Um espaço italianinho e maluco
Quarta-feira, 29 de Abril de 2009
Portas a abrirem-se.

O Senhor anda abrindo portas na minha vida !

Algo muito lindo, maravilhoso, apareceu nomeu horizonte e e se Deus quiser vai entrar na minha vida ainda em Maio.

A minha vida está a ir na direção dos meus sonhos. O Senhor está a ouvir as minhas preces. Muita coisa boa entra na minha vida, nada por causa das minhas habilidades, e sim tudo por graças do Senhor. Pequenos milagres andam acontecendo. Não posso contar, mas o Senhor tem-me ajudado imenso, não sei como agradece-lo.

Quero só dizer a todo o mundo que eu amo o Senhor, pois ele merece todo o amor.

Sinto-me o homem mais feliz do planeta !

Obrigado, Senhor.

 

Para ti, leitor, só dois conselhos:

 

  1. Procura-te uma biblia cristã duma qualquer igreja cristã protestante da tua escolha (mas que não seja uma biblia catolica) e começa a ler a palavra de Deus.
  2. Reza. Fica sozinho/a e pede ao Senhor que te ajude, não precisas de fazeres tudo sozinho/a, primeiro agradece nosso Senhor, pelo amor dele, e depois pede-lhe ajuda. O Senhor ouve sempre, e responde sempre, às vezes responde com um não , mas os "não" de nosso Senhor são para teu bem, ele tem pensamentos e desenhos superiores que nos desconhecemos, mas tudo é para nosso bem.

:

publicado por Il Conte às 21:36
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
|

Uma carta

Uma carta da Alessia Rosciano publicada no diario "Il Centro"

 

(...) Michele...o que quer dizer que já não se encontra? Se calhar dormiu embora, se calhar não levou o telemovel. Liga para meio mundo. Já não há o predio, o predio foi engolido. A terra devorou todo o mundo dele, a roupa dele, os sapatos dele, os dvx dele que nunca tinha visto os livros que náo percebia, a linda escrita dele, as dúvidas, o dialecto, aquele não saber quanta massa deitar na panela. (...)

L'Aquila bella mè (L'Aquila minha linda) beijos que nunca recebi, mentiras, frio, risadas. Bacardi, anseias, estacionamentos, novos amigos, velhos amigos, nada amigos. Sol na praça oculos escuros na avenida, poças na Via Castello, perfumes de padarias, conversas de bar, o amor que tinha para o Marco e que já não tenho, a possibilidade de construir algo com outro, as tardes na praça San Biagio, a pizza com a Bera, os passeios ansiosos, o por de sol da minha casa, o fumo das chamines no inverno na Via Strinella, os sapatos nos banquinhos, o chão da praça, tão obstil aos saltos altos, Piazza d' Armi no verão, a Perdonanza, o enjoativo autocarro 79, o lotado 77, o 8 que chega na estaÇão mas dando uma volta absurda, viva o 76 que me leva rapidinho à casinha. E mais ainda...faço-me muito mal a mim própria.

(...) L'AQUILA como imortal, como em stand by,”

(...) os puzzles voltados à sua forma originaria(...)

(...) sonho com uma volta, com o ruido nas ruas do centro.

(...) essa que vejo agora não é ela. Ela é como a deixamos antes de irmos para a cama.

Imortal dentro de mim, immota manet.

 


:
Assuntos:

publicado por Il Conte às 13:28
link do post | comentar | favorito
|

Terça-feira, 28 de Abril de 2009
Pessoas.

Estou a passar por uns problemas práticos, como todas as pessoas que vivem em L'Aquila, os bombeiros andam controlando as casas para darem a certificação de habitabilidade, como hão de controlar todas as casas da cidade e como os abalos continuam (a terra continua mexendo mas em escala menor) o Presidente da Câmara não autoriza as pessoas a voltarem a dormirem nas suas casas, nem essas cujas casas ficaram de pé, e assim, todos, ricos e pobres, ficam agora a dormirem em tendas (os que tiveram a couragem de ficarem aqui, mais ou menos uns 40.000) ou longe da cidade, uns 25.000 que se foram embora. Hoje a rua onde moro foi fechada pelos bombeiros e já não tenho acesso à minha casa, quer dizer, não tenho mas hei de pedir licenÇa aos bombeiros e só posso ir lá acompanhado. A minha casinha ficou de pé mas está sem luz, sem agua e sem aquecimento, como todas as outras e não posso lá entrar. Os controlos estaticos vão demorar semanas, meses, só aos poucos as pessoas vão conseguir voltar às suas casas, a maioria delas, quase todas, também não podem voltar aos seus empregos pois é preciso controlar também a segurança estatica de escritorios e fabricas, lojas, etc. A cidade está a caminho de voltar à vida, mas é um caminho comprido. Os problemas praticos são : impossibiloidade de ter acesso às nossas coisinhas, livros, músicas, roupa, etc, pois não podemos levar para as tendas tudo o que temos, como se pode imaginar, então aprendemos a estar no mundo com uma bagagem material muito leve!!! E depois, falta de privacidade, desconhecidos a partilharem espaços em comum, tendas, casas de banho, etc. E mais: vida cultural muito reduzida, quase parada, L'Aquila tinha uma vida cultural  muito intensa. Os problemas praticos são imensos. Mas as pessoas parecem ter perdido muito rapidamente muitos dos seus problemas morais, espirituais ou psicologicos. Quem chega hoje em L'Aquila encontra pessoas muito ocupadas e que têm imensos problemas, mas não encontra pessoas tristes ou deprimidas, ou então encontra muito menos da media. Ando descobrindo a riqueza das pessoas, a riqueza que andava escondida e que agora está a despontar. Vejo as pessoas a darem, darem também materialmente. Estes estão a ser os dias mais interessantes da minha vida, até agora nunca tinha vivido de maneira tão intensa, a vida tem hoje para mim um sabor maravilhoso estou super entusiasmado com a minha vidinha e não trocava com ninguém no mundo, nunca fui tão feliz na vida. Muitas pessoas desiludiram-me imenso: os meus pais, as minhas manas, os meus parentes, os meus amigos, todas as pessoas em que eu acreditava antes viraram-me as costas, deixaram-me sozinho, nas tintas comigo, eu agradeço Deus porque ele tirou o veu de tanta hipocrisia, ele mostrou-me que não havia lá, nessas pessoas, amor verdadeiro para mim, e de repente pessoas que outrora eram importantes para mim, como por exemplo a minha familia ou amigos, hoje não são nada. Mas em troca sinto o amor de Deus para mim, e descobri outros amores. A minha Portuguesa preferida está a lutar como uma lioa para me encontrar um emprego em Portugal, bate a todas as portas, fala com muitas pessoas, entrega curriculum meus, ela quer-me ali ao pé dela, e eu também queria viver com ela, amo a minha terra, mas amo ela também, e se conseguir mudo para Portugal, para depois voltarmos para a minha terrinha de ferias. Outros que me amam muito são os outros evangelicos que cá vivem comigo, deram-me roupa, uma cama na tenda, dinheiro e tudo o que necessito, realmente ajudam-me imenso, os evangelicos ajudam-me muito porque me querem bem, e eu quero bem a ele, e porque me ajudam praticamente, e não só com palavras, ajudam-me materialmente. Aqui posso ver de perto a enorme diferença entre os catolicos e os evangelicos na forma de ajudarem as pessoas, os catolicos falam muito e fazem muito pouco, os evangelicos não falam nada e resolvem os problemas em silencio, sem publicidade. Agradeço Deus pela Portuguesa numero três e pela comunidade evangelica de L'Aquila, se eu conseguir voltar a ter uma vida normal será unicamente graças a eles. O meu relacionamento futuro com os meus pais, as minhas manas e as outras pessoas que me  viraram as costas passa agora a ser minimal, eu por mim podia até acabar de ter laços com eles, tanto faz.

A vida é maravilhosa

Estou imensamente féliz.


: muito féliz
Assuntos: ,

publicado por Il Conte às 01:52
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|

Sábado, 25 de Abril de 2009
Ioan e Alexandra

As voltas que a vida dá !

Quem diria !

Sempre a falar mal dos imigrados de leste e agora estou a começar duas novas amizades, aqui no campo de tendas: Ioan, Romeno e Alexandra, Moldava, os dois evangelicos e os dois na casa dos  50 aninhos, o Ioan nem fala italiano mas conseguimos entender e comunicar, estou a descobrir que nem todos os imigrados de leste são maus e perigosos, alias muitos deles, a maioria, são boas pessoas. Não acredito : eu a tornar-me amigo dum Romeno ! O Ioan convida-me para eu sentar ao lado dele na igreja evengelica e lá vou eu aceitando os convites e ficando sentado ao lado dele.

Realmente a minha vida está a mudar imenso !!! 


Assuntos:

publicado por Il Conte às 19:25
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

Quinta-feira, 23 de Abril de 2009
Uma enorme, parva felicidade !

A minha casa foi classificada pelos bombeiros como em "Area Vermelha" , isto quer dizer que não vou conseguir lá voltar em breve, e nem sei se um dia me deixarão lá voltar, as casas da area vermelha são as que ficam nas areas mais atingidas pelos abalos, a minha ficou de pé mas muitas da mesma rua cairam e se calhar vão decidir destruir inteiramente o bairro ou então podiam parar de lá fornecer serviços. Agora falta luz, agua e aquecimento e não se pode lá viver, é proibido.  Não sei, por enquanto, se vou voltar a ter a propriedade da minha casinha. Também ando a procura de outro emprego. Estou sem casa e sem emprego, a viver numa tenda com os outros evangelicos. Não nos falta nada, temos comida e tudo e as outras igrejas evangelicas das outras cidades italianas ajudam-nos muito materialmente e moralmente. O meu futuro é muito incerto, não sei se terei a possibilidade de ficar aqui ou se terei que mudar para Portugal. A minha Portuguesa preferida quer que eu mude para lá. Ainda não sei o que vou fazer. Estou sem nada e parece-me ter tudo.

 Nunca na vida fui tão feliz como nestes últimos dias, experimento uma sensação de liberdade imensa, tenho a possibilidade de construir um futuro novo, melhor, completamente diferente.

A vida em L'Aquila é muito intensa, cheia, as pessoas mudaram, é maravilhoso viver aqui agora, há imensa coisa para fazer, e todos trabalham de boa vontade para a renascença da nossa querida cidade.

O custo foi imenso, 295 vidas, mas fico admirado com a mudança dos corações. Eu tenho imensos problemas praticos mas nenhum problema espiritual, moral ou psicologico, alias nunca estive tão bem na vida, sinto-me leve, livre, feliz e abençoado por Deus, estas dias aqui na terrinha são uma escola de vida onde ando aprendendo muito, pelos desafios a enfrentar e pelas pessoas, não há tempo para preguiça, egoismos, infelicidade ou depressão. Ninguém vai acreditar, mas aqui , apesar das dificuldades enormes, somos unidos, juntos contra tudo, unidos num destino comum e felizes. Cada dia damos mais passos para a frente, as coisas mudam, há no ar aquele gosto da vida, uma vida de pioneiros, é fantastico !

Agradeço nosso Senhor por tudo.

"Para a frente, alma minha, com força" (Juizes, 5: 21)

 

Nestes instantes estão a dar nomes às ruazinha que se criaram no campo: esta da Igreja Evangelica vai ser provavelmente "Via Abruzzo".

L'Aquila é hoje um conjunto de campos de tendas, mais de 90% das pessoas vivem acampadas ou foram-se embora.

Mas aos meus olhos hoje L'Aquila é ainda mais bela do que ontem.

 

IMMOTA MANET PHS


Assuntos: ,

publicado por Il Conte às 18:48
link do post | comentar | ver comentários (8) | favorito
|

Sexta-feira, 17 de Abril de 2009
A vida a voltar em L'Aquila

Não há nada mais excitante de ver a vida a voltar, depois da morte.

Aos poucos a vida reaparece em L'Aquila.

  • Hoje, com a ajuda dos bombeiros, vão ser removidos a carne e o peixe dos restaurantes e locais atingidos pelos abalos.
  • Amanha vai haver o primeiro casamento depois do terramoto, Massimo Marinelli, 33 anos, engenheiro e Annachiara Aio, não sendo possivel casar na camara municipal, casam na escola "Collodi".
  • Ontem voltou a abrir ao publico o primeiro Hotel: o Hotel Federico II, na rua Strinella.
  • A estação de musica clássica continua, amanha concerto de musica clássica da Officina Musicale, o concerto, em vez que no teatro vai ser  debaixo as tendas.

O lema de L'Aquila é : IMMOTA MANET PHS .

Lá estamos nós.

Vamos para a frente.

Eu amo L'Aquila, hoje que está tão ferida, coitadinha, parece-me ainda mais bonita e amo-a ainda mais, e não queria estar em lado nenhum, quero mesmo viver em L'Aquila, apesar de tudo.

Viva a vida !

Li várias mensagens que publiquei, de amigos da malta cá do blog, não posso responder pois só tenho poucos minutinhos, mas agradeço todos. Um grande abraço à malta que passa por aqui regularmente, quando puder também irei espreitando os seus blogs.


Assuntos:

publicado por Il Conte às 16:48
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

Quinta-feira, 16 de Abril de 2009
Abrir os olhos.

Como se pode imaginar os últimos dias têm sido entre os mais intensos da minha vida. Quando chegou o abalo eu estava dormindo na minha casinha em L'Aquila agarradinho à minha Portuguesa preferida, que tinha chegado dois dias antes. Parecia de estarmos baixo as bombas, parecia uma guerra, tudo a mexer, o medo foi imenso. Saímos de casa levando connosco somente um cobertor e fomos dormir no carro. Poucas horas depois estávamos acampados num campo de tendas. A minha portuguesa preferida podia era ter ido embora logo, mas não, ficou uma semana comigo a partilhar comigo esse desastre, acampada comigo no campo baixo os cuidados da protecção civil. A minha portuguesa preferida deu-me uma imensa prova de amor porque durante dias seguiram-se abalos e ela ficou sempre ao meu lado e só voltou a Portugal quando as ferias acabaram, tinha ido para Itália passar ferias e passou por um terramoto, foi uma mulher de grande coragem, que ficou sempre ao meu lado e apoio-me em tudo, ajudou-me imenso, eu amo-a e tenho esperança um dia encontrar o caminho para viver ao lado dela. L'Aquila está de rastos, ferida, mas não morreu. L'Aquila, mais do que um conjunto de casas e igrejas, é um conjunto de pessoas, de pessoas fortes. Vamos aceitar os tempos difíceis com dignidade, mas de cabeça levantada e confiando em nós e no futuro. Alguns se foram embora, escaparam, como ratos, abandonaram a cidade e pronto, mas muitos ficaram, acampados, entre grandes dificuldades, mas ficaram. Eu também tenciono ficar, seria muito fácil partir, recomeçar noutro lugar, mas sinto que o meu lugar é ali. Vai ser muito difícil viver em L'Aquila nos próximos meses, mas é um desafio excitante. Agora temos a possibilidade de renascermos, de crescermos, de voltarmos a ser ainda melhores do que já fomos. O povo de L'Aquila é forte e vai ultrapassar isto. Hoje, começaram outra vez as lições da primeira escola primaria, lições debaixo das tendas, os meninos voltaram aos estudos, ao menos os primeiros. Vai demorar imenso reconstruirmos tudo. L'Aquila era uma cidade lindíssima, provavelmente nunca mais será outra vez o que era, mas pode ser igualmente linda, ainda que duma forma diferente. Nestes dias abri os olhos sobre muitos assuntos e muitas pessoas, descobri em mim um grande amor, para Deus, primeiro que tudo, e para a minha Portuguesa preferida logo a seguir. O pastor da minha igreja protestante está a ajudar-me muito, eu agora vivo numa tenda da Igreja evangélica, dão-me todo tipo de assistência até eu conseguir voltar na minha casa. Por enquanto a minha casinha ficou de pé mas muito ferida e não sei se os bombeiros me autorizarem a voltar ali, se calhar era preciso consertar antes de voltar, ainda não sei, tudo vai ser verificado nos próximos dias, por enquanto fico assistido pela Igreja Evangélica, que ajudou imenso nestes últimos dias, materialmente e também moralmente. O pastor nos disse que este terramoto foi uma maneira do Senhor chamar a atenção para ele, também acho, provavelmente andávamos por ai muito orgulhosos de nos próprios, convencidos de sermos importantes , de não precisarmos de ninguém, o Senhor mostrou-nos que não somos nada, que tudo passa, que estamos nas mãos dele, que a única coisa que não passa é Ele, e o amor dele. Tenho muita Fé. Com este terramoto percebi o que realmente é importante. Antes do abalo pensava que havia uma crise económica, agora percebo como tudo isso só eram caprichos sem sentido. Mas agora, em L'Aquila, temos a possibilidade de recomeçarmos uma vida nova, de zero, podemos mudar, podemos ser melhores.

Amo Deus.

Amo a minha portuguesa preferida.

Amo a vida.

Hoje tive uma entrevista para um novo emprego. Amanha terei mais uma. A vida continua.

Vai correr tudo bem, como diz a canção do meu blog.

Para ti , leitor, tenho uma última dica: procura o Senhor agora, já, não esperes de chegares âs portas da morte para seres amigo de Jesus.

 

A minha Portuguesa preferida no sábado passado (voltou para Portugal no domingo, mas depois do abalo de segunda feira não fugiu, não escapou como um rato, e sim ficou uns dias em L'Aquila ajudando na distribuição de comida e na assistência às pessoas, foi uma Portuguesa de coração grande, de coragem, hoje é sem dúvida uma "Aquilana" de adopção. Como Aquilano fiquei admirado com o amor e com a coragem dela e agradeço-lhe tudo o que fez para ajudar nos dias seguintes ao desastre. Muitas pessoas fugiram assustadas, ela ficou ali a ajudar. Obrigado. A mulher portuguesa, é geralmente muito boa mulher)


: cheio de fé,feliz,óptimista

publicado por Il Conte às 13:09
link do post | comentar | ver comentários (7) | favorito
|

Agradecimentos

Quero agradecer com um grande abraço :

 

 

  • Cagido
  • Ennoea
  • Pâmelli
  • Tovi
  • Tammi
  • Pedro Ribeiro
  • A viela da Duquesa

 

Quero agradecer com um beijo:

  • Portuguesa numero 2

Quero agradecer com um amor completo e sem reservas

  • Portuguesa numero 3

Assuntos:

publicado por Il Conte às 13:00
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

Sexta-feira, 3 de Abril de 2009
Até dia 14 de Abril, se Deus quiser

 

A minha Portuguesa preferida hoje depois de acabar o trabalho dela apanhou um expresso e agora já se encontra em Lisboa, amanha de manha se Deus quiser ela apanha um avião para Roma.

Ando muito entusiasmado com a chegada dela, tenho muitas saudades para matar. Vai ficar comigo nove dias, oito noites, se Deus quiser, quem me dera ficasse para sempre, mas também não me queixo, por enquanto fico contente com estes poucos dias que temos para estarmos juntos, e um dia ainda hei de encontrar o caminho para viver ao lado dela sempre, quer seja na Itália ou em Portugal, tanto faz.

Não vou entrar no Sapo nos próximos dias, só voltarei a escrever no meu blog a 14 de Abril , sempre se Deus quiser. Um abraço a todos, especialmente à malta que frequenta o meu espaço italianinho e maluco regularmente.


Assuntos: ,

publicado por Il Conte às 21:07
link do post | comentar | ver comentários (11) | favorito
|

Quarta-feira, 1 de Abril de 2009
Oito coisas

A Dona Tammi passou-me um desafio.

 
Regras:
Escrever uma lista com oito coisas que sonhamos fazer antes de morrer;
Convidar oito blogs amigos para responder também;
Comentar no blog de quem vos convidou;
Comentar no blog dos nossos(as) convidados(as) para que saibam do mimo.
 

 

Não consigo seguir as regras todas mas cá vão as oito coisas , o problema é escolher, pois há imensa coisa que queria fazer...bem, acho que vou escrever as primeiras oito que me vieram à cabeça, ainda que não sejam as oito mais importantes.

 

  1. Casar com a portuguesa numero 3
  2. Uma casa grande e antiga com jardim enorme em L'Aquila
  3. Abrir uma escola de língua portuguesa em Itália com professores do Minho
  4. Ser socio da portuguesa numero 1 num negocio
  5. Dar uma volta de todoterreiro por Moçambique
  6. Passar umas horas com a C. e com a Tê a beira mar em Portugal
  7. Comprar um Hotel em Viana do Castelo
  8. Chegar a falar e a escrever em português sem dar erros.


publicado por Il Conte às 15:35
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

arquivos

Outubro 2010

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

recentes

Terrinha

Countdown

Dia insonso

Às veses eles voltam....

Onore e Gloria

Dois novos amigos

Português levanta o cú do...

Salvar Portugal

Boa vida

Uma vida muito real.

Assuntos

a.o.i.

aborrecimento

acordo ortográfico

aktion t4

amizade

amor

anjo mudo

appena prima di partire

arquitectura fascista

asmara

beppino englaro

berlusconi

blackberry

blog

brasil

brasileiros

cacao meravigliao

camões

caprichos

carro

carros

cersaie

cesare battisti

chatice

codigo ladrões romenos

criminalidade

criminosos romenos

crise

democracia

desejo

dinheiro

direito à vida

duce

eluana

eluana englaro

emprego

emprego portuguesinho

eritreia

europa

europa de lepanto

eutanasia

ezra pound

fascismo

federico moccia

felicidade

ferias

flaminio maphia

forças armadas

fragmentos discurso amoroso

futebol

gratidão

hammarberg acorda!

hitler

ho voglia di te

homem estupido

humor

ilusões

imigração sem travões

italia

italia aos italianos

l'aquila

lula

luta à anarquia

luta à criminalidade estrangeira

maluquice

mara carfagna

mulher

mulheres

musica

musica italiana

nautica

officina del tempo

papagaios

perigo imigração

perigo imigrados

perigo romenos

ple

portugal

português língua estrangeira

problema criminalidade

problema romenos

problemas imigrados

racismo

relógios

relogios

rolex

romenos

saudade

saudades

segurança

sonhos

stronza

terrinha

tiziano ferro

trabalho

vida

violencia

violencia contra as mulheres

zero assoluto

todas as tags

links
feeds
pesquisar