Um espaço italianinho e maluco
Quinta-feira, 27 de Novembro de 2008
GREENWITCH C.OVER BLOCK

No meu bloquinho C.OVER da Greenwitch que trago sempre comigo escrevo tudo o que tenho para fazer, depois quando faço algo tiro um risco no apontamento. O C.OVER da Greenwitch é um bloco pequenino de capa em vinil amarelo, é muito giro, pratico e robusto. Experimenta trazer sempre contigo um bloquinho de papel e escreve ali todas as coisas que tens para fazer, depois quando acabas uma tarefa tiras um risco. A tua cabeça agradece pois não terás que te lembrar de tudo, a tua vida vais ficar mais simples e ordenada e não corres o risco de te esquecer de algo ou de teres dores de cabeça para tentar lembrar tudo.

 Eu esta manha tirei já oito riscos pois fiz coisas que devia fazer há tempo (ir para o meu banco em L'Aquila, falar com a secretaria do meu Advogado por uma causa que tenho, ir pagar umas taxas em L'Aquila, ir visitar o tumulo do meu Avo Italo no cemitério de L'Aquila, etc.).

Agora vou tratar do seguro do carro e falar com o contabilista, tenho mil coisas para fazer, mas como tudo esta escrito e trago sempre comigo a lista, isso não me da dores de cabeça. Experimenta e vais ver. A visita ao cemitério era também uma tarefa da lista 101/1001. A minha vida nas próximas semanas parece ter muitos desafios à minha espera, mas estou feliz, tenho confiança em mim, em Deus e na vida, e depois há uma Portuguesa que me quer bem e quando um homem tem o amor duma mulher Portuguesa não precisa de mais nada para ser feliz.


:

publicado por Il Conte às 13:37
link do post | comentar | favorito
|

2 comentários:
De a 28 de Novembro de 2008 às 11:15
Sim, concordo que ás vezes, não podemos simplesmente confiar na nossa cabeça para tudo. Eu faço isso algumas vezes porque ainda não me habituei ao facto da idade nos matar os neurónios.
Um beijo para ti.


De Il Conte a 28 de Novembro de 2008 às 15:28
eh eh eh...pois...com os aninhos a passarem a memoria começa a perder eficacia, é normal...
Mas de facto quando a tarefa esta devidamente apontada a cabeça pode parar de se preocupar com isso, pode parecer uma coisa sem iimportancia mas quem experimenta descobre que a vida torna-se mais simples, a cebeça pode pensar em resolver problemas e aceitar desaios, perseguir sonhos, nao deve preocupar-se com lembrar coisas para fazer.
E depois é um pequeno prazer tirar um risco sobre o apontamento : feito, acabado!
Abraços


Comentar post

arquivos

Outubro 2010

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

recentes

Terrinha

Countdown

Dia insonso

Às veses eles voltam....

Onore e Gloria

Dois novos amigos

Português levanta o cú do...

Salvar Portugal

Boa vida

Uma vida muito real.

Assuntos

a.o.i.

aborrecimento

acordo ortográfico

aktion t4

amizade

amor

anjo mudo

appena prima di partire

arquitectura fascista

asmara

beppino englaro

berlusconi

blackberry

blog

brasil

brasileiros

cacao meravigliao

camões

caprichos

carro

carros

cersaie

cesare battisti

chatice

codigo ladrões romenos

criminalidade

criminosos romenos

crise

democracia

desejo

dinheiro

direito à vida

duce

eluana

eluana englaro

emprego

emprego portuguesinho

eritreia

europa

europa de lepanto

eutanasia

ezra pound

fascismo

federico moccia

felicidade

ferias

flaminio maphia

forças armadas

fragmentos discurso amoroso

futebol

gratidão

hammarberg acorda!

hitler

ho voglia di te

homem estupido

humor

ilusões

imigração sem travões

italia

italia aos italianos

l'aquila

lula

luta à anarquia

luta à criminalidade estrangeira

maluquice

mara carfagna

mulher

mulheres

musica

musica italiana

nautica

officina del tempo

papagaios

perigo imigração

perigo imigrados

perigo romenos

ple

portugal

português língua estrangeira

problema criminalidade

problema romenos

problemas imigrados

racismo

relógios

relogios

rolex

romenos

saudade

saudades

segurança

sonhos

stronza

terrinha

tiziano ferro

trabalho

vida

violencia

violencia contra as mulheres

zero assoluto

todas as tags

links
feeds
pesquisar