Um espaço italianinho e maluco

Segunda-feira, 4 de Outubro de 2010
Dia insonso

Dia insonso hoje, tenho andado por ai um bocado chateado, com pouca paciência. Tenho um emprego de que gosto (ainda que seja muito mal pago), tenho uma mulher que me ama e que eu amo também, estou bem em saúde, tenho um carro, um papagaio, dúzias de relógios, montes de camisas, roupa, sapatos, como três vezes por dia e às vezes com lanches e merendas até cinco ou seis: tenho tudo, muitas pessoas, desempregadas, doentes, nas prisões, sozinhas....queriam muito bem estar no meu lugar...

Esquisito, ultimamente tinha aprendido a ser mais agradecido, a dar graças a Deus pelas bênçãos, agora parece que ando preguiçoso, a nível espiritual, em vez de ficar focado em tudo o que já tenho, começo sempre a pensar naquilo que faz falta. O que faz falta? Dinheiro ! Ando sempre liso, com este meu ordenado portuguesinho...eu não cresci aqui e é-me difícil viver sem dinheiro, antes de mudar para Portugal ganhava bem...

Ufa, que grande indecisão...tenho vontade de pirar-me, de sair desta miséria.

Estou com pouca paciência para sacrifícios e renuncias, agora só tenho caprichos, queria viver à grande e à francesa, no luxo total.

Bah, admito que me sinto bastante cretino hoje!


:

publicado por Il Conte às 20:07
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

Sábado, 2 de Outubro de 2010
Às veses eles voltam....

Hoje quis fazer esta loucura de voltar a escrever num blog acabado, terminado...como um zombie quis voltar por estes lados, semear um bocadinho de terror por ai...

Mas então o blog não estava acabado, morto? Qual a razão agora para voltar a escrever aqui?

Não há uma razão especifica, por um lado queria voltar a escrever algo e não me quis dar ao trabalho de criar outro blog novo, por outro lado também a vida é maravilhosa mas curta e uma excessiva coerência é um luxo, temos a obrigação de estar sempre preparados ao caos, ás mudanças, às coisas sem sentido. E assim cà estou eu outra vez. Nem sei se só por hoje ou se voltarei a escrever duma forma regular. O meu papagaio não para de gritar, por acaso está a dizer: "Non si fa!!!" (não se faz). Será que hei de ouvir o conselho dele? Ele raramente fala e agora está ai aos gritos a dizer NON SI FA ! (O meu papagaio è italiano como eu).

Continuo vivendo em Portugal, mas com muitas saudades das minhas montanhas italianas. Se Deus quiser daqui a poucas semanas, ainda neste mês, vou para Itália, em trabalho. Ah...mudei de trabalho, já não trabalho numa fabrica, à noite, agora trabalho de dia, no sector turistico, e trabalho principalmente com Italianos. Trabalho com turistas italianos, aqui em Portugal. Adoro este meu emprego porque da-me a possibilidade de falar na minha língua todos os dias, pelo telefone e nos emails, e de ir para Itália em trabalho de vez em quando. Como todos os empregos portugueses só tem um defeito: o ordenado, comparado com os ordenados italianos, continua tão ridiculo quanto o meu velho ordenado na fabrica. realmente cà em Portugal ganha-se tão pouco!!! eu por acaso gosto imenso de Portugal e dos Portugueses, adoro viver aqui, mas que saudades dos meus ordenados italianos....

Começo a ficar um bocadinho cansado dos tratamentos economicos à portuguesa. Estou a pensar arranjar um emprego em Portugal por uma sociedade italiana (com ordenado italiano) ou então voltar para a minha terrinha e pronto, e eventualmente ir para Portugal só em ferias.

Mas é tão bom viver aqui...este pais é tão bonito...que pena estes ordenados ridiculos que se costumam pagar em Portugal...

Gostava de ouvir a opinião de outros: não se cansam de ganhar tão pouco? Não tem vontade de largar este "Jardim à beira mar plantado" para ir trabalhar num pais estrangeiro, eventualmente menos bonito de Portugal mas onde se viva duma forma mais prospera?



publicado por Il Conte às 23:36
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

Sexta-feira, 27 de Março de 2009
Agora chega com este terrorismo psicologico !!!

Continuo a ouvir falar de crise, crise, crise...

Francamente não percebo tanto desespero. Os nossos avós, depois do fim da segunda guerra mondial, não passavam os dias a queixarem-se da crise, nem pensavam que houvesse crise, muitos deles tinham perdido tudo, mas simplesmente trabalharam e voltaram a construir, alguns nos seus paises, outros emigrando, hoje, só por termos de acabar com uns desperdicios inutéis passamos o tempo em queixas , já não se podem ler os jornais nem ver televisão, parece que estejamos à beira do fim do mundo.

Quanto terrorismo psicologico inutil !!!

Só ganham os medias, com este terrorismo sem sentido, mas não ganham comigo, que parei de comprar diarios e de  ver televisão, vivo mais sossegado, poupo dinheiro, e só voltarei a acompanhar os medias quando pararem com o terrorismo e começarem a falar em soluções em vez que em problemas.

Os joguinhos financeiros acabaram, lamento pelos financeiros judeus de wall street...

Por enquanto a mim esta crise parece-me uma grande benção, mostra ao mundo que os Estados Unidos já não podem estar na frente a conduzirem o planeta sozinhos, agora a Europa e o resto do mundo vão ganhar mais importancia e poder e isso é bom.

Nos Estados Unidos muitos começaram a viverem acampados, à beira dos rios, como os ciganos de leste europa que imigram na Itália ou em Portugal, no Japão muitas pessoas suicidaram-se depois de terem perdido o emprego, pois eles , os Japoneses, não sabem enfrentar psicologicamente bem como nós derrotas e humiliações, os Ingleses, que quiseram sempre serem tão orgulhosos com o seu pound, agora andam arrependidissimos por estarem fora do euro, com a sua moeda a perder imenso valor nos cambios.

Portugal, a Itália, e outros paises, também tiveram que abrandar um bocado com os gastos e com os luxos, mas, relativamente, muito menos do que aconteceu nos Estados Unidos, no Japão ou na Inglaterra, em outras palavras, estes tempos andam enfraquecendo um bocado paises como Portugal ou a Itália, mas andam enfraquecendo relativamente muito mais Estados Unidos, Inglaterra ou Japão.

Mors tua vita mea.

Quando a tempestade passar, e vai passar, vai voltar a bonança, e o mundo vai ficar com Portugal , a Itália e alguns outros paises europeus relativamente mais fortes, com mais poder sobre os outros.

Repito: no longo prazo estes tempos de purificação vão ajudar quer Portugal quer a Itália.

Daqui a uns meses vão ver que tenho razão.

Portugueses, Italianos, fiquem descansados, não vão morrer de fome ou de frio como numa novela do Charles Dickens, não em Portigal ou na Itália.

Dedico a todos esses que continuam semeando derrotismo uma canção do Leone di Lernia:

 


:

publicado por Il Conte às 13:37
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|

Sexta-feira, 17 de Outubro de 2008
Vantagens da crise economica

Está crise economica parece-me uma coisa boa: ainda bem que chegou! Finalmente posso ouvir os politicos do meu pais obrigados a trabalharem à serio um bocado. Não estou chateado com esta crise, alias acho que é benefica. Eu proprio, como todos, foi atingido e obrigado e reduzir o meu teor de vida, aprendendo a gastar menos e melhor. Esta crise está a ser uma optima professora que está a ensinar-me como reduzir os custos, e assim vejo que posso viajar muito bem também nas estradas nacionais, não estou obrigado a apanhar sempre a autoestrada, vejo que posso ler um livro em vez de ir ao cinema, posso conversar com as pessoas em casa em vez de ir para um bar, posso vestir os vestidos do ano passado em vez de comprar novos mais na moda. Estou a descobrir com surpresa que antes da crise eu gastava imenso dinheiro em coisas futeis! Era mesmo um grande gastador! Agora estou a perceber melhor o valor do dinheiro. Agora prefiro gastar pelas coisas realmente importantes. As crises financeiras não podem ser eternas, mais tarde mais cedo acabam, e depois da tempestade vem a bonança, mas as lições que ando aprendendo com a crise vão ficar. Até estou feliz com esta crise, acho que todos temos agora a possibilidade de abrirmos os olhos, para aprendermos a ser mais creativos e simples, e menos preguiçosos e egoistas.

Eu cortei de maneira importante as minhas despesas, e tu,leitor ? Gostava de saber se a tua vida mudou e como, nestes tempos de crise financeira. Não sejas preguiçoso/a e diz-lá o que cortaste para poupar (sempre no caso de seres uma pessoa normal, claro, podes muito bem ser um multimilionario que não cortou absolutamente nada e continua nos luxos de sempre, mas ainda assim conta lá algo...)


: optimista,confiante
Assuntos:

publicado por Il Conte às 19:35
link do post | comentar | favorito
|

arquivos

Outubro 2010

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

recentes

Dia insonso

Às veses eles voltam....

Agora chega com este terr...

Vantagens da crise econom...

Assuntos

a.o.i.

aborrecimento

acordo ortográfico

aktion t4

amizade

amor

anjo mudo

appena prima di partire

arquitectura fascista

asmara

beppino englaro

berlusconi

blackberry

blog

brasil

brasileiros

cacao meravigliao

camões

caprichos

carro

carros

cersaie

cesare battisti

chatice

codigo ladrões romenos

criminalidade

criminosos romenos

crise

democracia

desejo

dinheiro

direito à vida

duce

eluana

eluana englaro

emprego

emprego portuguesinho

eritreia

europa

europa de lepanto

eutanasia

ezra pound

fascismo

federico moccia

felicidade

ferias

flaminio maphia

forças armadas

fragmentos discurso amoroso

futebol

gratidão

hammarberg acorda!

hitler

ho voglia di te

homem estupido

humor

ilusões

imigração sem travões

italia

italia aos italianos

l'aquila

lula

luta à anarquia

luta à criminalidade estrangeira

maluquice

mara carfagna

mulher

mulheres

musica

musica italiana

nautica

officina del tempo

papagaios

perigo imigração

perigo imigrados

perigo romenos

ple

portugal

português língua estrangeira

problema criminalidade

problema romenos

problemas imigrados

racismo

relógios

relogios

rolex

romenos

saudade

saudades

segurança

sonhos

stronza

terrinha

tiziano ferro

trabalho

vida

violencia

violencia contra as mulheres

zero assoluto

todas as tags

links
feeds
pesquisar