Um espaço italianinho e maluco

Terça-feira, 31 de Março de 2009
Papagaios : Cicciotto e Tejo

 

O Cicciotto é lindo, tem cores lindas, mas é muito tímido e desconfiado, pode sair da gaiola se deixada aberta e dar um passeio por ai, depois volta na gaiola sozinho, é um papagaio tranquilo e muito bem portado, mas um bocadinho aborrecido e antipático, não ligando nada ao dono. È também um bocadinho palerma...
CICCIOTTO ( o que  em português quer dizer "gorducho"), na gaiola dele, é um Rosela de Pennant , especie de origem Australiana, nome da especie "Platycercus elegans" , 36 cm , vive na natureza na Australia oriental, no litoral mas também na serra, é comum nos parques e jardins das grandes cidades australianas.  
O Tejo é um papagaio que tem cores menos lindas do Cicciotto mas tem outras qualidades e eu gosto mais dele: é muito mais amigo e companheiro, gosta de brincar comigo, procura a minha companhia, trepa nos meus braços e fica no meu ombro, da-me beijinhos no pescoço, é uma simpatia, é muito meigo e carinhoso, e depois é muito mais espertinho do outro. No que respeita os papagaios, as especies da America Latina e da África são geralmente mais inteligentes das especies australianas.
O TEJO a trepar no meu braço, é um papagaio monge, especie de origem latinoamericana, 29 cm, nome da especie "Myiopsitta Monachus"  vive na natureza na Argentina, no Uraguay e no sul do Brasil, é um papagaio que vive nas planicies. É bastante perigoso pelos agricultores pois estraga os cultivos e por isso é caçado, mas continua muito comum.  

 


Assuntos:

publicado por Il Conte às 09:19
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|

Terça-feira, 24 de Março de 2009
As regras do papagaio

As regras do papagaio, segundo Jane Hallander, dona de um papagaio.

  1. Se gostas disso então é meu
  2. Se consigo apanha-lo é meu 
  3. Se está no meu bico é meu
  4. Se consigo apanhar-to é meu
  5. Se recebi há bocado é meu
  6. Se é meu nunca deve parecer que seja teu
  7. Se estou mastigando algo, todos os pedaços são meus
  8. Se parece ser meu é meu
  9. Se eu vi isso primeiro é meu
  10. Se tens algo e o pousas, isso é logo meu

 

Ah...os papagaios são animais extraordinários, eu tenho três e estou aprendendo muito com eles, recebo cada lição de vida! Eles são aqueles teimosos! São espertinhos e marotos, e muito egocêntricos, mas são adoráveis na mesma.


: cumplice

publicado por Il Conte às 22:42
link do post | comentar | favorito
|

Sábado, 21 de Março de 2009
Papagaio sozinho e triste

O meu papagaio tem andado muito triste e melancolico, anda muito deprimido, coitado, deve ser por estar sozinho na gaiola o dia todo. À noite eu brinco um bocado com ele, mas provavelmente não chega, ele deve aborrecer-se. Já tinha lido disso, que depois alguns papagaios, se deixados sozinhos, começam a deprimir-se. É que por outro lado, se um papagaio tem parceiro do outro sexo na mesma gaiola, então geralmente não liga muito ao dono e sim só liga ao parceiro! Eh eh eh, é natural!!! E assim tinha comprado só um, ver se conseguia treina-lo um bocado, brincar um bocado com ele. Mas agora, ao vê-lo tão deprimido, fico com pena dele. Até tinha comprado um par de papagaios menores, "Agapornis", que aqui chamamos de "inseparavéis" , tinha colocado noutra gaiola, perto dele, mas ele não quer a companhia de outros papagaios de raças diferentes e sim acho que quer mesmo um parceiro da mesma especie. Acho que se continuar assim triste e deprimido terei mesmo que comprar uma Rosela de Pennant fêmea.

 


Assuntos: ,

publicado por Il Conte às 13:13
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

Domingo, 1 de Março de 2009
Conquistar a confiança dum papagaio.

Será que alguém tem dicas para me dar para eu conseguir conquistar a confiança do meu papagaio? É um exemplar masculino de Rosela de Pennant, é de tamanho médio, todo vermelho com umas riscas azuis escuras, é muito asseadinho e porta-se bem mas é muito desconfiado! Eu sei que os papagaios são geralmente teimosos e desconfiados, são animais simpáticos mas que podem ter feitios terríveis, gostam geralmente de imitarem e também de mandarem, menos de obedecerem. Nem penso em ensinar-lhe a falar, que essa raça não é das mais indicadas para aprender a falar, mas ao menos queria deixa-lo sair da gaiola , aprender a comer da minha mão, posar no meu ombro, brincar um bocado, essas coisas que fazem todos os papagaios. Mas ainda anda muito desconfiado de mim. Ontem consegui que comesse um pedacinho de kiwi da minha mão (ele dentro da gaiola e eu fora) mas somente olhando para outro lado e fingindo que não me estava a aperceber que ele tinha-se aproximado e estava a comer. Se olhar para ele, ele tem medo e não se aproxima.

Fui ver em duas livrarias mas só encontrei livros sobre as varias raças de papagaios, não encontrei sobre como treina-los. Acho que vou ver na net, há um site suíço em língua italiana que ajuda um bocadinho (www.pappagalli.net) mas precisava de saber mais. Se alguém tem papagaios e me quer dar umas dicas eu agradecia muito.

 


: amigo do meu papagaio

publicado por Il Conte às 13:33
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
|

arquivos

Outubro 2010

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

recentes

Papagaios : Cicciotto e T...

As regras do papagaio

Papagaio sozinho e triste

Conquistar a confiança du...

Assuntos

a.o.i.

aborrecimento

acordo ortográfico

aktion t4

amizade

amor

anjo mudo

appena prima di partire

arquitectura fascista

asmara

beppino englaro

berlusconi

blackberry

blog

brasil

brasileiros

cacao meravigliao

camões

caprichos

carro

carros

cersaie

cesare battisti

chatice

codigo ladrões romenos

criminalidade

criminosos romenos

crise

democracia

desejo

dinheiro

direito à vida

duce

eluana

eluana englaro

emprego

emprego portuguesinho

eritreia

europa

europa de lepanto

eutanasia

ezra pound

fascismo

federico moccia

felicidade

ferias

flaminio maphia

forças armadas

fragmentos discurso amoroso

futebol

gratidão

hammarberg acorda!

hitler

ho voglia di te

homem estupido

humor

ilusões

imigração sem travões

italia

italia aos italianos

l'aquila

lula

luta à anarquia

luta à criminalidade estrangeira

maluquice

mara carfagna

mulher

mulheres

musica

musica italiana

nautica

officina del tempo

papagaios

perigo imigração

perigo imigrados

perigo romenos

ple

portugal

português língua estrangeira

problema criminalidade

problema romenos

problemas imigrados

racismo

relógios

relogios

rolex

romenos

saudade

saudades

segurança

sonhos

stronza

terrinha

tiziano ferro

trabalho

vida

violencia

violencia contra as mulheres

zero assoluto

todas as tags

links
feeds
pesquisar