Um espaço italianinho e maluco
Quarta-feira, 30 de Abril de 2008
Disciplina no estudo duma Língua Estrangeira

Se quiseres aprender uma Língua estrangeira precisas de disciplina: não deixes acabar um dia sem teres aprendido mais umas palavrinhas novas na Língua que andas estudando. Eu pessoalmente ando estudando português já há uns tempinhos mas o caminho até ao conhecimento da Língua Portuguesa é ainda muito comprido e cheio de obstáculos a ultrapassar. Mas eu não desisto e sigo estudando português com optimismo. Mas não me interessa saber dizer somente "o comboio para Lisboa parte da linha três", ou então "são agora duas da tarde", queria chegar a aprender todas as palavrinhas portuguesas mais utilizadas. Cada dia aprendo mais umas palavras novas. Tu podes fazer o mesmo, tal como eu, e daqui a pouco vais falar inglês, francês ou alemão, assim como eu falo português. Eu, por exemplo, hoje aprendi estas novas palavras portuguesas que desconhecia:

CARTOLA
RASCA
RABUGENTO
PERDER AS ESTRIBAS
DESCRIMINADO
DISCRIMINADO
DESPREZÁVEL
DESPREZÍVEL

A propósito , tu és Português, Brasileiro ou de outro pais lusófono ? Ai és ? E...olha...diz-me lá uma coisa...sabes qual a diferença entre descriminado e discriminado e entre desprezável e desprezível ?
Não sabes?
Serio?
E não tens vergonha? Eu que sou Italiano sei, e tu que és Lusófono não sabes?
Estuda!


:

publicado por Il Conte às 19:39
link do post | comentar | favorito
|

Segunda-feira, 28 de Abril de 2008
Elegantemente italiano

Pronto, quero que os leitores masculinos fiquem verdes de inveja ao ver o officina del tempo automático no meu pulso. Um relógio 100% made in italy , a mecânica (o relógio não tem bateria, carrega-se com o movimento do pulso, não gasta nada e não prejudica o ambiente) o vidro, a caixa em aço 316L , o cinto em cabedal italiano...tudo muito italianinho mesmo, desenhado e produzido na Itália, nada de porcarias chinesas nem de aborrecidíssimos relógios suíços ou alemães . Este relógio só está a venda na Itália, não está distribuído fora, assim se o quiseres terás mesmo que dar uma volta a Itália, bem de facto a compra vale a viagem. Imagina como seria ires dar uma volta levando um relógio assim no teu pulso.. gostavas, não é? ? Pois fica sonhando, se não puderes ir à Itália agora. Tens que morrer de inveja. Fica ali a olhar e sonha. Não imagina o quanto é bonito...E depois tem um estilo clássico que nunca cansa, esse relógio podes utilizar durante 50 anos ou mais , é robusto, acompanhava-te para muito tempo dando-te muitas satisfações. A vida é maravilhosa mas curta, o relógio mede o tempo, o tempo da tua vida. Não leves no pulso um relógio barato ou pior ainda uma imitação, compra o melhor relógio que puderes. O tempo da tua vida é importante, não vais ter outra vida, só tens esta, cuidado, não percas o teu tempo com actividades ou pessoas que não te interessam, passa o teu tempo com as pessoas queridas.


:

publicado por Il Conte às 22:55
link do post | comentar | favorito
|

Domingo, 27 de Abril de 2008
Seguindo conselhos
Até agora só recebi uma opinião, acerca deste problema enorme que tenho, escolher qual o relógio a por no pulso mais frequentemente, segundo a primeira pessoa que quis ter a bondade de participar à sondagem e que desde já agradeço, e que seria uma pessoa "moderna" seria melhor o nautica , o outro teria um look passadista. Nem sei se isso era bom ou mal, eu sou aquele conservador...sou reaccionário mesmo e com um apego enorme à tradição...não sei...gosto muito do nautica , sim, mas o officina del tempo é automático (o nautica não é, tem a sua bateria bem moderninha ) e depois tem um look mais italianinho . Enfim gosto mesmo dos dois...se calhar devia por 50% cada um? O problema é que também tenho outros relógios de que gosto, muitos ficam sempre guardados e nunca saem na rua, mas alguns utilizo, de vez em quando, o rolex nas ocasiões mais formais (casamentos, festas, negocios importantes a fechar) , o eterna , que me acompanha desde 1997, o suunto , quando quero levar comigo o relógio para o mar ou a piscina. Queria ouvir ainda duas opiniões ...para ver o que pensa a maioria , com duas opiniões em três já havia uma maioria, não era?
Então que alguém dê também a opinião dele, se faz favor.

É preciso voltar a falar também dum tema que apesar de ser aborrecido é contudo importante: a criminalidade a subir sem travões devido à imigração romena.  Este problema por enquanto aflige imenso a Itália mas pode chegar a Portugal também e quero que os Portugueses saibam para que fiquem desconfiados e tenham cuidado com os romenos. Apesar de não serem evidentemente todos criminais, devemos contudo constatar que entre eles a percentagem de pessoas que cometem crimes é realmente enorme,
Aqui em Parma, a cidade onde vivo, um deles tem sido apanhado duas vezes em cinco dias!
Chama-se Anatolie Bratacenko , tem 39 anos e vive sabe-se lá onde algures na cidade, provavelmente numa barraca ou numa casa abandonada. No sábado da semana passada os Carabinieri bloquearam-no porque andava por ai com ar suspeito à volta duns carros estacionados, ainda não tinha roubado nada, mas depois dos controlos viu-se que o juiz já lhe tinha dado um decreto de expulsão para ele deixar o território italiano mas ele esteve-se nas tintas e ficou no pais apesar da expulsão, então tinha sido preso, mas como as cadeias italianas já tem mais de 40% de imigrados e não há fisicamente muito lugar para prender todos então à meia noite da quarta feira já estava outra vez à solta, tendo ficado somente poucos dias na prisão. Mal saído o que é que faz o nosso romeno? Lá vai ele a roubar, introduzindo-se nas caves dum prédio e partindo a porta duma cave para roubar. Primeiro apanha uma bicicleta, que atira para a rua, mas não satisfeito volta à cave para roubar mais uma , felizmente o dono de casa apercebe-se do que está a acontecer e chama os Carabinieri (que Deus o abençoes, coitados, tem imenso trabalho!) e desta vez volta na prisão mas não é por uns dias, desta vez vai ficar. Outro Romeno, com apenas 20 anos foi apanhado há dois dias no porto de Civitavecchia (o porto de Roma) enquanto estava a subir num barco para escapar depois de ter morto dois italianos, um casal. Todas as forças de policia italianas, e particularmente os Carabinieri , estão a fazer um excelente trabalho e vencem muitas batalhas nesta guerra contra a invasão da criminalidade romena, mas infelizmente ainda fica muito para fazer, principalmente a nível de leis, pois desde que a Roménia entrou na união europeia foi o fim...a única esperança passa pela introdução de visas para moderar no máximo a imigração desta gente no pais assim como para a introdução de penas mais severas e caminhos de expulsão mais eficazes e mais rapidos , logo que apanhados a cometerem crimes, os romenos devem ser expatriados o mais depressa possível . Eu sei, por enquanto os Portugueses não têm este tipo de problemas, mas eu amo Portugal, amo os Portugueses, e tenho esperança que não cheguem a passar pela violência em que andam metidos os Italianos, oxalá tanta violência lhes seja poupada. Quando lês todos os dias nos jornais muitas noticias de crimes que têm por autores os romenos, depois já não te importas muito se alguém pode chamar-te de racista quando falas mal deles. Pronto, eu não gosto nada de romenos. Sou racista? Sou, sim, se isso quer dizer que sou, então sou mesmo.

:

publicado por Il Conte às 13:56
link do post | comentar | favorito
|

Sábado, 26 de Abril de 2008
Qual relógio preferes entre estes dois?
Sondagem: é mais lindo o Nautica




















ou então é mais bonito o Officina del Tempo?




















Por favor dá-me um conselho porque tenho os dois mas não consigo escolher qual por no pulso mais frequentemente. É um problema grande, verdade? Pois é ! Estou desesperado!!!

:
Assuntos:

publicado por Il Conte às 18:43
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

Shopping
Hoje fui às compras e comprei três casacos, três calças, três camisas, tinha vontade de algo novo, culpa duma amiga minha muito mazinha que não me está a ligar nadinha, então dei-me ao shopping para me consolar. Também podia comer muito chocolate, eu sei, mas depois isso engorda, o shopping acalma a alma tanto como o chocolate mas sem engordar, alias faz emagrecer a tua conta bancária . Ai ai ai sou demasiado gastador, tenho muitos caprichos, era preciso uma maior disciplina financeira, ou então encontrar um mulher rica para casar com ela! (rica e nada avarenta). Durante séculos as mulheres deixaram pagar as contas aos homens, acho que era altura de mudarmos, nos os homens podíamos pensar nos nossos caprichos e depois passávamos tudo no cartão de credito das parceiras, elas tem a mania da igualdade, pois tudo bem....
Ahhh ... Parma é uma cidade tão elegante e fininha, toda a gente sempre muito bem vestida e calçada.. hmm hoje é sábado e quero sair muito arranjadinho com as coisas novinhas que acabo de comprar (agora o problema vai ser a escolha, qual vestir primeiro...). Mas que homem tão vaidoso!

:

publicado por Il Conte às 12:19
link do post | comentar | favorito
|

Sexta-feira, 25 de Abril de 2008
Um lugar ao sol...pequenino.
Hoje é dia de festa nacional também na Itália, também com aquela cor muito vermelha que já não faz-la muito sentido, dificil encontrar ainda comunistas na Itália, com tanta criminalidade devida à imigração ilegal, já ninguém confia no comunismo, passaram já muitos anos mas também continua-se a festejar a "liberação"...mah...eu admito que esta manha gostei de ficar na caminha uma hora a mais e de ir dar um passeio no centro em vez de ir trabalhar, mas acho que o 25 de Abril italiano é uma festa que já não faz sentido. No post precedente quis lembrar a elegancia do estilo colonial português, que foi realmente unico no mundo, de facto Portugal foi o unico pais que teve mais "provincias ultramarinas" do que colonias, pois em Luanda ou Lourenço Marques vivia-se tão bem como em Lisboa ou no Porto, e se calhar vivia-se ainda ,melhor , e todos os que passaram por ai ainda agora andam com a alma estragada pela saudade desses bons tempos de terras ao sol. O Mussolini deu à Itália o seu pequeno lugar ao sol, é claro que não se pode comparar com o imperio português, não fazia sentido nenhum, o imperio italiano foi pequenino e não durou cinco seculos como o portugûes mas poucos anos no seculo passado, mas ainda assim não foi mauzinho...Albania,Grecia,Libia,e depois a Africa Oriental Italiana : Etiopia,Eritrea e Somalia.
Entre estes lugares a Eritrea foi sem duvida o mais italianinho de todos, e Asmara é de facto uma cidade italiana, com uma arquitectura tipicamente italiana e uma maneira italiana de estar na vida.
Apesar do tempo ainda hoje Asmara é uma cidade que sabe muito à Italia.

:

publicado por Il Conte às 16:56
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

O estilo bem portuguesinho de estar no mundo
Trecho tirado de : "Vida e Literatura" de Pedro De Moura e Sá.

"No norte de África, no Brasil, na Ásia, os Portugueses durante quatro séculos construíram casas, abriram ruas, desenharam frontarias, nas mais diversas condições geográficas , lutando com as circunstancias do terreno mas mantendo sempre um estilo comum, fazendo com que as pedras falassem a mesma linguagem. Esta possibilidade de manter as características próprias da nossa faixa europeia de terra e , ao mesmo tempo, de se fundir nas paisagens exóticas sem ferir a vista com horror, como colunas gregas numa paisagem norte-americana, é o segredo talvez mais fundo da projecção portuguesa no mundo. Isto que se diz das cidades pode dizer-se de todas as formas de vida que, no Brasil, em Goa, por toda a parte onde nos fixámos, nunca deixaram de ser portuguesas, mas nunca apareceram como qualquer coisa de estranho, de importado. As cidades portuguesas foram construídas segundo projectos feitos no local onde elas deveriam erguer-se, eram Portugueses os que projectavam e realizaram, mas  Portugueses trabalhando em contacto com o ambiente, as paisagens ,os homens de outros continentes..."

(Pedro de Moura e Sá)

Hoje é um dia em que muitos Portugueses falam de Liberdade talvez esquecendo tanta coisa boa que se fez antes desse 25 de Abril. Depois também se fez muita coisa boa, claro, a entrada na União Europeia e muito mais mas uns aninhos depois, pois é preciso lembrarmos que logo a seguir ao 25 de Abril só houve o caos económico e politico, no continente e nas províncias ultramarinas. Portugal continental ia mudando para um pais anárquico no qual essa tal "liberdade" era uma desculpa para as pessoas não trabalharem, ou trabalharem pouco e mal , andando por ai todas desleixadas sem se importarem com nada e ninguém. Para não falarmos dos retornados, de Timor deixada aos Indonésios e de Angola e Moçambique atiradas para guerras sem fim. O Salazar foi escolhido pelos Portugueses  como maior Português de sempre e acho que os Portugueses afinal, com os anos, com a calma da distancia, conseguiram perceber as coisas com justiça, reconhecendo que apesar de tanto paternalismo e censura o próprio Salazar amou Portugal à serio e toda a vida dele foi honestamente lutada para fazer desse pais pequeno um  pais grande e importante no mundo. Mas ninguém depois se preocupava com um Portugal grande e importante no mundo entre 1974 e 1976. Festejar a liberdade é bom, mas deve ser uma liberdade responsável baseada no trabalho e na lei, nada de anarquia.

:

publicado por Il Conte às 11:19
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|

Quinta-feira, 24 de Abril de 2008
A mulher casada (com outro) tem mais sabor.

Bem os políticos italianos podem ser uns palhaços, às vezes, mas ao menos não dormem tanto como os colegas espanhóis . Mas porque é que os espanhóis se levantam tão tarde? Irra, às nove e meia da manha ainda estão na casa de banho a fazerem a barba, passam a vida a dormirem , uma "siesta " continua, realmente um pais de gatos a Espanha. O ex-ministro Josep Piquet ...coitadinho....e ainda houve quem gritou logo ao escândalo só porque o Berlusconi quis brincar um bocadinho com uns escuteiros que andavam por ai. Os espanhóis às vezes são aqueles queixinhas.... Bem , eu gosto muito de estudar a Língua portuguesa, tenho um carinho especial para Portugal, para os Portugueses e para os Lusófonos em geral (tirando os brasileiros que na minha opinião nem são Lusófonos ), mas afinal quando vejo cenas como esta sinto-me feliz por ser Italiano. Graças a Deus sou Italiano! Obrigado Senhor por ter permitido eu pertencer ao melhor povo do mundo.
 Nos os Italianos somos aqueles vaidosos!
Acho que todos gostamos quando uma mulher acha interesse para nos. Mas o interesse duma mulher casada com outro alguém tem de facto um gosto especial, diferente. A mim estava mesmo apetecendo-me encontrar ai uma linda amante, podia ser de qualquer pais de Língua portuguesa, já que o português é mesmo A LÍNGUA DAS AVENTURAS, em geral, então só não queria que fosse brasileira, pois a mim o sotaque brasileiro incomoda muito, acho um sotaque mesmo horrível . Queria arranjar uma bela Portuguesa, podia ser do Portugal central ou do norte, não me dou muito bem com algarvias ou alentejanas, parecem mais espanholas que portuguesas, não são bem portuguesinhas como eu gosto, bem e gostava que fosse casada.
Pronto, uma portuguesa casada de Lisboa ou do norte...Porto, Minho...acho que era isso o ideal para uma linda aventura. Olha, não tens ai nenhuma irmã que me apresentas, pá ?


:

publicado por Il Conte às 22:42
link do post | comentar | favorito
|

Quarta-feira, 23 de Abril de 2008
Italianos preocupados com a violencia dos imigrados romenos
Nem todos os imigrados ilegais são criminosos, há muitas pessoas de bem, não se deve se ser racistas, é preciso se ser tolerantes e ter respeitos para as outras culturas...sim senhor, sim senhor....tudo muito interessante....mas depois damos com um pais como o meu, a Itália , no qual os estrangeiros são  5 % da povoação ...mas então como é que se explica que nas cadeias italianas os estrangeiros são mais de 40% ? Não deviam ser  5% tanto fora como dentro?
E oficial, os romenos ultrapassaram os Albaneses em numero de crimes cometido e são agora a nacionalidade que comete mais crimes no pais. O novo governo queria introduzir outra vez o visa para os cidadãos romenos puderem entrarem na Itália , apesar de eles serem cidadãos da comunidade europeia e  francamente parece-me uma óptima ideia. O governo precedente, de esquerda, estava a exagerar: os cidadãos italianos pagam uma taxa moderadora nos remedios , os imigrados não pagam, os italianos pagam o bilhete no autocarro, os imigrados podem viajar sem pagar, os italianos pagam a creche, centenas de euros mensais para mandarem os filhos , os imigrados podem mandar os filhos para a creche sem pagarem. Chega! Os italianos disseram que chega! Então outra vez o Berlusconi ? Outra vez os discursos da invasão do exercito do mal dos imigrados ? Sim, isso mesmo. A Itália é um pais livre, e todos são aqui muito bem-vindos , venham aqui como turistas ou trabalhadores, mas os criminais podem fazer o favor de ficarem na Roménia ou nas suas terrinhas, que nos aqui não precisamos e não nos fazem falta nenhuma. A Itália pertence aos Italianos.

:

publicado por Il Conte às 21:32
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

Segunda-feira, 21 de Abril de 2008
Stowaway on board !
Desde um artigo do jornalista italiano Giovanni Maria Bellu publicado no diário italiano "La Repubblica ".
(O artigo original, em italiano, encontra-se aqui )

Historias de imigração ilegal na Itália

Entre os mais afortunados o Mamadou Cisse , que agora vive na Itália. "   Conseguí entrar no barco para a Itália escondido debaixo dum caminhão, o que conduzia , do Senegal, tinha-me descoberto mas entreguei-lhe uma moeda de 50 cêntimos e ele ficou calado "

Entre os com mais azar ao contrario o Amor Knis , da Tunísia , que morreu por falta de ar escondido na portabagagem do carro da namorada italiana durante a viagem para o porto de Génova , ou pior ainda o Kaled Araba Kail , de 14 anos, desde Afeganistão, este até tinha conseguido chegar no porto italiano de Ancona, atado debaixo dum caminhão, mas depois na auto-estrada por azar desatou-se e morreu na estrada rolando no asfalto, contudo este ainda tem uma cova, mas há muitos que morrem porque quando descobertos são atirados para o mar. O problema é também económico , porque um imigrado ilegal descoberto num navio custa entre 15.000 e 18.000 euros, o dono do navio ainda tem que pagar o bilhete de avião para ele voltar para casa, há quem não queira pagar tantos custos então ....
O ultimo deitado para o mar um jovem da Somália , atirado para o mar desde um navio entre a Sicília e a África , depois o comandante do Barco ficou preso no porto italiano de Lampedusa porque havia testemunhas que contaram isso.
Depois há o Hassan , descoberto devia voltar para Líbia desde Génova , mas antes do navio partir ele parte um copo e corta-se o interior da boca, a policia italiana leva-o para o Hospital e depois desde o Hospital consegue fugir.
O Mamadou Cisse , esse com sorte que agora vive aqui não conseguiu chegar na primeira tentativa, primeiro subiu num navio mas foi parar em Santos, no Brasil, e somente na segunda tentativa conseguiu imigrar ilegalmente na Itália.

Deve haver uma maneira para parar isso....acho que deve passar pela ajuda ao desenvolvimento dos países pobres.
É sempre difícil tratar disso, logo que alguém tenta  travar a imigração ilegal logo chega a acusa de racismo ou de fascismo...tudo isso não faz sentido nenhum, é preciso encarar isso de maneira mais racional, não se pode permitir uma imigração selvagem de gente sem trabalho e sem dinheiro, que depois frequentemente acaba, por fome, cometendo crimes ou prostituindo-se.

:

publicado por Il Conte às 21:42
link do post | comentar | favorito
|

arquivos

Outubro 2010

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

recentes

Terrinha

Countdown

Dia insonso

Às veses eles voltam....

Onore e Gloria

Dois novos amigos

Português levanta o cú do...

Salvar Portugal

Boa vida

Uma vida muito real.

Assuntos

a.o.i.

aborrecimento

acordo ortográfico

aktion t4

amizade

amor

anjo mudo

appena prima di partire

arquitectura fascista

asmara

beppino englaro

berlusconi

blackberry

blog

brasil

brasileiros

cacao meravigliao

camões

caprichos

carro

carros

cersaie

cesare battisti

chatice

codigo ladrões romenos

criminalidade

criminosos romenos

crise

democracia

desejo

dinheiro

direito à vida

duce

eluana

eluana englaro

emprego

emprego portuguesinho

eritreia

europa

europa de lepanto

eutanasia

ezra pound

fascismo

federico moccia

felicidade

ferias

flaminio maphia

forças armadas

fragmentos discurso amoroso

futebol

gratidão

hammarberg acorda!

hitler

ho voglia di te

homem estupido

humor

ilusões

imigração sem travões

italia

italia aos italianos

l'aquila

lula

luta à anarquia

luta à criminalidade estrangeira

maluquice

mara carfagna

mulher

mulheres

musica

musica italiana

nautica

officina del tempo

papagaios

perigo imigração

perigo imigrados

perigo romenos

ple

portugal

português língua estrangeira

problema criminalidade

problema romenos

problemas imigrados

racismo

relógios

relogios

rolex

romenos

saudade

saudades

segurança

sonhos

stronza

terrinha

tiziano ferro

trabalho

vida

violencia

violencia contra as mulheres

zero assoluto

todas as tags

links
feeds
pesquisar