Um espaço italianinho e maluco
Segunda-feira, 22 de Dezembro de 2008
Suspeitas.

Este post foi escrito num internet point, devido ao teclado à italiana, faltam no texto todos os acentos graficos portugueses.

 

Esta tarde ligou-me a minha mae, estava muito triste, coitada, pela manha uns ladroes assaltaram a casa dos meus pais e levaram todas as joias que encontraram. So levaram ouro e mais nada. Quero agradecer o Senhor que os meus pais estavam embora durante o assalto, pois podia ser perigoso, ainda bem que nao lhes aconteceu nada de grave. A mae ficou particularmente magoada nao pelo valor material do ouro levado, que afinal nao é grande coisa, os meus pais nao eram ricos antes e nao sao pobres agora, e sim ficou muito magoada pela perca de coisinhas que lhe lembravam pessoas queridas, o pai dela, os presentes que o meu pai ou outras pessoas lhe fizeram. Mal deixei Parma para voltar para L'Aquila , a casa dos meus pais em Parma foi assaltada.

Suspeitas?

Tenho, sim.

No predio onde moram os meus pais so moram outras tres mulheres idosas, duas irmas no andar de cima e uma senhora viuva no andar de baixo. Como precisam de assistencia ha mulheres de leste de Europa que entram no predio para trabalharem, uma é romena e duas sao polacas. Nao me importo nada ser acusado de ter preconceitos mas penso que essas imigradas de leste tem muito a ver com o que se passou, ainda que nao foram elas pessoalmente, acho que deram informaçoes a amigos seus para o assalto, um assalto de segunda às 10 da manha? Enquanto os pais estavam às compras no supermercado? Aquilo foi feito com a ajuda de uma pessoa que deu informaçoes de telemovel. Nao sei se foi a romena ou uma das polacas, mas acho que uma delas foi. Depois do Shengen e da entrada de Polonia e Romenia na UE a criminalidade na Italia descolou, ja nao temos mais espaços nas cadeias para tantos criminosos, mais de metade das pessoas nas cadeias italianas sao imigrados ilegais, a maioria deles de paises de leste de Europa. Nao me importo de parecer racista, eu sei que nao sou, nao tenho nada contra imigrados, so tenho contra criminosos, nao tenho nada contra africanos, indianos, latinoamericanos que imigram na Italia para trabalharem, mas os de leste sao realmente uma praga. Eu sei que ha romenos e albaneses de bem, claro que ha, mas infelizmente entre eles a percentagem dos criminosos é muito mais alta do que acontece com imigrados de outras nacionalidades.

Sonho com uma Uniao Europeia sem os paises de leste, com penas duras para os criminosos, especialmente se imigrados ilegalmente.

O Shengen foi o maior erro politico europeu dos ultimos anos.

No meu site ha um serviço de estatistica da vivistat, que me da informaçoes acerca das palavras procuradas no meu blog: inumeros visitadores chegam no meu blog para ler os post sobre o codigo utilizado pelos romenos para os assaltos.

Eu so posso repetir mais uma vez o convite que ja fiz muitas vezes, pq "quem me avisa, meu amigo é".

Vai ser dificil abolir o Shengen.

Vai ser dificil ter outra vez a nossa linda Europa de outrora, ocidental e crista e livre desses criminosos de leste.

Entao fazer o que?

A unica coisa que podes fazer é tentar fazer todos os possiveis para dificultar a instalaçao de romenos e albaneses em Portugal.

Como?

Simples:

  1. Nao ofereças um emprego a um romeno
  2. Nao alugues uma casa a um romeno
  3. Nao seja amigo de romenos
  4. Nao cases com pessoa de nacionalidade romena
  5. Nao des nenhuma informaçao a um romeno
  6. Nao ofereças boleia a um romeno
  7. Nao digas que horas sao a um romeno
  8. Tenta evitar qualquer tipo de contacto com pessoas de leste da Europa.

Cada romeno ou albanes que se instalar no teu pais é um potencial criminoso, porque entre eles a percentagem dos que vivem fora da lei é bem mais alta do que acontece com os outros europeus, hoje tu podes fechar um pequeno negocio com ele, vendendo-lhe ou alugando-lhe algo ou oferecendo-lhe um emprego por um ordenado mais baixo, mas amanha ele podia assaltar a casa dos teus pais ou dos teus filhos.

Eu nao tenho nada contra os romenos que ficam na romenia a tentarem fazer algo de bom para o pais dele, mas estou contra  romenos que imigram sem vintem em outros paises europeus e depois encontram maneiras rapidas mas nada legais para arranjarem dinheiro.

Malditos esses que assinaram o acordo de Shengen.

Disse para a mae de instalar em casa um alarme e um cofreforte, comprei um fecho ,mais robusto para a minha propria casa, mas toda a cautela é pouca.

A Italia era um pais lindo.

A Europa de outrora era um continente lindo.

Estragaram tudo, estao a vender as nossas patrias a romenos polacos e albaneses ao preço duma banana.

Nao sejas cumpice desta vergonha. Defende o teu pais, defende a tua patria, a tua familia, luta contra a difusao da criminalidade de leste na Europa, pede leis mais duras, apoia os partidos politicos do teu pais que tem politicas mais duras contra os imigrados ilegais.

Nao estas obrigado a deixar o teu pais ir à merda.


: irritado

publicado por Il Conte às 17:19
link do post | comentar | favorito
|

7 comentários:
De Pâmelli a 23 de Dezembro de 2008 às 16:31
Entendo perfeitamente a sua irritação, Conte.
Como carioca tambem sinto o mesmo ao ver a disgraça e vergonha nacional que se tornou o Rio de Janeiro desde que milhões de retirantes pobres e analfabetos invadiram a cidade na década de 60 vindos do então, pobre e miserável , nordeste brasileiro. ( Invasores que naturalmente ENCHEREAM a cidade de filhos igualmente pobres e analfabetos - muitos dos quais , com o passar dos anos , acabaram virando assaltantes, favelados e traficantes ...
O Rio acabou. Virou um lixo completamente inhabitável e muitos cariocas se viram obrigados a deixarem sua própria cidade.
Tenho muita pena que na Itália as coisas estejam seguindo pelo mesmo caminho .
Bem fazem os americanos que estão erguendo uma muralha separando os E.U. do México!


De Il Conte a 24 de Dezembro de 2008 às 11:08
Pois é minha amiga, é triste ver como se esta a estragar o que ja foi muito mais lindo , aqui como ali, é pena olharmos para as nossas terras que foram civilizadas e agora estao deixadas aos barbaros.
Os EUA tem mesmo um bom sistema de controlo de imigraçao e nos os europeus teriamos muito que aprender convosco. Eu pessoalmente gosto muito do serviço voluntario dos minute men, milicias que patrulham a fronteira voluntariamente para dar ajuda à policia. Dessas milicias paramilitares é que tambem precisavamos aqui na Italia.


De Ovidiu Suciu a 3 de Janeiro de 2009 às 18:21
Sorry for writing in English, I understand what you are posting, I just can't reply in Portuguese. The solution to keep Portugal a country with good values is for Portuguese who are working out of the country to come back. As long the youth is going to work abroad, other imigrants will come in their places, bringing with them other values... I am Romanian and I can tell you that our bad guys are already in the western countries, "working", and now Romania is a much better place! Criminality in Romania is lower now.

Reasons to fear a Romanian workers invasion in Portugal:
-The language similarity

Reasons not to fear from Romanians:
1. Romanians want money. That's why they will go to work to latin countries with better economy, like Spain, Italy, France...
2. The Romanian Government is making everything possible to convince the Romanian workers to come back
3. The Romanians are comming back anyway. We are very attached to the country (like you) and after 3-5 years of working abroad the majority are returning home, having enough money for a house and a car.
4. Even the bad guys (which by the way is true that is a bigger percentage than an average country) if they find a job, they will stick on it and change their bad behaviour. It's only a small percentage that don't.

The reason to be affraid is... uneducated gypsies! You know how they are, 'cause you have stinky gypsies in Portugal too. They don't feel attached to Romania, they just go where is a better place. They were very discriminated in Romania so they run away. The small problem with them is that they are.... about 3 millions. Personally, I will send all of them back to India if they don't want to adopt the European laws and cultures.


De Il Conte a 5 de Janeiro de 2009 às 10:06
Yers, my friend, you are right. I am not against Romanians that work hard, especially those who remained in Romania fighting to build their own country. Who will build a new Romania if everybody goes away?
Happy new year


De Fulano a 11 de Março de 2009 às 05:53
Basta mudar romeno por italiano e colocar o cenário nos USA do princípio do séc XX. Será preciso lembrar como eram vistos lá? Nem falemos no que já se sabe.


De Fulano a 11 de Março de 2009 às 06:10
O Brasil foi colonizado por bandos de famintos portugueses e italianos nomeadamente cujos descendentes agora cultivam o ódio ao pobre e tal como os carrascos que condenaram seus antepassados á miséria, mostram-se implacáveis e negam aos outros o que consideram ser um SEU direito fundamental. A sua filosofia é de que se alguém é pobre e iletrado a culpa é do próprio ou vontade divina. São o mesmo tipo de gente que se opunha ao fim da escravatura, a jornada de 8 horas, aos direitos sindicais, aos direitos das mulheres. Seu ódio de estimação é a reforma agrária e o MST. O facto da maior parte do latifúndio brasileiro ser herança de um sistema feudal corrupto e criminoso é-lhes completamente indiferente. Só sentem empatia com os poderosos pois é seu sonho selvagem: poder e status. Geralmente oriundos da pequena burguesia mais rasca são untuosos com o poder e desdenhosos dos mais humildes, donde aliás vieram não há muito e por isso particularmente desprezíveis.


De Anónimo a 13 de Março de 2009 às 05:50
Olá.
Li o seu artigo e claro que tem uma certa razão mas não concordo em tudo com o que disse, pois eu sou cidadão moldavo e trabalho em Portugal há 11 anos. Como cada português , mesmo assim não são todos, faço os meus descontos, respeito as leis etc. . Não sei se sabe que a Moldávia é um pais que faz parte da Europa de Leste, então agora digo-lhe que não concordo com nada o que escreveu no 8º ponto do seu artigo. Há muitos portugueses em Portugal que não fazem nada daquilo que faço (fazer descontos, respeitar as leis etc. ) mas pelo o contrário: fuga ao fisco, assaltos, roubos etc. . Isto acontece em Portugal e também no estrangeiro como a Alemanha Suíça , Itália etc. . Portanto se existem santos de certeza que não são os portugueses.
obrigado


Comentar post

arquivos

Outubro 2010

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

recentes

Terrinha

Countdown

Dia insonso

Às veses eles voltam....

Onore e Gloria

Dois novos amigos

Português levanta o cú do...

Salvar Portugal

Boa vida

Uma vida muito real.

Assuntos

a.o.i.

aborrecimento

acordo ortográfico

aktion t4

amizade

amor

anjo mudo

appena prima di partire

arquitectura fascista

asmara

beppino englaro

berlusconi

blackberry

blog

brasil

brasileiros

cacao meravigliao

camões

caprichos

carro

carros

cersaie

cesare battisti

chatice

codigo ladrões romenos

criminalidade

criminosos romenos

crise

democracia

desejo

dinheiro

direito à vida

duce

eluana

eluana englaro

emprego

emprego portuguesinho

eritreia

europa

europa de lepanto

eutanasia

ezra pound

fascismo

federico moccia

felicidade

ferias

flaminio maphia

forças armadas

fragmentos discurso amoroso

futebol

gratidão

hammarberg acorda!

hitler

ho voglia di te

homem estupido

humor

ilusões

imigração sem travões

italia

italia aos italianos

l'aquila

lula

luta à anarquia

luta à criminalidade estrangeira

maluquice

mara carfagna

mulher

mulheres

musica

musica italiana

nautica

officina del tempo

papagaios

perigo imigração

perigo imigrados

perigo romenos

ple

portugal

português língua estrangeira

problema criminalidade

problema romenos

problemas imigrados

racismo

relógios

relogios

rolex

romenos

saudade

saudades

segurança

sonhos

stronza

terrinha

tiziano ferro

trabalho

vida

violencia

violencia contra as mulheres

zero assoluto

todas as tags

links
feeds
pesquisar