:22
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|

Sexta-feira, 29 de Maio de 2009
Feliz.

Chegar a Portugal, depois de ter percorrido a Espanha de carro é um bocado como conseguir sair de um deserto e voltar a encontrar a agua e a vida. lembro a felicidade que experimentei quando passei uma noite em Vilar Formoso, tinha atravessado a Espanha mais um pedaço da França de carro e estava cansadito e aborrecido, a Espanha é um pais tão aborrecido...mas que felicidade chegar em Portugal. O Hotel Lusitano fica mesmo ali na Avenida Fronteira, em Vilar Formoso, e pelas janelas dos quartos vê-se a fronteira entre Espanha e Portugal. Para mim felicidade na vida pode ser também simplesmente estar em terras portuguesas, a poucos metros de um pais aborrecidíssimo e pensar : Graças a Deus estou em Portugal. Assim, se um dia estiveres triste ou deprimido/a, apanha o carro ,o comboio ou o autocarro e vais dar uma volta até à fronteira portuguesa mais próxima, depois, ficando em território português, olha para a Espanha, e agradece Deus por seres Português ou então ao menos por viveres em Portugal, ainda que sem seres Português. Imagina por um instante como seria viver na Espanha, entre os Espanhóis ! Mamma mia ! Não tenho nada contra eles, sendo cristão amo todos, mas são assim tão aborrecidos, comparados com os Portugueses...

Hoje fui ao centro empresarial da região em que moro cadastrar o meu CV. À tarde tenho uma entrevista marcada com um empresário português que anda com um projecto imobiliário muito importante, ver se pode dar uma mãozinha com o emprego. Outra entrevista, com uma sociedade italiana que tem sede também cá em Portugal tenho para a semana, isso seria mesmo o máximo da sorte: trabalhar em Portugal mas por uma sociedade italiana, quer dizer, portuguesa mas de propriedade italiana. Veremos.

Mas por enquanto sou feliz.

Também voltei a contactar com os camaradas do Movimento Pró Pátria, o Movimento Pró Pátria é um Movimento politico português que trabalha para manter Portugal um pais "bem portuguesinho" , baseado nos valores tradicionais da civilização ocidental e cristá. Aconselho de se aproximarem ao Movimento Pró Pátria a todas essas Portuguesas e a todos esses Portugueses que continuam acreditando na importância do Trabalho, da Lei, da Família, da Pátria.

Eu amo Portugal.


: apaixonado por Portugal
Assuntos:

publicado por Il Conte às 11:58
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|

Quinta-feira, 21 de Maio de 2009
Para a frente, devagarinho.

Ontem, depois duma linda viagem de carro, cheguei a Portugal. Parti na segunda feira da Itália, e cheguei até Carcassonne, na França. A França não é feia mas é muito cara e tem um sistema de comunicação de autoestradas que é absurdo, além de ser muiuto caro conduzir nas auto estradas francesas é também um bocado chato pois cada dez quilometros há portagens para apanhar bilhete ou pagar. Na Itália uma pessoa pode apanhar a autoestrada em Ventimiglia, na fronteira com a França e chegar onde quiser, na Itália, parando uma vez para apanhar o bilhete e uma vez por pagar, à saida, pois apesar de termos mais de uma sociedade que tem concessão para cobrar, também há um sistema para depois repartirem as entradas entre as varias sociedades , com base nos quilometros percorridos em cada area de competencia, trata-se de algo muito simples, na França não, eles mandam parar cada poucos quilometros para cobrar, eu parei uma duzia de vezes e gastei imenso tempo em filas , achei tudo isso realmente ridiculo, em 2009. Por outro lado apreciei o Hotel em Carcassonne, moderno, limpinho e com uma óptima relação entre preço e qualidade, com o hotel a França compensou aos meus olhos os pontos perdidos no sistema das estradas.

Na quarta acordei em Carcassone e pensava parar em Salamanca, mas depois achei a Espanha um pais tão aborrecido que fiz questão de continuar conduzindo até Portugal, então continuei até Vilar Formoso, mas à fronteira portuguesa estava mesmo cansado, depois de mil quilometros nas estradas e então parei, durmi no Hotel Lusitano, adorei pois a janela do quarto dava mesmo para a Fronteira com a Espanha. Ontem finalmente cheguei à que agora é a minha casa portuguesinha. Pela tarde fui dar umas voltas de Mercedes com o primo da minha portuguesa preferida, precisava da minha ajuda por causa de umas peças italianas que precisava consertar. Ontem à trade recebi uma nova bonita, uma sociedade portuguesa que produz ceramicas à qua tinha enviado o meu CV há uns dias ligou-me para me marcar uma entrevista para segunda feira 25. Algo começa a mexer. Mas eu continuo com Fé em Deus e sei que apesar desta crise ainda vou conseguir arranjar um emprego em Portugal. Sinto que o Senhor não me deixou chegar cá só para brincar com os meus sonhos, sinto que continuando procurando e batendo a muitas portas um dia hei de encontrar uma possibilidade para viver em Portugal ganhando o meu pão aqui, sem gastar as minhas poupanças. Se não conseguir encontrar nada neste ano de 2009, voltaria à Itália, pois não seria capaz de deixar-me manter por uma parceira, nem pensar. hei mesmo de arranjar um emprego enquanto tenho poupanças para procurar sem pressa, senão teria que voltar à minha terrinha. Mas não vou voltar, não, eu sei que agora tenho à frente a parte portuguesinha da minha vida.

Ah...já sabem...eu amo este pequeno-grande pais, e ainda mais amo a sua gente.

Viva Portugal.


:
Assuntos:

publicado por Il Conte às 16:22
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
|

Quinta-feira, 14 de Maio de 2009
Fim de semana na Itália.

Amanha tenho voo para Itália, pois no domingo casa a minha mana. Vou ficar o fim de semana no meu pais. Depois, se tudo correr bem, para a semana voltaria para Portugal mas de carro, levando comigo o meu papagaio Tejo, desde L'Aquila até esta cidade portuguesa em que me encontro seriam mais de 2.500 quilometros, segundo o meu navegador do carro, mas acho que ia para Portugal devagarinho, sem pressa, durmindo uma ou duas noites em hoteis, na estrada. É linda esta cidade portuguesa em que me encontro, acho que podia viver bem aqui, mas já sei que vou ter saudades das minha montanhas, não vou ver o Gran Sasso com neve 10 meses por ano, aqui só colinas, nada de montanhas nem de neve. Também terei saudades do dialecto da terrinha, que adoro. Em troca vou ter o amor duma mulher portuguesa que me enche de carinho e miminhos: parece-me um negocio razoavel.

Ainda estou cheio de confusões porque com esta crise nem sei se vou arranjar um emprego em Portugal, veremos. A condição para eu conseguir ficar era mesmo encontrar algo para fazer aqui, senão aborrecia-me e gastava as minhas poupanças.

Hoje fui à saude pedir esclarecimentos para eu ter acesso ao sistema de saude português, se precisar de cuidados médicos. Aqui há uma duzia de agências para o emprego, já me cadastrei em quase todas, só me ficou uma , fui pela manha mas estava fechada, voltarei lá à tarde. Quando voltar terei que tentar no sector do turismo, praias ou peregrinos religiosos. Para mim, agora que descobri a Igreja evangelica, as peregrinações não fazem sentido nenhum, pois só acredito em Jesus e não acredito em Fatima, mas se fosse preciso para arranjar emprego até podia passar por catolico ! Afinal tenho sido cátolico até há poucos meses...

Depois do dia 20 tenho entrevista com uma sociedade portuguesa cuja propriedade está em mãos italianas...eu gostava de trabalhar com eles, enviei um cv e eles responderam oferecendo-me uma entrevista, tenho esperança que me corra bem, eu bem precisava.

Mas eu sozinho não posso fazer muito então faço o que posso, mas depois sempre peço ajuda ao Senhor, pedindo para ele me apoiar, que já ví que sem Ele nada é possível.


: à porta duma nova vida

publicado por Il Conte às 11:36
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

Terça-feira, 12 de Maio de 2009
Mais uma amiguinha.

Vou mudar a hora do meu blog, antes aparecia a hora italiana, mas como agora estou em Portugal vou colocar a Portuguesa.

Cá na casa da minha portuguesa preferida  arranjei uma nova amiga: a gata que aqui vive. Damos muito bem e ela aceitou-me logo, a própria dona ficou admirada por ela dar-se tão bem comigo Mas os animais sabem perceber imediatamente, em poucos segundos, quais são os amigos e quais os inimigos, nós os humanos é que às vezes ficamos enganados.

Hoje abri uma conta num banco português, agora posso transferir dinheiro desde Itália para Portugal, se e quando precisar, facilmente. Já tratei da papelada, agora , se encontrar um emprego, sendo europeu, posso viver e trabalhar em portugal sem problemas, tendo todos os direitos dos cidadãos portugueses mas sem o direito de voto, claro. Mas posso ter acesso ao sistema de saude, se precisar. Eu sempre a queixar-me querendo menos Europa, menos Bruxelas, mas agora que estou aqui como estrangeiro, vejo como para mim, que sou Europeu, tudo é muito mais simples, comparados com estrangeiros vindos de paises fora da UE, para esses tudo é mais cumplicadinho a nível de burocracia, mas um cidadão europeu pode viver sem problemas em qualquer estado da União. Fiquei admirado pois esperava dificuldades maiores, mas afinal estou a ver que fica tudo muito simples. Antes assim !!!


Assuntos: ,

publicado por Il Conte às 20:17
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

Segunda-feira, 11 de Maio de 2009
Um homem novo, uma vida nova.

Sexta Feira tenho avião para Itália, pois no domingo casa a minha mana, mas já para a semana, se calhar, sou capaz de pegar no meu carro, pegar no Tejo (o meu papagaio chama-se Tejo) e depois voltar a Portugal de carro. Estou a pensar seriamente viver em portugal por uns tempos. O Responsavel da proteção civil italiana durante uma visita em L'Aquila na semana passada garantiu que o governo italiano vai pagar os custos para os consertos da cidade, também consertando as casas particulares. É bom viver na Europa, as taxas podem ser altas mas também é verdade que recebemos muita assistencia pelos nossos estados, provavelmente posso consertar a minha casa em L'Aquila sem ter que ser eu a pagar o custo e sim sendo ajudado pelo governo. O problema é que a minha casa fica numa area classificada como vermelha e portanto só posso consertar daqui a uns meses, provavelmente é coisa para o ano. Agora, como não quero ficar baixo duma tenda da proteção civil durante meses acho que vou mas é viver um bocadinho em Portugal. Hoje tirei o numero de contribuinte nas Finanças de Portugal, cadastrei-me numa agencia de empregos e pedi comprovativo da morada portuguesa na Junta de Freguesia. Amanha, se Deus quiser, abro uma conta num banco português. Também comprei novo telemovel com numero de operador telefonico português. Sexta Feira vou para Itália, mas só porque minha mana casar, mas logo depois do casamento volto para Portugal, desta vez de carro. Acabo de escrever que faria isto, faria aquilo, mas acho que falta o mais importante : vou fazer tudo isso só SE DEUS QUISER. Pois o homem propõe e Deus dispõe. Mas eu apresento os meus sonhos ao Senhor, e depois deixo tudo nos cuidados dele, pois só quero viver de acordo com os planos do Senhor, acabei de pretender conduzir sozinho a minha vida e quero o Senhor ao meu lado como primeiro piloto da minha vida. Desde que deixei entrar Deus na minha vida sinto-me muito feliz e coisas maravilhosas acontecem-me cada dia. Eu amo Jesus Io amo Gesù Gloria a Dio Alleluia



publicado por Il Conte às 17:30
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|

arquivos

Outubro 2010

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

recentes

Countdown

Às veses eles voltam....

Português levanta o cú do...

Comunistas estragam econo...

IEFP

Feliz.

Para a frente, devagarinh...

Fim de semana na Itália.

Mais uma amiguinha.

Um homem novo, uma vida n...

Assuntos

a.o.i.

aborrecimento

acordo ortográfico

aktion t4

amizade

amor

anjo mudo

appena prima di partire

arquitectura fascista

asmara

beppino englaro

berlusconi

blackberry

blog

brasil

brasileiros

cacao meravigliao

camões

caprichos

carro

carros

cersaie

cesare battisti

chatice

codigo ladrões romenos

criminalidade

criminosos romenos

crise

democracia

desejo

dinheiro

direito à vida

duce

eluana

eluana englaro

emprego

emprego portuguesinho

eritreia

europa

europa de lepanto

eutanasia

ezra pound

fascismo

federico moccia

felicidade

ferias

flaminio maphia

forças armadas

fragmentos discurso amoroso

futebol

gratidão

hammarberg acorda!

hitler

ho voglia di te

homem estupido

humor

ilusões

imigração sem travões

italia

italia aos italianos

l'aquila

lula

luta à anarquia

luta à criminalidade estrangeira

maluquice

mara carfagna

mulher

mulheres

musica

musica italiana

nautica

officina del tempo

papagaios

perigo imigração

perigo imigrados

perigo romenos

ple

portugal

português língua estrangeira

problema criminalidade

problema romenos

problemas imigrados

racismo

relógios

relogios

rolex

romenos

saudade

saudades

segurança

sonhos

stronza

terrinha

tiziano ferro

trabalho

vida

violencia

violencia contra as mulheres

zero assoluto

todas as tags

links
feeds
pesquisar