Um espaço italianinho e maluco
Sábado, 16 de Outubro de 2010
Terrinha

Se Deus quiser na segunda feira vou para a minha terrinha, vou ficar lá nove dias, de 18 a 27 de Outubro. Tenho medo de ir lá, medo que depois não tenha coragem de voltar para Portugal. Estou muito preocupado com o futuro deste pais, parece-me que está cada dia a piorar mais. A Itália é um pais que está a safar-se melhor do que Portugal, o Berlusconi pode ter vários defeitos, mas sabe tratar dos interesses económicos melhor do que o Pinocrates. A Itália também tem os seus problemas, e os principais são a criminalidade ligada à imigração de estrangeiros vindos dos países da Europa de leste e a corrupção este último fenómeno é mais italiano, mesmo assim a Itália tem uma industria que funciona e exporta os seus produtos por esse mundo fora, os ordenados são decentes, as pessoas vivem bem. Eu tenho um bilhete de ida para a Itália no dia 18, tenho outro de volta para Portugal no dia 27. Será que terei coragem para voltar para Portugal? Ou então terei medo de voltar neste pais e ficarei no meu? Aqui vive a pessoa que amo, aqui agora eu tenho um emprego que adoro, mas o futuro é assim tão incerto aqui...

Vocês nunca pensaram em sair de vez e ir lá fora?

Este governo de esquerda está a dar cabo da Nação portuguesa.


:

publicado por Il Conte às 17:49
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

Quinta-feira, 7 de Outubro de 2010
Countdown

Se Deus quiser daqui a duas semanas ou menos vou para a minha terrinha. Vou estar no norte, durante 4-5 dias, por motivos de trabalho, com um colega meu, vamos visitar uns clientes italianos da nossa sociedade e vamos também a procura de novos clientes no mercado italiano. Depois, vou três dias para L'Aquila, sozinho, o meu colega volta sozinho para Portugal, de Milão, e eu fico mais três dias de ferias na minha terrinha, depois volto sozinho desde Roma. Este seria o plano. Tenho esperança que corra tudo bem. A saudade da minha terrinha é imensa, eu até gosto de Portugal, mas  para a minha terra tenho um amor diferente, maior, e também é normal que assim seja. Amo-a ainda mais agora que vivo longe dela. terei que aproveitar ao máximo esses três dias que tenho. Também hei de me encontrar com a minha ex-esposa. na Itália existe uma lei absurda que obriga os pares a ficarem três anos separados judicialmente vivendo em casas diferentes antes de terem o direito de pedir o divorcio. A minha esposa e eu separamo-nos a 13 de Outubro de 2007, portanto a partir de 13 de Outubro de 2010 temos o direito de pedir o divorcio. Já marquei encontre com ela, que não queremos perder mais tempo e vamos começar logo o processo para o divorcio. Assim hoje peguei no meu velho telemóvel italiano e liguei para ela, quase uso o meu telemóvel italiano cá, pois é mais barato utilizar um telemóvel português, claro, e eu tenho dois, um pessoal e outro da empresa, profissional, mas hoje peguei no italiano e liguei para a minha ex esposa italiana, para marcar um compromisso com ela, numa cidade a beira mar na Itália central, onde ela vive. Apesar de tudo gosto da minha vida. Já volto a sentir aquela gratidão para a vida. Só gostava de ter mais dinheiro no bolso, isso sim, custa-me acostumar-me a estes ordenados portuguesinhos, contudo vive-se bem em Portugal, ganha-se muito pouco aqui, mas Portugal é um pais lindo onde se vive bem.


:
música: vou-me embora vou partir

publicado por Il Conte às 19:17
link do post | comentar | favorito
|

Segunda-feira, 4 de Outubro de 2010
Dia insonso

Dia insonso hoje, tenho andado por ai um bocado chateado, com pouca paciência. Tenho um emprego de que gosto (ainda que seja muito mal pago), tenho uma mulher que me ama e que eu amo também, estou bem em saúde, tenho um carro, um papagaio, dúzias de relógios, montes de camisas, roupa, sapatos, como três vezes por dia e às vezes com lanches e merendas até cinco ou seis: tenho tudo, muitas pessoas, desempregadas, doentes, nas prisões, sozinhas....queriam muito bem estar no meu lugar...

Esquisito, ultimamente tinha aprendido a ser mais agradecido, a dar graças a Deus pelas bênçãos, agora parece que ando preguiçoso, a nível espiritual, em vez de ficar focado em tudo o que já tenho, começo sempre a pensar naquilo que faz falta. O que faz falta? Dinheiro ! Ando sempre liso, com este meu ordenado portuguesinho...eu não cresci aqui e é-me difícil viver sem dinheiro, antes de mudar para Portugal ganhava bem...

Ufa, que grande indecisão...tenho vontade de pirar-me, de sair desta miséria.

Estou com pouca paciência para sacrifícios e renuncias, agora só tenho caprichos, queria viver à grande e à francesa, no luxo total.

Bah, admito que me sinto bastante cretino hoje!


:

publicado por Il Conte às 20:07
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

Sábado, 2 de Outubro de 2010
Às veses eles voltam....

Hoje quis fazer esta loucura de voltar a escrever num blog acabado, terminado...como um zombie quis voltar por estes lados, semear um bocadinho de terror por ai...

Mas então o blog não estava acabado, morto? Qual a razão agora para voltar a escrever aqui?

Não há uma razão especifica, por um lado queria voltar a escrever algo e não me quis dar ao trabalho de criar outro blog novo, por outro lado também a vida é maravilhosa mas curta e uma excessiva coerência é um luxo, temos a obrigação de estar sempre preparados ao caos, ás mudanças, às coisas sem sentido. E assim cà estou eu outra vez. Nem sei se só por hoje ou se voltarei a escrever duma forma regular. O meu papagaio não para de gritar, por acaso está a dizer: "Non si fa!!!" (não se faz). Será que hei de ouvir o conselho dele? Ele raramente fala e agora está ai aos gritos a dizer NON SI FA ! (O meu papagaio è italiano como eu).

Continuo vivendo em Portugal, mas com muitas saudades das minhas montanhas italianas. Se Deus quiser daqui a poucas semanas, ainda neste mês, vou para Itália, em trabalho. Ah...mudei de trabalho, já não trabalho numa fabrica, à noite, agora trabalho de dia, no sector turistico, e trabalho principalmente com Italianos. Trabalho com turistas italianos, aqui em Portugal. Adoro este meu emprego porque da-me a possibilidade de falar na minha língua todos os dias, pelo telefone e nos emails, e de ir para Itália em trabalho de vez em quando. Como todos os empregos portugueses só tem um defeito: o ordenado, comparado com os ordenados italianos, continua tão ridiculo quanto o meu velho ordenado na fabrica. realmente cà em Portugal ganha-se tão pouco!!! eu por acaso gosto imenso de Portugal e dos Portugueses, adoro viver aqui, mas que saudades dos meus ordenados italianos....

Começo a ficar um bocadinho cansado dos tratamentos economicos à portuguesa. Estou a pensar arranjar um emprego em Portugal por uma sociedade italiana (com ordenado italiano) ou então voltar para a minha terrinha e pronto, e eventualmente ir para Portugal só em ferias.

Mas é tão bom viver aqui...este pais é tão bonito...que pena estes ordenados ridiculos que se costumam pagar em Portugal...

Gostava de ouvir a opinião de outros: não se cansam de ganhar tão pouco? Não tem vontade de largar este "Jardim à beira mar plantado" para ir trabalhar num pais estrangeiro, eventualmente menos bonito de Portugal mas onde se viva duma forma mais prospera?



publicado por Il Conte às 23:36
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

arquivos

Outubro 2010

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

recentes

Terrinha

Countdown

Dia insonso

Às veses eles voltam....

Onore e Gloria

Dois novos amigos

Português levanta o cú do...

Salvar Portugal

Boa vida

Uma vida muito real.

Assuntos

a.o.i.

aborrecimento

acordo ortográfico

aktion t4

amizade

amor

anjo mudo

appena prima di partire

arquitectura fascista

asmara

beppino englaro

berlusconi

blackberry

blog

brasil

brasileiros

cacao meravigliao

camões

caprichos

carro

carros

cersaie

cesare battisti

chatice

codigo ladrões romenos

criminalidade

criminosos romenos

crise

democracia

desejo

dinheiro

direito à vida

duce

eluana

eluana englaro

emprego

emprego portuguesinho

eritreia

europa

europa de lepanto

eutanasia

ezra pound

fascismo

federico moccia

felicidade

ferias

flaminio maphia

forças armadas

fragmentos discurso amoroso

futebol

gratidão

hammarberg acorda!

hitler

ho voglia di te

homem estupido

humor

ilusões

imigração sem travões

italia

italia aos italianos

l'aquila

lula

luta à anarquia

luta à criminalidade estrangeira

maluquice

mara carfagna

mulher

mulheres

musica

musica italiana

nautica

officina del tempo

papagaios

perigo imigração

perigo imigrados

perigo romenos

ple

portugal

português língua estrangeira

problema criminalidade

problema romenos

problemas imigrados

racismo

relógios

relogios

rolex

romenos

saudade

saudades

segurança

sonhos

stronza

terrinha

tiziano ferro

trabalho

vida

violencia

violencia contra as mulheres

zero assoluto

todas as tags

links
feeds
pesquisar