Um espaço italianinho e maluco

Segunda-feira, 16 de Junho de 2008
O recreio acabou, começa a limpeza.

Depois de dois anos de governo de esquerda no qual a Itália estava a ir às urtigas, deixada nas mãos dos criminosos estrangeiros, o novo governo está a trabalhar muito bem para que voltem a ordem, o direito, a lei, nas cidades italianas. Chegou-se ao ponto de utilizar as Forças Armadas, para esta guerra contra os bárbaros, mas vai ser um trabalho longo, vai ser preciso tempo, não se pode remediar em duas semanas aos erros de dois anos de comunistas no governo. Maldito seja para sempre o acordo de Shengen, maldita a Europa sem fronteiras e a circulação sem controlo de ciganos e de criminosos.

Numa sociedade ocidental, europeia, cristã, é geralmente a policia que tem a responsabilidade de garantir a ordem publica, e é geralmente o Ministro do interior que se ocupa disso. Mas como a Itália está em plena emergência, invadida por bárbaros sem lei que levaram a criminalidade além do limite, é o Ministro da Defesa que tem que dar uma ajuda, e são as Forças Armadas que vão descer para o terreiro para salvar a pátria contra estes criminosos estrangeiros. Até ontem deviam ser 2.500 os militares prontos a descerem armados nas ruas para parar e identificar os tipos suspeitos de ser criminosos ou imigrados ilegais, hoje parece que vão ser 3.000, para começar, principalmente à noite, nos centros metropolitanos com uma grande percentagem de imigrados. Todas as sondagens dizem que mais de 80% dos Italianos ficam aliviados e contentes com a presença dos militares na rua. De facto aqui estava a tornar-se um far west. Mas afinal, porque é que se deixaram entrar romenia e bulgaria na União Europeia ? Sabe-se lá ! Realmente não se percebe quais seriam as vantagens de ter essa gente em casa.

MAH !

Como ? Italianos racistas e fascistas ?

Não digas assim, porque todos estes desgraçados que cedo vão deixar este pais cada dia mais inóspito para eles, qualquer dia podiam chegar no teu bairro, e então era a tua vez de pedir mais ordem e menos criminalidade estrangeira, custe o que custar.


:

publicado por Il Conte às 21:03
link do post | comentar | favorito
|

Domingo, 15 de Junho de 2008
Segurança : 2.500 soldados armados pelas ruas.

Com os cidadãos italianos aterrorizados cada dia mais pela violência da criminalidade dos imigrados , particularmente romenos e albaneses, o Governo Italiano foi obrigado a chegar ao emprego das Forças Armadas, nesta que está a tornar-se uma verdadeira guerra contra os bárbaros. A partir de já, o Ministro Italiano da Defesa, Ignazio La Russa, destinou 2.500 profissionais das Forças Armadas Italianas ao patrulhamento das cidades. Os militares irão por ai fardados e armados com a possibilidade de parar e identificar as pessoas.  Esta é uma pequena derrota para uma democracia europeia, é difícil aceitar de ver pelas estradas de Roma e de Veneza militares armados como na Argentina dos anos setenta, mas para grandes males grandes remédios, fazer o quê? Shengen, a entrada da romenia na União Europeia, a possibilidade para os romenos de imigrar na Itália sem visa ,sem nenhuma fronteira, e isto é o resultado, 650.000 romenos na Itália, uma percentagem enorme deles metidos no crime. Na Itália os estrangeiros são 5 % dos habitantes livres mas são mais de 50% dos que vivem nas cadeias. No ano de 2007, em Roma, 75% dos crimes foi de autoria de estrangeiros, principalmente romenos. Por favor não comecem agora com com a historia que nos os Italianos somos todos uns fascistas , porque nem sabem se daqui a pouco não vai ser preciso o exercito também nas ruas dos vossos países.

Ninguém gosta de ver os militares pelas ruas, e depois nas Forças Armadas italianas não há só raparigas lindas, como estas que coloquei aqui para suavizar a dureza do assunto, mas realmente é preciso parar com tanta violência dos imigrados. Também continua a luta contra a imigração ilegal a todos os níveis, esses que vendem coisas falsas, como bolsas, relógios, etc. não só perdem toda a mercadoria quando descobertos a venderem pelas ruas, mas no caso de venderem coisas falsas vai aplicar-se o código penal. Para todos os crimes, o facto de o autor ser um imigrado ilegal vai fazer crescer muito a pena, portanto nem todos vão ser iguais como antes perante a lei: os imigrados legais vão ser julgados como os italianos, os ilegais vão receber, pelos mesmos crimes, uma pena maior da prevista pelos italianos e pelos imigrados legais. Os Italianos que alugarem casas a imigrados ilegais vão perder a propriedade das suas casas, e uns idiotas que continuavam alugando a imigrados ilegais sem ter notificado à policia a sua presença e sem pagarem as taxas, já perderam a propriedade das suas casas. A Itália está a tornar-se um pais muito duro para os imigrantes ilegais. Queres imigrar ilegalmente na Itália? Olha, dou-te um conselho; vai antes para espanha, que o zapatero esse tem um acolhimento melhor para ti.

O recreio acabou. A Itália já não quer ser a disnelandia dos criminosos romenos. A Itália voltou nas mãos dos Italianos.

Es imigrado? Não gostas? Apanha o camelo, apanha a Skoda, apanha a Trabant e....

VOLTA PARA CASA !


:

publicado por Il Conte às 18:45
link do post | comentar | favorito
|

arquivos

Outubro 2010

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

recentes

O recreio acabou, começa ...

Segurança : 2.500 soldado...

Assuntos

a.o.i.

aborrecimento

acordo ortográfico

aktion t4

amizade

amor

anjo mudo

appena prima di partire

arquitectura fascista

asmara

beppino englaro

berlusconi

blackberry

blog

brasil

brasileiros

cacao meravigliao

camões

caprichos

carro

carros

cersaie

cesare battisti

chatice

codigo ladrões romenos

criminalidade

criminosos romenos

crise

democracia

desejo

dinheiro

direito à vida

duce

eluana

eluana englaro

emprego

emprego portuguesinho

eritreia

europa

europa de lepanto

eutanasia

ezra pound

fascismo

federico moccia

felicidade

ferias

flaminio maphia

forças armadas

fragmentos discurso amoroso

futebol

gratidão

hammarberg acorda!

hitler

ho voglia di te

homem estupido

humor

ilusões

imigração sem travões

italia

italia aos italianos

l'aquila

lula

luta à anarquia

luta à criminalidade estrangeira

maluquice

mara carfagna

mulher

mulheres

musica

musica italiana

nautica

officina del tempo

papagaios

perigo imigração

perigo imigrados

perigo romenos

ple

portugal

português língua estrangeira

problema criminalidade

problema romenos

problemas imigrados

racismo

relógios

relogios

rolex

romenos

saudade

saudades

segurança

sonhos

stronza

terrinha

tiziano ferro

trabalho

vida

violencia

violencia contra as mulheres

zero assoluto

todas as tags

links
feeds
pesquisar