Um espaço italianinho e maluco

Sexta-feira, 3 de Outubro de 2008
Pequenos passos na direção dos meus sonhos...

Amanha vou para Bolonha visitar o Cersaie, é a maior Feira internacional de ladrilhos de ceramica a nível mundial. Vou ver se consigo falar com uns Directores Comerciais, o meu sonho era arranjar um emprego comercial nas vendas dos ladrilhos de ceramica italianos no mercado português. Vai ser muito dificil, o mercado português dos ladrilhos de ceramica já está ocupado por produtores espanhois e brasileiros, não sei se há produtores italianos interessados em avançarem no mercado português, e ainda que estejam interessados já terão o seu pessoal para a tarefa, enfim , é uma lotaria, mas hei de fazer todos os possiveis para arranjar um emprego em Portugal. A minha Portuguesa preferida ainda está mais motivada do que eu e é somente graças à motivação dela que consigo acreditar nesta loucura de pensar num amor portuguesinho. Por enquanto só a vejo na webcam , uma hora por dia, nem um minuto mais, temos esta regra, esta disciplina de ficarmos no maximo uma hora no msn, para não tornarmos tudo virtual, já que não estamos interessados num namoro virtual e sim num amor real. A distancia, os empregos em paises diferentes, isto é o problema maior a resolvermos. Como podemos estar juntos fisicamente?

A pequenina já comprou há uns dias o bilhete da Tap para a  Itália, mas o problema é que só podemos ter ferias pelo Natal, assim ela vai festejar o fim do ano em L'Aquila comigo, vai ficar oito noites na minha casinha em L'Aquila, se Deus quiser. Eu fico muito feliz em saber que vou ir ter com ela, em minha casa, em L'Aquila, daqui a 12 semanas, vou fazer uma contagem decrescente como um preso que está a espera de sair de prisão ! Mas já sei como é estar com uma Portuguesa, em L'Aquila, já houve outra Portuguesa que passou um fim do ano comigo em L'Aquila, e depois lembro que chorei muito quando as ferias dela acabaram e ela voltou para Portugal, enquanto o avião descolava rumo a Lisboa eu estava  tristissimo. Já sei que vou voltar a passar por isso. Eu odeio as despedidas! É por isso que temos que encontrar uma maneira para vivermos SEMPRE juntos. Ela anda estudando italiano com muito compromisso. Já me escreve sms em italiano sem erros, se continuar assim daqui a uns meses, graças ao metodo Assimil , vai falar bastante bem italiano, digamos que o italiano dela pode chegar a ser como o meu português, com erros pontuais, mas suficiente para viver na Itália, assim como eu não tenho problema nenhum em Portugal, percebo tudo e todos me percebem.

Eu vou alcançar os meus sonhos.

Temos uma lei absurda na Itália: os pares, para se divorciarem, precisam de ficarem durante três anos em regime de separação judicial, somente depois de ficarem três anos separados judicialmente é que podem pedir o divorcio. Mas que grande seca, nossa! Eu separei-me no Outubro do ano passado, isto quer dizer que hei de ficar a espera ainda dois anos antes de puder voltar a casar. Ou então podia casar antes, mas o casamento não seria reconhecido pelas leis italianas. Que chatice, nossa! Que lei tão absurda! Esta mania de o Governo Italiano querer sempre agradar a Igreja Catolica...Os três anos de espera, na esperança que os dois mudem de ideia? Que grande estupidez!

Nem sei se voltar a casar, mas se voltar será com uma Portuguesa, ou nada.


: confiante e cheio de Fé
Assuntos: , , ,

publicado por Il Conte às 19:15
link do post | comentar | favorito
|

Domingo, 14 de Setembro de 2008
Cersaie e Saie

Ando com um bocado de ânsia a espera das duas feiras internacionais do Outono, feiras para a construção civil , as duas em Bolonha, Itália, a primeira é o Cersaie, de 30 de Setembro a 4 de Outubro,  a maior feira mundial para os produtores de ladrilhos de ceramica,  a segunda é o Saie, outra importante feira internacional de produtos para construção civil, de 15 a 18 de Outubro.

A grande esperança que me aquece o coração é eu conseguir falar com uns directores comerciais de sociedades italianas interessadas em desenvolverem negócios em Portugal a ver se arranjava um emprego de tipo comercial em Portugal, adorava vender produtos ou serviços em Portugal por conto duma sociedade italiana (com um ordenado italiano) , amo imenso Portugal mas ainda desconfio um bocadinho dos ordenados à portuguesa.

Mas se não conseguir nas feiras sempre continuava procurando, agora que há uma Portuguesa que me ama à serio e que eu também amo, vou fazer todos os possíveis para um futuro nosso.

Ela também pelo seu lado está a procura dum emprego na Itália, será que havia uma possibilidade no ensino?

Se ela falasse italiano até podia arranjar o mesmo emprego que já tem, mas para ela aprender italiano vai ser preciso tempo, estudo...é verdade que o inglês dela é excelente (podia passar por anglo-saxónica) ...mas não sei...

Não é tão fácil como isso, sem recursos económicos, começar uma vida no estrangeiro. E se deixasse o emprego dela para ficar em casa eu acho que depois ia ficar tão deprimida, privada duma realização profissional, que voltaria para Portugal.

Se calhar é mais fácil ser eu a mudar, pois o meu Português já chega para eu viver em Portugal, acho que podia trabalhar em Portugal sem muitos problemas , o único problema seria aprender a não comer massa todos os dias...mas as sopas portuguesinhas são apetitosas e até engordam menos da massa italiana, ficava mais magrinho e mais chique...


: cheio de confiança
Assuntos: , , ,

publicado por Il Conte às 10:41
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|

arquivos

Outubro 2010

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

recentes

Pequenos passos na direçã...

Cersaie e Saie

Assuntos

a.o.i.

aborrecimento

acordo ortográfico

aktion t4

amizade

amor

anjo mudo

appena prima di partire

arquitectura fascista

asmara

beppino englaro

berlusconi

blackberry

blog

brasil

brasileiros

cacao meravigliao

camões

caprichos

carro

carros

cersaie

cesare battisti

chatice

codigo ladrões romenos

criminalidade

criminosos romenos

crise

democracia

desejo

dinheiro

direito à vida

duce

eluana

eluana englaro

emprego

emprego portuguesinho

eritreia

europa

europa de lepanto

eutanasia

ezra pound

fascismo

federico moccia

felicidade

ferias

flaminio maphia

forças armadas

fragmentos discurso amoroso

futebol

gratidão

hammarberg acorda!

hitler

ho voglia di te

homem estupido

humor

ilusões

imigração sem travões

italia

italia aos italianos

l'aquila

lula

luta à anarquia

luta à criminalidade estrangeira

maluquice

mara carfagna

mulher

mulheres

musica

musica italiana

nautica

officina del tempo

papagaios

perigo imigração

perigo imigrados

perigo romenos

ple

portugal

português língua estrangeira

problema criminalidade

problema romenos

problemas imigrados

racismo

relógios

relogios

rolex

romenos

saudade

saudades

segurança

sonhos

stronza

terrinha

tiziano ferro

trabalho

vida

violencia

violencia contra as mulheres

zero assoluto

todas as tags

links
feeds
pesquisar