Um espaço italianinho e maluco

Terça-feira, 7 de Outubro de 2008
Nautica Ocean 50 - Margem sul - Agosto de 2008

 

Foto tirada pela internet
O Ocean 50 da Nautica no meu braço. Margem sul do Tejo, Agosto de 2008.

 

 

Era meio dia quando tirei essa foto. Na altura pensei por um instante de atravessar essa alameda, pensei que o que queria era sentar-me no assento traseiro dum velho carro francês, pensei por um instante num perfume que desconheço e que queria experimentar, pensei num olhar, pensei numas mãos, pensei em muita coisa.

Depois simplesmente tirei uma fotografia para guardar uma lembrança desse grande "não" que tive que dizer a mim proprio.

Há uma mulher que amo, hoje, amo-a à serio, e sinto-me muito amado por ela. Estou muito feliz, sei que um dia vou viver ao lado dela, ainda não sei quando, mas sei que vou.

Mas depois há alturas em que estou na minha cama, sozinho, e então nem sempre penso nela, às vezes penso...

Uff...tenho aquelas saudades...e não posso dizer nada, não posso fazer nada, posso somente respirar fundo, viver essa sensação de falta e de saudade e depois continuar na minha vidinha. Mas não consigo esquecer...acho que essas imagens vão ficar na minha alma para sempre...

Sim, hoje sinto-me um bocado "T..."


: t...

publicado por Il Conte às 22:18
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

Quarta-feira, 23 de Julho de 2008
Gioie e dolori

 

O meu nautica, comprei este ano e já está na oficina porque avariado, está a dar dores já desde logo este maldito. O meu Rolex de 1969, apesar dos 39 anos o meu Rolex continua trabalhando bem sem problemas, um bom relogio mesmo!

 

Donne e motori, gioie e dolori

Mulheres e motores, joias e dores

O ditado italiano lembra como as mulheres e os carros podem ser motivo de joias mas também de dores. Agora, no que respeita as mulheres, sem duvida, mas já falei bastante em mulheres nos útlimos posts e não quero voltar a falar nelas, não fiquem elas pensando serem assim tão importantes como isso, no que respeita os motores tive sorte, o meu velho Mercedes come os quilometres sem chatear-me e só paro na oficina cada 20.000 quilometros para mudar o oleo. Mas os problemas serios são os meus relogios!

Os relogios! Muitas joias com os relogios, mas também muitas dores. Tenho muito relogios e gosto de mudar frequentemente. Nestes dias estou a ter muitas dores de figado porque preocupado pelo meu Nautica, que comprei somente este ano e já está na oficina pois precisa de ser consertado! Nossa, comprei há poucos meses e já está a dar-me problemas! Malandro! Eu gosto desse, é grande, pesado, mas agora que ficou avariado depois de poucos meses: que desilusão! Pronto, já estou zangado com ele, quando ficar consertado acho que vou ignora-lo por uns tempos, não vou voltar a colocar no pulso, assim aprende a portar-se mal !

Hei de aprender aos relogios a portarem-se bem comigo, eu que tenho sempre tantas atenções para eles...

Tenho um Rolez de 1969, um relogio que tem 39 anos. Não tem bateria, é automatico, carrega-se com o movimento do braço, em 39 anos de vida esse relogio só foi para a oficina 3 vezes e sempre foram registradas no interior do relogio: em 1979, em Roma, (limpieza) em 1989, em Roma (limpieza), em 2003 em L'Aquila (limpieza e conserto). Três vezes em 39 anos e dessas três vezes, duas vezes por simples limpieza e controlo de rotina cada 10 anos.

Conselho: se puderes, compra um Rolex. Nada de baterias, nada de porcarias chinesas e sim mecanica tradicional suiça. Olha para o relogio que trazes no teu pulso: Quantos anos tem esse relogio? Achas que vai durar 39 anos? Um Rolex acompanha-te para toda a vida, não te vai nunca deixar, vai marcar sempre o tempo, para ti, amigo fiel. E depois nunca passa na moda. O meu rolex datejust de 1969 continua produzido, o datejust de agora é praticamente igual, não mudou quase nada.

Esse Nautica, que tem bateria, já está na oficina para ser consertado !

Estupido relogio! Estupido!

Tenho um apego imenso aos meus relogios, quando fico com um deles para consertar fico nervoso !

A gaja da loja há duas semanas que tem o meu Nautica nas mãos e ainda não mo devolve consertado. Só me disse que o conserto vai custar 60 euros...Tá, podia ser pior, mas se ao menos mo devolvesse!

Ufaaaaaaaa

Quero o meu relogio consertado de volta!

Depois vou deixa-lo numa gaveta por uns tempos, que fiquei desiludido, ficar ele avariado logo no inicio!

O leitor deve achar este meu apego aos relogios uma maluquice. Pois é, tenho a mania dos relogios, fazer o quê, gosto imenso de relogios.

Ah...eu procuro um IWC "portuguese" ratrapante, a IWC acabou a produção desse modelo, portanto só em segunda mão, se tens um e queres vender....


:
Assuntos: , ,

publicado por Il Conte às 20:36
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

Domingo, 27 de Abril de 2008
Seguindo conselhos
Até agora só recebi uma opinião, acerca deste problema enorme que tenho, escolher qual o relógio a por no pulso mais frequentemente, segundo a primeira pessoa que quis ter a bondade de participar à sondagem e que desde já agradeço, e que seria uma pessoa "moderna" seria melhor o nautica , o outro teria um look passadista. Nem sei se isso era bom ou mal, eu sou aquele conservador...sou reaccionário mesmo e com um apego enorme à tradição...não sei...gosto muito do nautica , sim, mas o officina del tempo é automático (o nautica não é, tem a sua bateria bem moderninha ) e depois tem um look mais italianinho . Enfim gosto mesmo dos dois...se calhar devia por 50% cada um? O problema é que também tenho outros relógios de que gosto, muitos ficam sempre guardados e nunca saem na rua, mas alguns utilizo, de vez em quando, o rolex nas ocasiões mais formais (casamentos, festas, negocios importantes a fechar) , o eterna , que me acompanha desde 1997, o suunto , quando quero levar comigo o relógio para o mar ou a piscina. Queria ouvir ainda duas opiniões ...para ver o que pensa a maioria , com duas opiniões em três já havia uma maioria, não era?
Então que alguém dê também a opinião dele, se faz favor.

É preciso voltar a falar também dum tema que apesar de ser aborrecido é contudo importante: a criminalidade a subir sem travões devido à imigração romena.  Este problema por enquanto aflige imenso a Itália mas pode chegar a Portugal também e quero que os Portugueses saibam para que fiquem desconfiados e tenham cuidado com os romenos. Apesar de não serem evidentemente todos criminais, devemos contudo constatar que entre eles a percentagem de pessoas que cometem crimes é realmente enorme,
Aqui em Parma, a cidade onde vivo, um deles tem sido apanhado duas vezes em cinco dias!
Chama-se Anatolie Bratacenko , tem 39 anos e vive sabe-se lá onde algures na cidade, provavelmente numa barraca ou numa casa abandonada. No sábado da semana passada os Carabinieri bloquearam-no porque andava por ai com ar suspeito à volta duns carros estacionados, ainda não tinha roubado nada, mas depois dos controlos viu-se que o juiz já lhe tinha dado um decreto de expulsão para ele deixar o território italiano mas ele esteve-se nas tintas e ficou no pais apesar da expulsão, então tinha sido preso, mas como as cadeias italianas já tem mais de 40% de imigrados e não há fisicamente muito lugar para prender todos então à meia noite da quarta feira já estava outra vez à solta, tendo ficado somente poucos dias na prisão. Mal saído o que é que faz o nosso romeno? Lá vai ele a roubar, introduzindo-se nas caves dum prédio e partindo a porta duma cave para roubar. Primeiro apanha uma bicicleta, que atira para a rua, mas não satisfeito volta à cave para roubar mais uma , felizmente o dono de casa apercebe-se do que está a acontecer e chama os Carabinieri (que Deus o abençoes, coitados, tem imenso trabalho!) e desta vez volta na prisão mas não é por uns dias, desta vez vai ficar. Outro Romeno, com apenas 20 anos foi apanhado há dois dias no porto de Civitavecchia (o porto de Roma) enquanto estava a subir num barco para escapar depois de ter morto dois italianos, um casal. Todas as forças de policia italianas, e particularmente os Carabinieri , estão a fazer um excelente trabalho e vencem muitas batalhas nesta guerra contra a invasão da criminalidade romena, mas infelizmente ainda fica muito para fazer, principalmente a nível de leis, pois desde que a Roménia entrou na união europeia foi o fim...a única esperança passa pela introdução de visas para moderar no máximo a imigração desta gente no pais assim como para a introdução de penas mais severas e caminhos de expulsão mais eficazes e mais rapidos , logo que apanhados a cometerem crimes, os romenos devem ser expatriados o mais depressa possível . Eu sei, por enquanto os Portugueses não têm este tipo de problemas, mas eu amo Portugal, amo os Portugueses, e tenho esperança que não cheguem a passar pela violência em que andam metidos os Italianos, oxalá tanta violência lhes seja poupada. Quando lês todos os dias nos jornais muitas noticias de crimes que têm por autores os romenos, depois já não te importas muito se alguém pode chamar-te de racista quando falas mal deles. Pronto, eu não gosto nada de romenos. Sou racista? Sou, sim, se isso quer dizer que sou, então sou mesmo.

:

publicado por Il Conte às 13:56
link do post | comentar | favorito
|

Domingo, 6 de Abril de 2008
Mais um relógio

Ontem, Sábado , fui dar uma volta ver umas lojas e acabei comprando mais um relógio. Vá ...devia era vender todos os que já tenho e comprar esse dos meus sonhos, o IWC "Português", o modelo ratrapante de que gosto custa uns 8.000,00 euros (novo). Mas é que também gosto desses que já tenho e não quero ficar sem eles só para depois ter só um, ainda que seja mesmo esse dos meus sonhos. Afinal acabei comprando um Nautica , um oversize bem grandinho e pesadinho de 50mm , cinto de cabedal encarnado e caixa em titânio , é lindinho e custa 339,00 euros em Itália. Também tive que levar para consertar o meu Kontiki, porque precisa de mudar a coroa para ajustar as horas.
Quase gosto mais dos relógios do que das mulheres... hum ...não, não, estou a brincar, gosto mais das mulheres, claro.


:
Assuntos: ,

publicado por Il Conte às 10:17
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

arquivos

Outubro 2010

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

recentes

Nautica Ocean 50 - Margem...

Gioie e dolori

Seguindo conselhos

Mais um relógio

Assuntos

a.o.i.

aborrecimento

acordo ortográfico

aktion t4

amizade

amor

anjo mudo

appena prima di partire

arquitectura fascista

asmara

beppino englaro

berlusconi

blackberry

blog

brasil

brasileiros

cacao meravigliao

camões

caprichos

carro

carros

cersaie

cesare battisti

chatice

codigo ladrões romenos

criminalidade

criminosos romenos

crise

democracia

desejo

dinheiro

direito à vida

duce

eluana

eluana englaro

emprego

emprego portuguesinho

eritreia

europa

europa de lepanto

eutanasia

ezra pound

fascismo

federico moccia

felicidade

ferias

flaminio maphia

forças armadas

fragmentos discurso amoroso

futebol

gratidão

hammarberg acorda!

hitler

ho voglia di te

homem estupido

humor

ilusões

imigração sem travões

italia

italia aos italianos

l'aquila

lula

luta à anarquia

luta à criminalidade estrangeira

maluquice

mara carfagna

mulher

mulheres

musica

musica italiana

nautica

officina del tempo

papagaios

perigo imigração

perigo imigrados

perigo romenos

ple

portugal

português língua estrangeira

problema criminalidade

problema romenos

problemas imigrados

racismo

relógios

relogios

rolex

romenos

saudade

saudades

segurança

sonhos

stronza

terrinha

tiziano ferro

trabalho

vida

violencia

violencia contra as mulheres

zero assoluto

todas as tags

links
feeds
pesquisar