Um espaço italianinho e maluco
Quinta-feira, 14 de Maio de 2009
Fim de semana na Itália.

Amanha tenho voo para Itália, pois no domingo casa a minha mana. Vou ficar o fim de semana no meu pais. Depois, se tudo correr bem, para a semana voltaria para Portugal mas de carro, levando comigo o meu papagaio Tejo, desde L'Aquila até esta cidade portuguesa em que me encontro seriam mais de 2.500 quilometros, segundo o meu navegador do carro, mas acho que ia para Portugal devagarinho, sem pressa, durmindo uma ou duas noites em hoteis, na estrada. É linda esta cidade portuguesa em que me encontro, acho que podia viver bem aqui, mas já sei que vou ter saudades das minha montanhas, não vou ver o Gran Sasso com neve 10 meses por ano, aqui só colinas, nada de montanhas nem de neve. Também terei saudades do dialecto da terrinha, que adoro. Em troca vou ter o amor duma mulher portuguesa que me enche de carinho e miminhos: parece-me um negocio razoavel.

Ainda estou cheio de confusões porque com esta crise nem sei se vou arranjar um emprego em Portugal, veremos. A condição para eu conseguir ficar era mesmo encontrar algo para fazer aqui, senão aborrecia-me e gastava as minhas poupanças.

Hoje fui à saude pedir esclarecimentos para eu ter acesso ao sistema de saude português, se precisar de cuidados médicos. Aqui há uma duzia de agências para o emprego, já me cadastrei em quase todas, só me ficou uma , fui pela manha mas estava fechada, voltarei lá à tarde. Quando voltar terei que tentar no sector do turismo, praias ou peregrinos religiosos. Para mim, agora que descobri a Igreja evangelica, as peregrinações não fazem sentido nenhum, pois só acredito em Jesus e não acredito em Fatima, mas se fosse preciso para arranjar emprego até podia passar por catolico ! Afinal tenho sido cátolico até há poucos meses...

Depois do dia 20 tenho entrevista com uma sociedade portuguesa cuja propriedade está em mãos italianas...eu gostava de trabalhar com eles, enviei um cv e eles responderam oferecendo-me uma entrevista, tenho esperança que me corra bem, eu bem precisava.

Mas eu sozinho não posso fazer muito então faço o que posso, mas depois sempre peço ajuda ao Senhor, pedindo para ele me apoiar, que já ví que sem Ele nada é possível.


: à porta duma nova vida

publicado por Il Conte às 11:36
link do post | comentar | favorito
|

2 comentários:
De Marta a 15 de Maio de 2009 às 15:00
E vai correr tudo bem vais ver.
Com muita fé tudo se consegue

Beijinhos


De Il Conte a 15 de Maio de 2009 às 19:34
Também acredito, se Deus quiser, claro, pois eu quero os desenhos dele, não os meus, ele sabe melhor do que eu o que é melhor para mim.


Comentar post

arquivos

Outubro 2010

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

recentes

Terrinha

Countdown

Dia insonso

Às veses eles voltam....

Onore e Gloria

Dois novos amigos

Português levanta o cú do...

Salvar Portugal

Boa vida

Uma vida muito real.

Assuntos

a.o.i.

aborrecimento

acordo ortográfico

aktion t4

amizade

amor

anjo mudo

appena prima di partire

arquitectura fascista

asmara

beppino englaro

berlusconi

blackberry

blog

brasil

brasileiros

cacao meravigliao

camões

caprichos

carro

carros

cersaie

cesare battisti

chatice

codigo ladrões romenos

criminalidade

criminosos romenos

crise

democracia

desejo

dinheiro

direito à vida

duce

eluana

eluana englaro

emprego

emprego portuguesinho

eritreia

europa

europa de lepanto

eutanasia

ezra pound

fascismo

federico moccia

felicidade

ferias

flaminio maphia

forças armadas

fragmentos discurso amoroso

futebol

gratidão

hammarberg acorda!

hitler

ho voglia di te

homem estupido

humor

ilusões

imigração sem travões

italia

italia aos italianos

l'aquila

lula

luta à anarquia

luta à criminalidade estrangeira

maluquice

mara carfagna

mulher

mulheres

musica

musica italiana

nautica

officina del tempo

papagaios

perigo imigração

perigo imigrados

perigo romenos

ple

portugal

português língua estrangeira

problema criminalidade

problema romenos

problemas imigrados

racismo

relógios

relogios

rolex

romenos

saudade

saudades

segurança

sonhos

stronza

terrinha

tiziano ferro

trabalho

vida

violencia

violencia contra as mulheres

zero assoluto

todas as tags

links
feeds
pesquisar