Um espaço italianinho e maluco
Sábado, 28 de Fevereiro de 2009
Os nossos brasões

Tenho um amigo aqui no Sapo que é uma pessoa muito diferente de mim (é uma pessoa melhor!), as ideias dele deixam-me às vezes com dores de fígado mas respeito-as, respeito ele e ainda bem que haja variedade no mundo. No blog dele aparece uma linda bandeira portuguesa (coisa boa) mas também uma bandeira da União Europeia....bleah...a mim a União Europeia mete-me nojo!  A nível financeiro foi uma coisa óptima termos juntado pois agora temos uma moeda forte, o euro, que nos protege bastante, enquanto esses orgulhosos que quiseram ficar fora do euro, como os Britânicos que ficaram com o seu Pound agora estão arrependidíssimos pois fora do euro a crise bateu muito mais forte, o cambio euro/pound mudou imenso, com o pound que em relação ao euro agora vale muito menos. É bom termos uma moeda única, e comunicações boas entre nós, rodoviárias ou aéreas, mas a União Europeia pediu-nos um preço humano altíssimo, com uma violência absurda e um terror louco semeado pelos romenos e por outros imigrados de leste Europa nos países civilizados como Portugal ou a Itália, que sim  tinham os seus fisiológicos níveis de criminalidade mas nos quais podia-se viver no sossego, enquanto agora uma mulher na Itália já não pode sair sozinha à noite pois o perigo de ser violada por um imigrado de leste é enorme.

Eu por mim não sinto nenhum desejo de ter amigos romenos ou de outros países de leste, a mim esta União Europeia não me diz nada, ok o euro , mas podíamos parar ali, isso das fronteiras abertas, com um romeno que chega no meu pais de autocarro com 70 euros, para mim não serve de nada, pois o meu pais já tem muitos problemas e não era preciso importarmos criminais capazes de crimes absurdos.

Então queria ver nos blogs menos bandeiras europeias e mais brasões. Eu não sou Europeu, não sou "ocidental", eu sou unicamente Italiano e em particular de L'Aquila. A minha "terra" é um pedaço de espaço, na Itália central, que tem um raio de uns 30 quilómetros à volta de L'Aquila.

Quero lá eu saber de romenia, de romenos e de albaneses....estou-me nas tintas com eles.

Em vez de ajudares romenos, que tal de começares a ajudar o teu vizinho? Achas que não há pessoas que precisavam de ajuda em Portugal ou na Itália? Em vez de salvarmos o mundo porque não começamos a melhorar um bocado o nosso bairro, a nossa cidade?

Ama a tua terra !

Aprende a amar a tua terra.

Há também romenos de bem, há milhões, são esses que em vez de fugirem e de semearem terror pela Europa, ficaram na romenia trabalhando duro a ver se conseguem fazer da romenia um pais melhor. Eu não tenho nada contra eles, eu não sou racista, gosto de pessoas de todas as raças, religiões e línguas, sem excepções, mas não admito o terror, a anarquia e a destruição de civilizações que têm séculos de historia e que desde sempre ficaram baseadas no trabalho e na Lei.

Mostra o teu amor para a tua terra, publica no teu blog o brasão da tua cidade/ vila / aldeia.


: orgulhoso de ser italiano
Assuntos: , ,

publicado por Il Conte às 19:15
link do post | comentar | favorito
|

2 comentários:
De Tovi a 1 de Março de 2009 às 07:41
Caríssimo Amigo,
Percebo perfeitamente a tua posição para com os romenos e albaneses, mas não podemos confundir a árvore com a floresta. A ideia de uma Europa Unida surgiu logo após o fim da II Grande Guerra e é sem dúvida um projecto inovador quer a nível económico quer no campo social. Mas temos que ser nós, todos nós que nascemos e vivemos na Europa, a construir a União Europeia que desejamos.


De Il Conte a 1 de Março de 2009 às 10:17
Digo-te mais: nos que nascemos e vivemos, como tu dizes, temos o direito/dever de construirmos uma Europa, mas esse direito dever eu deixava também a outras pessoas vindas de fora. Assim como os Italianos e os Portugueses emeigraram em paises de todos os continentes, também agora devemos permitir Brasileiros, Argentinos , etc de imigrarem na Europa. Eu não sou contra a imigração em geral e simplesmente para uma imigração mais regulamentada. Para o ano de 2009 vão haver mais 30.000 desempregados em Portugal. Com tantos Portugueses a perderem empregos, Portugal não pode simplesmente abrir as fronteiras a todos mas tentar regulamentar os fluxos para que depois não haja uma "guerra entre pobres" entre desempregados nacionais e imigrados. Decidiram deixar entrar a romenia na UE por uma questão de negocios, assim os industriais europeus (muitos deles italianos) abriram fabricas na romenia onde os trabalhadores custam muito menos. Aqui em L'Aquila por exemplo há uma sociedade que faz transportes internacionais de autocarro , outrora os motoristas eram todos da terrinha, agora todos despedidos, a empresa é de cá mas os motoristas são todos romenos, que custam metade dos Italianos. Isto aconteceu em geral com muitas sociedades, que fecharam fabricas na Itália para abrirem na romenia. E depois os romenos começaram também a imigrarem aqui de forma absurda, devem ser agora mais o menos um milhão dos 60 milhões de pessoas presentes na Itália. O problema é que muitoas deles portam-se terrivélmente mal. Serio! Podes dizer : mas há maus e bons em todos, e eu concordo, mas olha, em 100 Portugueses encontras 2 ou 3...ou...digamos até 4-5 que se portam mal., e mesmas percentagens de pessoas que se portam mal encontras entre os , mas entre os romenos a percentagem desses que se portam mal é abstronomica. Pensa nisto: 60% das violencia contra as mulheres, na Itália é cometida pelos Italianos, e 8% é cometida pelos romenos. Seriam os Italianos portanto mais violentos dos romenos? Não, Tovi, porque os Italianos na Itália são 95% das pessoas, os romenos são 1,5 %, mas esse 95% comete 60% dos crimes de violencia contra mulheres enquanto esse 1,5% comete 8%. Igual é quando falamos de assaltos. Tudo isto não tem nada a ver com racismo. Não me vais ver falar mal de brasileiros indianos ou filipinos. Porque? porque simplesmente portam-se bem.
Os chinese? Podem não ser para mim os mais simpaticos, mas afinal também portam-se bem, pensam nos seus negocios e não chateiam, não se integram, vivem afastados, entre eles, mas não chateiam nínguém. Mas os romenos, Tovi, ao menos na Itália, até enquanto só semearam morte e terror. Eu não sou contra a Europa, a Itália entrou na UE logo, entre os seis paises fundadores, nos sempre fomos europeus, não somos os europeus da última hora, mas esta Europa assim não, obrigado. Agora queriam deixar entrar na UE a Turquía e Israel. Mas um bocado de calma, nossa!!! Pensamos bem no que fazemos. Devemos pensar também em deixar entrar paises que sejam INTEGRAVEIS, não devemos construir uma Europa que seja uma especie de EX-JUGOSLAVIA, com povos que não têm absolutamente nada em comum obrigados politicamente a viverem juntos, isso não dá, Tovi, sabes bem que não dá. Podemos estar juntos se condividemos uma base moral similar. Tu e eu podemos ter opiniões diferentes mas eu não tenho problemas em ter um dialogo contigo porque sei que não me matarias para depois cortar-me e esconder-me numa mala, nem assaltarias as minhas irmás só por elas andarem de mini-saia.


Comentar post

arquivos

Outubro 2010

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

recentes

Terrinha

Countdown

Dia insonso

Às veses eles voltam....

Onore e Gloria

Dois novos amigos

Português levanta o cú do...

Salvar Portugal

Boa vida

Uma vida muito real.

Assuntos

a.o.i.

aborrecimento

acordo ortográfico

aktion t4

amizade

amor

anjo mudo

appena prima di partire

arquitectura fascista

asmara

beppino englaro

berlusconi

blackberry

blog

brasil

brasileiros

cacao meravigliao

camões

caprichos

carro

carros

cersaie

cesare battisti

chatice

codigo ladrões romenos

criminalidade

criminosos romenos

crise

democracia

desejo

dinheiro

direito à vida

duce

eluana

eluana englaro

emprego

emprego portuguesinho

eritreia

europa

europa de lepanto

eutanasia

ezra pound

fascismo

federico moccia

felicidade

ferias

flaminio maphia

forças armadas

fragmentos discurso amoroso

futebol

gratidão

hammarberg acorda!

hitler

ho voglia di te

homem estupido

humor

ilusões

imigração sem travões

italia

italia aos italianos

l'aquila

lula

luta à anarquia

luta à criminalidade estrangeira

maluquice

mara carfagna

mulher

mulheres

musica

musica italiana

nautica

officina del tempo

papagaios

perigo imigração

perigo imigrados

perigo romenos

ple

portugal

português língua estrangeira

problema criminalidade

problema romenos

problemas imigrados

racismo

relógios

relogios

rolex

romenos

saudade

saudades

segurança

sonhos

stronza

terrinha

tiziano ferro

trabalho

vida

violencia

violencia contra as mulheres

zero assoluto

todas as tags

links
feeds
pesquisar