Um espaço italianinho e maluco

Quarta-feira, 29 de Abril de 2009
Uma carta

Uma carta da Alessia Rosciano publicada no diario "Il Centro"

 

(...) Michele...o que quer dizer que já não se encontra? Se calhar dormiu embora, se calhar não levou o telemovel. Liga para meio mundo. Já não há o predio, o predio foi engolido. A terra devorou todo o mundo dele, a roupa dele, os sapatos dele, os dvx dele que nunca tinha visto os livros que náo percebia, a linda escrita dele, as dúvidas, o dialecto, aquele não saber quanta massa deitar na panela. (...)

L'Aquila bella mè (L'Aquila minha linda) beijos que nunca recebi, mentiras, frio, risadas. Bacardi, anseias, estacionamentos, novos amigos, velhos amigos, nada amigos. Sol na praça oculos escuros na avenida, poças na Via Castello, perfumes de padarias, conversas de bar, o amor que tinha para o Marco e que já não tenho, a possibilidade de construir algo com outro, as tardes na praça San Biagio, a pizza com a Bera, os passeios ansiosos, o por de sol da minha casa, o fumo das chamines no inverno na Via Strinella, os sapatos nos banquinhos, o chão da praça, tão obstil aos saltos altos, Piazza d' Armi no verão, a Perdonanza, o enjoativo autocarro 79, o lotado 77, o 8 que chega na estaÇão mas dando uma volta absurda, viva o 76 que me leva rapidinho à casinha. E mais ainda...faço-me muito mal a mim própria.

(...) L'AQUILA como imortal, como em stand by,”

(...) os puzzles voltados à sua forma originaria(...)

(...) sonho com uma volta, com o ruido nas ruas do centro.

(...) essa que vejo agora não é ela. Ela é como a deixamos antes de irmos para a cama.

Imortal dentro de mim, immota manet.

 


:
Assuntos:

publicado por Il Conte às 13:28
link do post | comentar | favorito
|

Quinta-feira, 23 de Abril de 2009
Uma enorme, parva felicidade !

A minha casa foi classificada pelos bombeiros como em "Area Vermelha" , isto quer dizer que não vou conseguir lá voltar em breve, e nem sei se um dia me deixarão lá voltar, as casas da area vermelha são as que ficam nas areas mais atingidas pelos abalos, a minha ficou de pé mas muitas da mesma rua cairam e se calhar vão decidir destruir inteiramente o bairro ou então podiam parar de lá fornecer serviços. Agora falta luz, agua e aquecimento e não se pode lá viver, é proibido.  Não sei, por enquanto, se vou voltar a ter a propriedade da minha casinha. Também ando a procura de outro emprego. Estou sem casa e sem emprego, a viver numa tenda com os outros evangelicos. Não nos falta nada, temos comida e tudo e as outras igrejas evangelicas das outras cidades italianas ajudam-nos muito materialmente e moralmente. O meu futuro é muito incerto, não sei se terei a possibilidade de ficar aqui ou se terei que mudar para Portugal. A minha Portuguesa preferida quer que eu mude para lá. Ainda não sei o que vou fazer. Estou sem nada e parece-me ter tudo.

 Nunca na vida fui tão feliz como nestes últimos dias, experimento uma sensação de liberdade imensa, tenho a possibilidade de construir um futuro novo, melhor, completamente diferente.

A vida em L'Aquila é muito intensa, cheia, as pessoas mudaram, é maravilhoso viver aqui agora, há imensa coisa para fazer, e todos trabalham de boa vontade para a renascença da nossa querida cidade.

O custo foi imenso, 295 vidas, mas fico admirado com a mudança dos corações. Eu tenho imensos problemas praticos mas nenhum problema espiritual, moral ou psicologico, alias nunca estive tão bem na vida, sinto-me leve, livre, feliz e abençoado por Deus, estas dias aqui na terrinha são uma escola de vida onde ando aprendendo muito, pelos desafios a enfrentar e pelas pessoas, não há tempo para preguiça, egoismos, infelicidade ou depressão. Ninguém vai acreditar, mas aqui , apesar das dificuldades enormes, somos unidos, juntos contra tudo, unidos num destino comum e felizes. Cada dia damos mais passos para a frente, as coisas mudam, há no ar aquele gosto da vida, uma vida de pioneiros, é fantastico !

Agradeço nosso Senhor por tudo.

"Para a frente, alma minha, com força" (Juizes, 5: 21)

 

Nestes instantes estão a dar nomes às ruazinha que se criaram no campo: esta da Igreja Evangelica vai ser provavelmente "Via Abruzzo".

L'Aquila é hoje um conjunto de campos de tendas, mais de 90% das pessoas vivem acampadas ou foram-se embora.

Mas aos meus olhos hoje L'Aquila é ainda mais bela do que ontem.

 

IMMOTA MANET PHS


Assuntos: ,

publicado por Il Conte às 18:48
link do post | comentar | ver comentários (8) | favorito
|

Quarta-feira, 19 de Novembro de 2008
Saudade da terrinha...ufaaa...

Ufaaa...tenho saudades da minha terra, estou farto destas planícies aborrecidas do norte, quero as minhas montanhas frescas...frescas sempre e no inverno mesmo geladas...mas eu amo-as.

Se tudo correr bem para a semana, na quarta feira ou na quinta feira no máximo vou descer para L'Aquila. Hei de consertar o aquecimento da minha casa. Para o fim do ano chega a minha Portuguesa preferida e quero que esteja tudo mais ou menos na ordem. Acho que para o ano, enquanto não conseguir mudar para Portugal mudo mas é para a minha terra, já estou farto do norte, o que eu faço aqui? Não tenho nada a ver com esta gente, o meu lugar no mundo não é aqui em Parma.

Ufa estou impaciente....queria partir já amanha e hei de ficar mais uma semana à espera, mas depois vou passar uns dias na terra, se Deus quiser!

Hmmm...que delícia...

Tenho aquela vontade de sentir as caricias do frio, o vento gelado das montanhas como um razor nas minhas bochechas...

Fazer o quê? Eu sou um simples rapaz da serra...



publicado por Il Conte às 19:23
link do post | comentar | favorito
|

Terça-feira, 28 de Outubro de 2008
Girl Talk

Chris Corner - "Girl Talk" - (letra)

Speak for me

Speak when I' m falling

You pull my strings

Squeeze on me

Temptation is calling

They pull my strings

 

 


:

publicado por Il Conte às 20:12
link do post | comentar | favorito
|

Domingo, 19 de Outubro de 2008
Sotto zero. Life is noo? (Parodia italiana vodafone)

Uma parodia italiana, alias mesmo "aquilana" da vodafone. Gostam de brincar lá na terrinha, fazem pouco destas grandes companhias de telemoveis...

 

 


:

publicado por Il Conte às 16:48
link do post | comentar | favorito
|

Domingo, 13 de Julho de 2008
Slow Food. Pratos da cozinha de L'Aquila (Itália)

Uma estrelinha que se vê com regularidade no céu deste  blogue escreveu "desafiando-me" a falar de cozinha. Agora o que acontece é que eu não sou um grande cozinheiro, consigo cozinhar algo e não morro de fome, ok, mas a "cozinha" é outra questão. A minha ex- esposa sabia fazer duas coisas de maneira divina: cozinhar e bailar. Se calhar nem tenho tantas saudades das birras, das discussões ou do carinho dela, e sim fazem-me falta esses pratos deliciosos que ela me preparava e não conheci outras mulheres que saibam mexer ao som da musica como ela.

Frequentemente almoço fora de casa, e às vezes, como tenho pouco tempo para o almoço, almoço depressa e almoço mal, comendo porcarias tipo sandes ou pedaços de pizza.

Mas para um bom jantar entre amigos , em vez de atrever-me a cozinhar eu próprio, com o risco de perder amizades, preferia oferecer-lhes um jantar fora num lugar de que gosto, por exemplo podia ser no Restaurante "Salette Aquilane" em L'Aquila. A ver então o que eu gostava de comer com uns amigos para uma noite de conversas malucas sem pressa entre alguns pratos da minha terrinha...

 

Pão cozido em maneira tradicional no estilo de Peppinella.

 

Vinho Tinto Masciarelli

 

Salsichas, inclusive as salsichas de fígado, scamorze, Salame do lago de Campotosto.

Ravioloni alla ricotta ai semi di papavero
Sella di agnello ai lampascioni
Quejo de Castel del Monte
Bolinhos de Roccaraso

 

Cansados desses lugares tão turisticos e tão internacionais? Cansados de passarem as suas ferias entre turistas de todas as nacionalidades, ouvindo falar 10 línguas diferentes no espaço de 10 metros? Então deixem Roma e Veneza aos outros, aos "turistas" e vocês, que não são turistas e sim viajadores escolham destinos da provincia. L'Aquila podia ser um destino interessante é uma cidade antiga, tradicional, conservadora, muito fresquinha no verão, coroada por montanhas lindas, uma cidade linda numa paisagem natural linda...e até se come bem.

Ok...eu sou parcial, admito, sou de lá e tenho um grande apego à terrinha, mas acho que é linda mesmo, e não por eu ser de lá...é uma terra linda e pronto.


:

publicado por Il Conte às 11:26
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

Sábado, 5 de Julho de 2008
Um homem muito feliz.

 

O Castelo de L'Aquila ( século XVI )

A fonte das 99 chafarizes (Ano de 1.272), uma chafariz por cada aldeia que deu gente para a construção da nova cidade

( século XIII )

O Papa Celestino V , descansando na Igreja de Santa Maria de Collemaggio, L'Aquila desde século XIII )

A Câmara Municipal de L'Aquila com a Torre cívica. Cada dia ao por de sol, a torre bate 99 toques para dar homenagem às 99 aldeias que no século XIII juntaram-se para construírem a nova cidade.

 

"Et fecero la cidade soliciti et uniti, anno de 1.254 giti"

(Buccio di Ranallo, escritor aquilano do seculo XIV ).

 

" 99 piazze, con le chiese, pure 99 le cannelle, anima forte e popolo cortese, e le quatrane quasi tutte belle"

 

99 praças com as igrejas, também 99 as chafarizes, alma forte e povo gentil, e as raparigas quase todas bonitas (canção em dialecto de L'Aquila)

 

Ahhh...hoje estou feliz como não me acontecia há muito, L'Aquila faz-me passar tudo, esqueço tudo quando posso passear aqui. Fui para o barbeiro (que aqui custa 10,00 euros e não 16,00 como em Parma), tomei um cappuccino (que custa 1,00 e não 1,40 como no norte) e parei na Rua Patini, mesmo no centro, para deixar um post no blogue, para gravar, principalmente para mim próprio, estes momentos de felicidade cheia que vivo na minha terrinha. A Rua Patini liga  a Piazza Palazzo (Praça do Paço) onde esta a Câmara Municipal (foto neste post) e a biblioteca provincial (foto que nestes dias aparece como cabeção do blogue) com a Piazza Duomo (Praça da Se) que como o nome indica tem a Se e o mercado. No inicio da Rua Patini tem o chafariz do Angelo Muto (anjo mudo) e ai podes beber, também em Julho como agora, uma agua fresquíssima que chega das montanhas, fresquíssima agora, no inverno é mesmo gelada! Há una anos, aconteceu uma coisa esquisita, houve uma mudança politica na cidade, devido a uns escândalos, esta cidade desde sempre ultra conservadora , ultra católica, eu diria mesmo fascista e reaccionária, teve durante uns anos uma administração politica de esquerda, entre os vários desastres que os comunistas fizeram nesse pouco tempo que conseguiram inesperadamente chegar ao puder politico local a invasão dos cães, havia muitos cães vadios soltos pela cidade e ninguém os apanhava, às vezes até atacavam gente e depois tiraram a chafariz do anjo mudo para substituirem com outra chafariz moderna, num desses delírios como se podem encontrar agora na espanha, destruir o que tem séculos de historia para construir no mesmo sitio coisas modernas. Os comunistas ficaram muito pouco a conduzir esta cidade conservadora e tradicional, e a direita voltou logo ao puder. Primeiro que tudo foram nas caves da Câmara Municipal procurar a velha chafariz do anjo mudo, e depois tiraram, aquele monstro moderno que os comunistas tinham colocado e voltaram a colocar a velha chafariz de sempre, com uma escrita: Fontana dell'Angelo muto, cara agli Aquilani, anno 2.000).

Sempre que passo pela Rua Patini paro para beber a agua fresca dessa chafariz, fico contente que voltou ali a original!

"Immota Manet P.H.S." L'Aquila fica sempre a mesma sem mudar para todos os séculos.

Neste mundo de grande confusão L'Aquila é uma ilha de conforto para acalmar a alma. Daqui a uns anos vamos passar, infelizmente, a vida é curta, mas tenho a certeza que L'Aquila vai ficar assim, que não irão nunca destruir tudo o que tem séculos para construírem avenidas com estacionamentos e centros comerciais.

Por enquanto prefiro não lembrar que amanha volto ao meu norte aborrecido. E depois sei que um dia vou voltar...quando estiver na reforma, no máximo, mas eu quero fazer por voltar muito mais cedo! Entre 1997 e 2007 consegui viver aqui, depois tive medo e fui para o norte, pensei no trabalho, no dinheiro, mas não encontrei a felicidade ali, então se calhar antes voltar aqui, ganhar menos, levar uma vida mais poupadinha, mas viver num lugar que amo.

Pronto, voltarei, esta decidido, tão cedo quanto possível voltarei.

 


:

publicado por Il Conte às 11:47
link do post | comentar | ver comentários (8) | favorito
|

Sexta-feira, 4 de Julho de 2008
IMMOTA MANET P.H.S.

 

Estou na terrinha!

Estou feliz!

DEMASIADO BONITA A MINHA TERRA!

A VIDA E' BELA!

 

Vi o contabilista: tenho muitas taxas para pagar!

Fui para os correios pois estava a espera de uma carta de Portugal , não estava carta nenhuma...

Hei de ver a minha ex mulher para lhe entregar uns documentos...

 

Mas eu não me importo!

Para dizer isso em maneira muito fascistinha:

"ME NE FREGO !" (ESTOU-ME NAS TINTAS).

 

Uma coisa sei: a minha vida tem que ser aqui, o meu futuro tem que ser aqui, hei de encontrar a possibilidade de trabalhar aqui, hei de voltar aqui, o que faço eu no norte? O norte é chato, feio, aborrecido...

O meu lugar é aqui.

Ainda hei de voltar de maneira definitiva...tenho uma casinha aqui, mas um dia vou comprar uma casa grande, bonita, com jardim.

Hoje escolhi acreditar totalmente nos meus sonhos, sem medos e sem reservas.

L'Aquila tem a capacidade extraordinária de me motivar sempre.

Estas por acaso deprimido/a , muito infeliz...já pensando no suicídio?

Pera ai, vai antes para a agencia de viagens mais próxima e reserva uma viagem para L'Aquila, Italia. (Fica mesmo no centro do pais, 100 quilómetros leste de Roma)

 

 

Igreja de Santa Maria di Collemaggio  
Rua Costa Masciarelli
Igreja de São Bernardino

 


:

publicado por Il Conte às 17:16
link do post | comentar | ver comentários (8) | favorito
|

Quinta-feira, 3 de Julho de 2008
Fim de semana prolongado na terrinha (se Deus quiser).

Amanha de madrugada, se Deus quiser, parto para um fim de semana prolongado na minha terrinha (L'Aquila). Estou farto destas planícies insonsas do norte da Itália, estou com saudades das minhas lindas montanhas. E depois aqui está um calor insuportável enquanto a minha terra é bem fresquinha.

Infelizmente não vou somente para matar saudades e sim tambem para a declaração dos rendimentos! Mas agora quero pensar em coisas boas, no amor que tenho para a minha terra, não quero pensar nas taxas por enquanto, vou deixar essa chatice por quando estiver ao pé do meu contabilista...


:

publicado por Il Conte às 19:19
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|

arquivos

Outubro 2010

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

recentes

Uma carta

Uma enorme, parva felicid...

Saudade da terrinha...ufa...

Girl Talk

Sotto zero. Life is noo? ...

Slow Food. Pratos da cozi...

Um homem muito feliz.

IMMOTA MANET P.H.S.

Fim de semana prolongado ...

Assuntos

a.o.i.

aborrecimento

acordo ortográfico

aktion t4

amizade

amor

anjo mudo

appena prima di partire

arquitectura fascista

asmara

beppino englaro

berlusconi

blackberry

blog

brasil

brasileiros

cacao meravigliao

camões

caprichos

carro

carros

cersaie

cesare battisti

chatice

codigo ladrões romenos

criminalidade

criminosos romenos

crise

democracia

desejo

dinheiro

direito à vida

duce

eluana

eluana englaro

emprego

emprego portuguesinho

eritreia

europa

europa de lepanto

eutanasia

ezra pound

fascismo

federico moccia

felicidade

ferias

flaminio maphia

forças armadas

fragmentos discurso amoroso

futebol

gratidão

hammarberg acorda!

hitler

ho voglia di te

homem estupido

humor

ilusões

imigração sem travões

italia

italia aos italianos

l'aquila

lula

luta à anarquia

luta à criminalidade estrangeira

maluquice

mara carfagna

mulher

mulheres

musica

musica italiana

nautica

officina del tempo

papagaios

perigo imigração

perigo imigrados

perigo romenos

ple

portugal

português língua estrangeira

problema criminalidade

problema romenos

problemas imigrados

racismo

relógios

relogios

rolex

romenos

saudade

saudades

segurança

sonhos

stronza

terrinha

tiziano ferro

trabalho

vida

violencia

violencia contra as mulheres

zero assoluto

todas as tags

links
feeds
pesquisar